PUBLICIDADE
Logo do

Internacional

Favoritar Time

Jovens mantêm tradição em volantes da dupla Gre-Nal

19 jul 2009 - 09h19
(atualizado às 10h30)
Publicidade

A ampla tradição gaúcha em revelar volantes se mantém. Neste domingo, às 16hrs (de Brasília), o Gre-Nal apresentará de vez ao Brasil uma dupla boa de bola que vem fazendo sucesso nos gramados gaúchos: Adílson, do Grêmio, e Sandro, do Internacional, devem estar em campo pela primeira vez como titulares absolutos em um Campeonato Brasileiro. E merecem muita atenção.

» Veja fotos de grandes volantes de Inter e Grêmio
» Sandro esquece Edinho e retorna ao Gre-Nal
» Adilson supera dramas para assumir a 11 gremista
» Dirigente gremista reclama de liberação de D'Alessandro
» Reformulação no Grêmio deve atingir Mauro Galvão

Para comprovar a fama gaúcha em grandes volantes, basta observar que desde a Copa de 1974, sempre, a Seleção Brasileira teve um jogador da posição no elenco que foi forjado nas categorias de base da dupla Gre-Nal, passando de Carpegiani e Falcão até Dunga e mais recentemente Emerson. Há ainda Caçapava, Batista e China, ídolo gremista dos anos 80, para não ir mais além. Podem estar surgindo mais nomes para essa galeria.

"Aqui se aprimora muito a marcação e a parte física. Os clubes que vêm jogar aqui acabam sentindo que o futebol gaúcho é mais tático que os outros", explica Adílson, a grande revelação do Grêmio na temporada. Enfim, o jogador de 21 anos consegue suceder Lucas Leiva, uma expectativa que ele carrega há duas temporadas.

"Muita gente comenta comigo sobre nossas semelhanças físicas. Vejo o Adílson como um jogador talentoso, de personalidade, que tem um grande futuro pela frente", compara Lucas, em entrevista ao Terra.

Adílson segue uma geração gremista, que só nesta década já foi composta por Eduardo Costa, Lucas, Rafael Carioca e Willian Magrão - os dois últimos, peças especiais para o vice brasileiro de 2008.

O Internacional também não fica atrás e apresenta Sandro, que substituiu Edinho, vendido ao Lecce no fim da última temporada. Recuperado de lesão, ele deve pintar ao lado de Guiñazu e Magrão entre os titulares de Tite, que mostra plena confiança no futebol do garoto desde que chegou ao Beira-Rio.

"Tenho acompanhado que ele teve uma passagem pela Seleção Sub-20 e não à toa está como titular. O Sandro tem bastante qualidade, bastante força, e se enquadra bem nessa linha de volantes gaúchos", elogia Adílson, que deve medir forças com o rival. O jovem colorado retribuiu os elogios do gremista.

"O Adílson joga pra caramba. A função dele no Grêmio é muito importante, porque marca demais e dá qualidade na saída. Torço para cada jogador, não só do Inter, que sai da base. E ele está tendo oportunidade, jogando muito bem. Fico feliz", parabeniza Sandro, que certamente só manterá a cortesia até a bola rolar no Olímpico.

Sandro e Adílson seguem a primeira linha gaúcha de grandes volantes: jogarão o Gre-Nal
Sandro e Adílson seguem a primeira linha gaúcha de grandes volantes: jogarão o Gre-Nal
Foto: Vipcomm / Divulgação
Fonte: Terra
Publicidade