0

Na Vila, Grêmio supera má fase e vence Santos debaixo de chuva

16 out 2011
17h53
atualizado em 17/10/2011 às 00h02

Debaixo de muita chuva, o Grêmio reagiu no Campeonato Brasileiro e venceu o Santos por 1 a 0, na Vila Belmiro, com gol do argentino Escudero. Após duas derrotas consecutivas, a equipe de Celso Roth volta a ganhar na Série A, mas continua distante das primeiras posições.

O Grêmio vai a 42 pontos, ultrapassa Coritiba e Palmeiras, e assume a nona posição. O Santos, com 38 pontos, continua estacionado na 13ª posição e tem um jogo por fazer.

Os santistas voltam a campo na próxima quarta-feira, contra o Botafogo, na Vila Belmiro - a partida, que ocorre às 20h30 (de Brasília), é válida pela 21ª rodada do Brasileiro. O Grêmio joga novamente fora de casa, no próximo sábado, diante do América-MG na Arena do Jacaré às 18h.

Sem jogadores importantes, o Santos foi um time quase inofensivo em partida marcada por muita chuva e voltou a preocupar seus torcedores a cerca de dois meses do Mundial de Clubes. O Grêmio fez um primeiro tempo seguro, marcou com Escudero e foi defensivamente seguro, com boa atuação de Victor, conquistando marca histórica: primeira vitória gremista na Vila Belmiro em toda a história do Campeonato Brasileiro.

A primeira vitória gremista na história da Vila

Sem Léo, Adriano, Paulo Henrique Ganso, Elano e Neymar, Muricy Ramalho teve problemas para definir a equipe do Santos. Bruno Rodrigo assumiu posição na zaga e Durval jogou improvisado na lateral esquerda. Rentería, pela primeira vez desde a chegada à Vila Belmiro, jogou no time titular. O Grêmio foi praticamente completo a campo, com apenas duas novidades: Gilberto Silva na zaga e André Lima no comando do ataque.

Melhor em campo, o Grêmio mereceu a vantagem construída nos primeiros 45 minutos em uma Vila Belmiro com placar prejudicado pelas fortes chuvas em Santos. Aos 3min, André Lima teve a primeira chance ao desferir uma pancada, de fora da área, e exigir trabalho de Rafael.

O Santos respondeu em seguida e Danilo, com bom cruzamento, deixou Borges em condições de marcar. Victor, parado, só olhou a finalização de carrinho do artilheiro do Brasileiro. Em seguida, o Grêmio respondeu e abriu o placar: em saída atrapalhada por baixo, Rafael deixou a bola solta e cometeu pênalti em André Lima. Na cobrança, Douglas parou no goleiro santista, mas Escudero, atento, fez no rebote.

Atrás do marcador, o time da casa até se mandou à frente, mas não conseguiu empatar até o intervalo. Borges assustou em finalização de cabeça, aos 37min, e Ibson, após ajeitada de Alan Kardec, foi freado pelo goleiro Victor.

O Santos, que já pressionava no fim do primeiro tempo, voltou com tudo atrás do empate. Aos 6min, Borges voltou a assustar em cruzamento de Danilo, e Victor fez milagre. Logo depois foi Henrique, em rebote do goleiro gremista, que perdeu a chance de igualar. Rafael, que havia falhado no gol, salvou os santistas aos 12min e aos 14min diante de Escudero e André Lima.

O Grêmio, após isso, controlou o jogo e confirmou sua vitória por 1 a 0, apesar de três substituições de Muricy Ramalho para tornar o Santos mais ofensivo. Os planos do treinador não surtiram efeito, e os jovens Breitner, Leandro Silva e Tiago Alves pouco ameaçaram Victor.

Ficha técnica

SANTOS 0 x 1 GRÊMIO

Gol
GRÊMIO: Escudero, aos 20min do 1º tempo

SANTOS: Rafael; Danilo (Leandro Silva), Edu Dracena, Bruno Rodrigo e Durval; Arouca, Henrique e Ibson (Tiago Alves); Rentería (Breitner), Alan Kardec e Borges
Treinador: Muricy Ramalho

GRÊMIO: Victor; Mário Fernandes, Gilberto Silva, Rafael Marques e Júlio César (Bruno Collaço); Fernando e Rochemback; Marquinhos (Adílson), Douglas e Escudero (Diego Clementino); André Lima
Treinador: Celso Roth

Cartões amarelos
SANTOS: Rafael, Edu Dracena
GRÊMIO: Fernando, André Lima

Árbitro
Emerson de Almeida Ferreira (MG)

Local
Vila Belmiro, em Santos (SP)


Fonte: Terra

compartilhe

publicidade