0

Leão aprova atuação e diz que rivais rezaram para manter resultado

16 nov 2011
23h09
atualizado em 17/11/2011 às 02h38

Emerson Leão gostou da atuação do São Paulo na derrota por 1 a 0 para o Atlético-PR, nesta quarta-feira, na Arena da Baixada, pelo Campeonato Brasileiro. O técnico tricolor disse que viu torcedores adversários apelando a forças superiores para que a vantagem obtida aos 10min do primeiro tempo, com gol de Guerrón, fosse mantida até o apito final.

"Nossa equipe fez um segundo tempo primoroso. Erramos nos dez primeiros minutos do jogo, a marcação estava errada, mas corrigimos", diagnosticou o treinador, referindo-se à dificuldade que Cícero, improvisado na lateral esquerda, teve para conter Guerrón nos primeiros momentos.

"No segundo tempo fomos para cima, fizemos o que todo mundo deseja, aparecemos frente a frente com o goleiro e criamos as chances. Você olhava para a arquibancada e só via gente rezando. A superioridade foi inegável, não tem como esconder. Mas, já que perdemos, dei os parabéns para o meu amigo, o (técnico Antonio) Lopes merece", acrescentou.

O resultado deixou o São Paulo mais distante da zona de classificação para a Copa Libertadores da América. Com 53 pontos, a equipe paulista caiu do sétimo para o oitavo lugar, com dois pontos a menos que o Botafogo, último integrante do G-5. Na pior das hipóteses, a distância será de três pontos ao fim da 35ª rodada.

Leão acha que ainda é possível alcançar o objetivo, mas sabe que a equipe precisa render mais contra América-MG (sábado, no Morumbi), Palmeiras (dia 27, no Pacaembu) e Santos (dia 4 de dezembro, provavelmente no Morumbi).

"O que acontece com os outros não é problema nosso. Nosso problema é adquirir confiança de vencedor, trabalhador. Foi isso que aconteceu aqui (em Curitiba)", emendou.

"Nós tivemos produção de São Paulo. Nosso time ficou em cima o tempo todo. Quem viu o jogo não acredita que foi 1 a 0 para o adversário, essa é a realidade, só que mais uma vez ajudamos os outros".

Para o duelo contra o América, o São Paulo poderá contar novamente com Luís Fabiano, que estava suspenso, e Piris, que vinha defendendo a seleção paraguaia. Willian José e Jean devem ser sacados.

Com gol de Guerrón, Sâo Paulo caiu ante Atlético-PR na Arena da Baixada
Com gol de Guerrón, Sâo Paulo caiu ante Atlético-PR na Arena da Baixada
Foto: Giuliano Gomes / Gazeta Press
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

publicidade