0

Grêmio volta a vencer e mantém tabu contra o Náutico

4 jun 2009
23h01
atualizado em 5/6/2009 às 01h12

Quatro dias depois de ser derrotado pelo Vitória e ouvir as críticas de seus dirigentes, o Grêmio se reabilitou no Campeonato Brasileiro com um triunfo que amplia um tabu dentro do Estádio Olímpico. Diante do seu torcedor na fria noite desta quinta-feira, a equipe bateu o Náutico por 3 a 0 e manteve viva a invencibilidade contra o adversário pernambucano nos jogos em que atuou como mandante.

» Veja fotos de Grêmio x Náutico
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela completa
» Comente a vitória do Grêmio

Em 12 confrontos entre as equipes em Porto Alegre, contando o ocorrido nesta noite e que abriu a quinta rodada do torneio nacional, o time da casa saiu vencedor em dez oportunidades e só ficou no empate em outras duas. As únicas vezes em que foram derrotados, em 1985 e 1991, os jogos foram realizados em Pernambuco.

No entanto, apesar do histórico favorável como mandante, o confronto mais marcante entre as duas equipes e que também terminou com vitória gremista ocorreu em 2005, no estádio do rival. Conhecida como "Batalha dos Aflitos", a emocionante partida teve quatro jogadores tricolores expulsos, além de dois pênaltis contra os visitantes. Mesmo assim, venceram por 1 a 0 e garantiram o retorno à elite nacional.

Já na noite desta quinta-feira, a emoção não foi a mesma e o jogo esteve abaixo do esperado. Dividido entre o início de Brasileiro e a reta final da Libertadores da América, o Grêmio foi a campo com a força máxima e conseguiu alcançar os sete pontos com a segunda vitória no torneio. Já o Náutico tem um a mais e perde a quarta posição para o Atlético-MG, devendo cair ainda mais na tabela na seqüência da rodada, que será movimentada no sábado e no domingo.

Com diversas dificuldades para entrar na área visitante e só levar perigo nas bolas que passavem pelo argentino Maxi Lopez, o Grêmio inaugurou o marcador aos 36min da primeira etapa, em lance polêmico e muito questionado pelo Náutico. Da entrada da área, Alex Mineiro achou Souza livre e deu um passe por cobertura. Em posição de impedimento, o ex-são-paulino dominou no peito e estufou as redes pela primeira vez na noite.

Já na etapa final, o Grêmio manteve a posse de bola e praticamente definiu os três pontos em uma das raras descidas perigosas. Aos 22min, apenas dois minutos depois de ocupar a vaga de Ruy, o ex-são-paulino Joílson foi ao fundo pelo lado direito e cruzou para cabeçada certeira de Maxi Lopez. Já aos 35min, Alex Mineiro aproveitou bobeada de Gladstone na saída de bola e lançou Souza, que só teve o trabalho de tocar na saída de Eduardo, fechar o placar e anotar o seu segundo tento na partida.

FICHA TÉCNICA

Grêmio 3 x 0 Náutico

Gols
Grêmio: Souza, aos 36min do 1º tempo, Maxi Lopez, aos 22min, e Souza, aos 35min do 2º tempo

Polêmicas de arbitragem
- Em posiçao de impedimento, Souza recebeu passe de Alex Mineiro, dominou no peito com estilo e bateu com a perna direita para vencer o goleiro Eduardo e colocar o Grêmio em vantagem aos 40min do primeiro tempo;
- Impedimento mal marcado no último lance da etapa inicial, quando Carlinhos Bala bateu falta e encontrou Gilmar livre no lado esquerdo do campo, em boa situação para o cruzamento

Pontos Forte do Grêmio
- Presença eficiente de Maxi López no ataque, incomodando os zagueiros do Náutico e fazendo a função de pivô para as chegadas dos meias Tcheco e Souza;
- Atuação destacada de Souza na armação das jogadas ofensivas, sendo o principal organizador do time em campo

Pontos Fortes do Náutico
- Boa atuação nos 30 primeiros minutos de jogo, quando conseguiu neutralizar a jogada ofensiva do Grêmio e ainda assustou o goleiro Marcelo Grohe, que substitui Victor, que está com a Seleção;
- Boas defesas do goleiro Eduardo, que evitou um placar ainda mais elástico no Estádio Olímpico

Ponto Fraco do Grêmio
- Passes errados no meio-campo, que irritaram a torcida no primeiro tempo e início do segundo

Pontos Fracos do Náutico
- Com Carlinhos Bala atuando de forma mais recuada no ataque, o Náutico mostrava pouca criatividade na armação das jogadas e pouco assustou na primeira etapa;
- Excesso de passes errados no meio-campo e na defesa, como ocorreu no terceiro gol gremista, após a falha na saída de bola com o zagueiro Gladstone

Personagem do jogo
Souza, do Grêmio

Esquema Tático do Grêmio
3-5-2
Marcelo Grohe; Léo, Rafael Marques e Réver; Ruy (Joilson), Adilson, Tcheco, Souza e Fábio Santos; Alex Mineiro (Douglas Costa) e Maxi López (Herrera); técnico: Paulo Autuori

Esquema Tático do Náutico
3-5-2
Eduardo; Gladstone, Negretti (Júnior Carioca) e Vágner; Eduardo Eré, Johnny, Ailton (Dinda), Galiardo e Anderson Santana (Anderson Lessa); Carlinhos Bala e Gilmar; técnico: Waldemar Lemos

Cartões Amarelos
Grêmio: Réver, Ruy, Joílson e Tcheco
Náutico: Galiardo, Ailton, Johnny e Anderson Santana

Cartões Vermelhos
Grêmio: Joílson

Árbitro
Pericles Cortez (RJ)

Local
Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)






Fonte: Terra
publicidade