0

Luxemburgo pede que CBF vigie “fidelidade” entre clube e técnico

27 abr 2015
18h51
atualizado às 18h51
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Nesta terça-feira, a CBF realizou o primeiro encontro de técnicos da Série A do Campeonato Brasileiro. Entre os 17 presentes, Vanderlei Luxemburgo, do Flamengo, se mostrou o mais animado com a possibilidade de melhorias no cumprimento de sua profissão. Entre outras coisas, ele solicitou à entidade que seja mais rigorosa no cumprimento dos contratos entre clube e técnico.

"Dentro da instabilidade que vivem os técnicos, é bom que a CBF reconheça os contratos como entidade. O clube pode mandar embora o técnico, isso é normal, mas que ele, o clube, fique impedido de contratar outro antes que o contrato anterior se esgote, o que tem que ser recíproco para o treinador. É muito importante que a CBF de anuência a isso", disse Luxa.

Outro que conversou com a imprensa foi Felipão. Esta foi a primeira vez que o treinador foi à sede da CBF desde que deixou o cargo de treinador da Seleção Brasileira. Atualmente no Grêmio, ele destacou o bom relacionamento que nutre com os membros da entidade.

"Sentimento de carinho, um bom ambiente. Rever, estar junto com meus colegas treinadores e participar de um novo projeto com Dunga, Gilmar (Rinaldi, coordenador de Seleções), CBF é sempre muito bom", garantiu Felipão.

Finalista do Campeonato Paulista com o Palmeiras e com vasta rodagem no futebol brasileiro, Oswaldo de Oliveira pediu "atenção redobrada" com o evento já que o mesmo trará "méritos e vantagens a serem agregados no futebol".

Veja também:

Flamengo encostou no Palmeiras! Confira o ranking de maiores campeões nacionais do Brasil
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade