3 eventos ao vivo

Leão vê garotos são-paulinos como realidades, mas detecta inexperiência

25 out 2011
07h35
atualizado às 08h02

Um dos melhores trabalhos da carreira de Emerson Leão como treinador foi no Santos, em 2002, quando a segunda geração de Meninos da Vila faturou o título brasileiro guiada por jovens como Diego e Robinho. Agora no São Paulo, ele se sente pronto para dirigir outras promessas do futebol brasileiro, como Lucas e Casemiro.

» Veja os técnicos que já caíram neste Brasileiro
» Confira 50 opções de reforços grátis para seu time em 2012

"O treinador de uma grande equipe não precisa de recomendação em relação a garotos. Nossa obrigação é preparar sempre o futuro e às vezes o futuro é também o presente. Eles já passaram pela Seleção, não são mais garotos, são realidades", comentou Leão.

Entre os jovens são-paulinos, Lucas e Casemiro já defenderam a Seleção Brasileira principal, enquanto Bruno Uvini, Henrique, Wellington, Henrique Miranda e Willian José (o único que não foi formado em Cotia) têm passagens pelas divisões inferiores. Outras promessas do elenco são Luiz Eduardo e Rodrigo Caio.

Apesar da experiência com a amarelinha, dos altos salários e da fama precoce, Leão ainda detecta certa falta de experiência e espera auxiliar os jovens com sua vivência. "Eles têm muito caminho para percorrer. Se você observar as idades desses jogadores, vai ver que estão em fase de aprendizado e qualquer ajuda é benéfica. Nós estamos aqui para ajudá-los".

O comandante fará sua estreia pelo São Paulo nessa quarta, no jogo de volta pelas oitavas de final da Sul-americana, contra o Libertad, no Paraguai. Wellington e Lucas devem ser titulares.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade