0

Na briga por Libertadores, Grêmio faz três e rebaixa o Guarani

28 nov 2010
18h56
atualizado às 21h19

A briga pela quarta vaga do Campeonato Brasileiro ficou para a última rodada. Neste domingo, o Grêmio visitou o Guarani e venceu por 3 a 0, contando com gols de André Lima, Jonas e Diego Clementino. O resultado mantém os gaúchos em quarto, com 60, um a mais que o Botafogo, justamente o adversário da partida final e único rival na briga pela vaga.

Para o Guarani, ficou a dor do rebaixamento à Série B. O time de Campinas termina o torneio na 18ª colocação, não podendo mais deixar esta colocação. São 37 pontos em 37 jogos no campeonato. A equipe de Vagner Mancini fez a pior campanha do segundo turno, conseguindo somente 11 pontos.

O Grêmio encerra sua participação no Brasileiro contra o Botafogo no Olímpico. Os gaúchos terão ainda que esperar a final da Copa Sul-Americana, entre Goiás e Independiente, para saber se conseguiram vaga à Copa Libertadores - em caso de título goiano, a quarta vaga deixará de existir. Já o Guarani enfrenta o Fluminense no Engenhão.

O jogo

Agarrado às poucas chances de não ser rebaixado, o Guarani partiu com tudo para cima do Grêmio. E quase marcou no primeiro minuto. Baiano enfiou ótima bola para Reinaldo, que tocou para dentro da área para a chegada de Mazola. Porém, Fábio Santos se adiantou, evitando a conclusão do atacante.

Também querendo vencer para se manter no G4, o time gaúcho perdeu o zagueiro Mário Fernandes aos 10min. Improvisado na direita, o jogador, que voltava a jogar depois de quatro meses parado, sentiu o tornozelo esquerdo e precisou ser substituído por Ferdinando.

Os goleiros só começaram a aparecer aos 23min, quando o Grêmio abriu o placar. Após cobrança de falta de Rochemback pela esquerda, André Lima subiu mais que a zaga e, de cabeça, desviou para a rede, sem chances para Emerson.

O jogo tornou-se, então, aberto. O Guarani, mais contundente em campo, pecava pela falta de criatividade, mas assustou com Baiano, em cobrança de escanteio, Mazola, que acertou o travessão, e Apodi, que quase enganou Victor em chute que quicou na frente do goleiro.

Na volta do intervalo, o Grêmio pareceu que tomaria conta da partida, mas foi apenas engano. O time do Sul seguiu cadenciando o jogo, vendo o Guarani chegar e obrigar Victor a fazer algumas defesas. Mas o time visitante seguia sem qualidade no meio de campo.

A melhor chance de empate do Guarani aconteceu em cobrança perfeita de falta de Baiano, que obrigou Victor a defender no ângulo esquerdo. Mas o time de Campinas, que seguia melhor, foi castigado com mais um gol. Diego Clementino foi derrubado na área por Ronaldo e, na cobrança, Jonas ampliou aos 33min.

Para confirmar a permanência entre os quatro primeiros, o Grêmio ampliou. Jonas viu Diego se movimentar e entrar na área e deu lindo passe para o companheiro, que afundou a rede de Emerson aos 38min. Era o rebaixamento selado do Guarani, que sentiu o gostinho da primeira divisão por apenas sete meses.

FICHA TÉCNICA

Guarani 0 x 3 Grêmio

Gols

Grêmio: André Lima, aos 23min do 1º tempo, Jonas, aos 33min do segundo tempo, e Diego Clementino, aos 38min

Ponto Forte do Guarani
Criou boas chances na bola parada com Baiano.

Ponto Forte do Grêmio
Jogadas de Lúcio pela lateral esquerda .

Ponto Fraco do Guarani
Reinaldo fez péssima partida e foi vaiado pela torcida da casa.

Ponto Fraco do Grêmio
Se fechou demais após o primeiro gol e só melhorou quando o Guarani foi para o ataque.

Personagem do jogo
Renato Gaúcho: escalou o time do Grêmio de modo eficiente, sem dar espaços ao Guarani.

Lance polêmico
Jogadores do Guarani reclamaram de pênalti em Diego, alegando que o atacante gremista se jogou.

Esquema Tático do Guarani
4-4-2
Emerson; Apodi, Aislan, Aílson e Márcio Careca; Maycon, Baiano, Paulinho (Pablo) e Diego Barboza (Ronaldo); Mazola e Reinaldo (Douglas). Técnico: Vágner Mancini.

Esquema Tático do Grêmio
4-4-2
Victor, Mário Fernandes (Ferdinando), Paulão, Rafael Marques e Fábio Santos; Fábio Rochemback, Adilson, Lúcio (Gilson) e Douglas; Jonas e André Lima (Diego). Técnico: Renato Gaúcho.

Cartões amarelos
Guarani: Baiano, Maycon, Ronaldo e Mazola
Grêmio: Fábio Rochemback e Jonas

Árbitro
Nielson Nogueira Dias (PE)

Local
Brinco de Ouro, em Campinas (SP)

FICHA TÉCNICA

Atlético-GO 1 x 1 São Paulo

Gols
Atlético-GO:

Elias, aos 19min do 2º tempo
São Paulo: Rogério Ceni, aos 11min do 2º tempo

Ponto Forte do Atlético-GO
Aproveitou bem as laterais com jogadas de Adriano e William.

Ponto Forte do São Paulo
Rogério Ceni fez boas defesas e marcou o gol do time visitante.

Ponto Fraco do Atlético-GO
Marcão esteve inoperante no ataque, pouco ameaçando a defesa são-paulina.

Ponto Fraco do São Paulo
Renato Silva esteve em péssimo dia, falhando no gol atleticano.

Personagem do jogo
Elias: fez o gol de empate do Atlético-GO e criou boas oportunidades.

Lance polêmico
Lucas foi derrubado na área atleticana aos 9min do segundo tempo por Agenor, mas o time da casa reclamou, alegando que o são-paulino se jogou.

Esquema Tático do Atlético-GO
4-4-2
Márcio, Adriano, Gilson, Welton Felipe (Pedro Paulo) e William; Agenor, Pituca, Robston e Renatinho (Anaílson); Marcão (Diogo Galvão) e Elias. Técnico: Renê Simões

Esquema Tático do São Paulo
4-4-2
Rogério Ceni, Jean, Alex Silva, Renato Silva e Samuel; Casemiro (Jorge Wagner), Cleber Santana, Lucas e Carlinhos Paraíba (Bruno Uvini); Lucas Gaúcho (Zé Vitor) e Marlos. Técnico: Paulo César Carpegiani.

Cartões amarelos
Atlético-GO: Agenor
São Paulo: Cleber Santana

Árbitro
Carlos Eugênio Simon (RS)

Local
Estádio Serra Dourada, Goiânia (GO)

Com informações do Lancepress!.

Fonte: Redação Terra

compartilhe

publicidade