0

Jornal: após selinho em Emerson, chef perguntou se podia beijar Neymar

20 ago 2013
08h43
atualizado às 11h13
  • separator
  • comentários

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, o chef Isaac Azar, que protagonizou ao lado do atacante Emerson uma polêmica na última segunda-feira ao aparecer em uma foto dando um "selinho" no jogador, afirmou que a ideia surgiu para "mostrar que não é preciso ser homossexual para lutar contra a homofobia". E contou que após o beijo, que aconteceu em seu restaurante na capital paulista, perguntou a Bruna Marquezine - namorada de Neymar, que estava presente no local - se podia fazer o mesmo com o atacante do Barcelona. Segundo Azar, a atriz deu risada e respondeu: "com ele, não!".

<p>Isaac Azar falou sobre a foto do beijo no atacante Emerson</p>
Isaac Azar falou sobre a foto do beijo no atacante Emerson
Foto: Instagram / Reprodução

O chef admitiu que ele e Emerson sabiam da reação polêmica que a foto causaria na internet, mas decidiram seguir com a ideia. Azar, que é casado com Caroline, afirmou que ter dado um beijo em Emerson não o torna gay, da mesma forma que dar "selinho" em suas filhas não faz dele um pedófilo.

O dono de restaurante também disse que "todo mundo fala, mas ninguém faz nada" contra a homofobia, e que "se mais pessoas fizessem coisas desse tipo, o preconceito poderia diminuir". Na segunda, torcedores do Corinthians chegaram a ir ao CT do clube protestar contra Emerson e exigir um "pedido de desculpas" do jogador.

Fonte: Terra
  • separator
  • comentários
publicidade