3 eventos ao vivo

Luxemburgo deve dar oportunidades para Felipe e promessas esquecidas

1 ago 2013
07h35
atualizado às 08h43
  • separator
  • 0
  • comentários

Apesar de ser muito amigo de Abel Braga e ter oferecido a vitória contra o Cruzeiro para o ex-treinador do Fluminense, Vanderlei Luxemburgo deu claros indícios de que fará opções diferentes no comando do time. Já na sua primeira partida, o técnico alterou o esquema tático. Como se não bastasse, fez substituições em que utilizou três jogadores praticamente esquecidos por Abel em sua passagem pelo clube.

Brasileiro Série A 2013Rodada 10

Fluminenseffc-k-zFluminense1
0CruzeiroCruzeirocec-l

  • Fred 32 ' (2T)
    2013-07-31 22:30 GMT-000 (D) FinalizadoMaracanã
    Fred perde pênalti, mas marca e Flu vence na estreia de Luxa

    A primeira aposta pessoal de Luxemburgo na partida foi no meia Felipe. O jogador entrou ainda no primeiro tempo no lugar de Deco, que sentiu dores musculares na coxa direita. O treinador gostou do que viu e prometeu utilizá-lo mais vezes. Com Abel, chegou-se a cogitar a saída de Felipe do clube pela falta de oportunidades recebidas.

    “Ele ficou sem treinar cinco dias, participou só de dois trabalhos. Perguntei para o Felipe como ele estava. Ele é um jogador muito técnico, tem um olho muito agudo. Entrou muito bem no jogo. É um jogador que pretendo usar porque gosto muito”, disse Luxemburgo, que recordou uma história antiga com o meia. “Lembro que convoquei ele pela primeira vez para a Seleção junto com o Pedrinho. Só que agora ele está careca, tem uma piscina na favela”. brincou. 

    Brasileiro Série A 201338ª Rodada

    TimesPJ
    13Internacional >>Subiu 14838
    14Criciúma >>Subiu 14638
    15Fluminense >>Subiu 34638
    16Flamengo >>Desceu54538
    17Portuguesa >>Desceu44438

    As outras duas substituições envolveram jovens promessas que quase não pisavam no gramado junto das estrelas do time: o lateral direito Igor Julião e o atacante Roberth Kennedy, também muito pouco utilizados por Abel. Ambos deram mais velocidade à equipe.

    “Esses moleques vão continuar jogando. Antigamente era difícil colocar os jovens para jogar. Eles hoje em dia sabem tudo, já entram com tranquilidade. A responsabilidade de uma equipe pertence aos grandes jogadores. Moleques têm que entrar como hoje, com liberdade. A cobrança está nos mais experientes. Aí hoje eles entraram e se soltaram. É não dar muita responsabilidade para eles que eles resolvem. A responsabilidade tem que ser minha e dos mais experientes.”

    Luxemburgo explicou que armou a equipe num 4-4-2 mais clássico, em losango no meio-campo, porque a característica do time mudou com a saída de Thiago Neves e Wellington Nem. “Precisei colocar o Rafael Sóbis mais próximo do Fred para o centroavante não ficar isolado demais. Deco entrou atrás do ataque e Diguinho numa posição que não está muito acostumado, pela direita. Eles sentiram um pouco, é normal, mas jogaram bem”, explicou.

    Fonte: Terra
    • separator
    • 0
    • comentários
    publicidade