Brasileiro Série A

publicidade
05 de dezembro de 2011 • 14h15 • atualizado às 18h33

Neymar recebe Bola de Ouro do Brasileiro e é tietado por corintianos

Neymar: ausência em lista dos 3 melhores é justaClique no link para iniciar o vídeo
Neymar: ausência em lista dos 3 melhores é justa
 
Henrique Moretti
Direto de São Paulo

Neymar recebeu na manhã desta segunda-feira a notícia, oriunda de uma cerimônia em Paris, de que não está entre os três finalistas da Bola de Ouro da Fifa e da revista France Football. Mas o atacante não terminará a temporada sem um prêmio e ganhou a Bola de Ouro oferecida em conjunto pela revista Placar e pela emissora ESPN na tarde do mesmo dia.

» Quem é o craque do Brasileiro? Vote na megaenquete
» Confira como está o mercado da bola do Brasil para 2012
» Veja 20 jogadores que decepcionaram na Série A e escolha o pior

Eleito o melhor jogador do Campeonato Brasileiro, Neymar recebeu a premiação no Museu do Futebol, no Estádio do Pacaembu, em São Paulo. O atacante chegou ao evento acompanhado por três seguranças. Simpático, parou na entrada do estádio para tirar fotos com os fãs e dar autógrafos às cerca de 30 pessoas que aguardavam ansiosamente por ele.

A maioria formada por crianças, inclusive algumas torcedoras do Corinthians. "Eu quero que ele jogue no Corinthians", afirmou o garoto Vitor Motta, 14 anos, que vestia a camisa de uma torcida uniformizada da equipe por cima do uniforme da escola - ele confessa ter saído do colégio mais cedo para ver Neymar, Paulo André e Paulinho de perto. Os dois últimos também compareceram no evento para receber a Bola de Prata. Vitor quis um autógrafo até para Neymar pai, que acompanhou o filho até São Paulo e foi solícito com o jovem. "Claro que pedi, como um cara faz um filho que joga tanto?", completou.

Embora o Santos não tenha brigado pelo título nacional em nenhum momento e tenha terminado apenas na décima posição da tabela, o atacante conseguiu se destacar. Ele marcou 13 gols no Brasileiro, incluindo uma obra prima diante do Flamengo, na derrota por 5 a 4 na Vila Belmiro, que concorre ao Prêmio Puskas oferecido pela Fifa para o gol mais bonito do ano.

Neymar levou a Bola de ouro com uma média de 6,81 nas notas dadas pelos jornalistas da revista a cada rodada do campeonato. Trata-se do maior número obtido por um jogador desde 2002, quando Kaká somou 6,80 na campanha em que o São Paulo caiu diante do Santos nas quartas de final.

Como se não bastasse, o jovem, 19 anos, ainda ganhou nesta segunda a Chuteira de Ouro oferecida pela revista para o maior artilheiro da temporada. Ele ficou empatado com 78 pontos na disputa com o centroavante do Internacional Leandro Damião, mas acabou beneficiado por ter marcado mais vezes com a camisa da Seleção Brasileira.

Antes de encerrar o movimentado 2011, Neymar disputa o Mundial de Clubes da Fifa pelo Santos. Ele embarca nesta segunda-feira para o Japão. A equipe santista estreia em 14 de dezembro, enfrentando Kashiwa Reysol (JAP), Auckland City (NZL) ou Monterrey (MEX), e joga uma eventual final no dia 18 contra Barcelona (ESP), Ésperance (TUN) ou Al-Sadd (Catar).

Terra Terra