PUBLICIDADE

Palmeiras empata com líder Flu no fim e ajuda rival centenário

1 set 2010 - 23h59
(atualizado em 2/9/2010 às 07h50)
Publicidade

Em sua última partida no Maracanã, o Fluminense empatou com o Palmeiras por 1 a 1 após sofrer gol nos acréscimos. A equipe carioca deu adeus ao estádio nesta quarta-feira, que será fechado para as obras da Copa do Mundo, e teve como "presente de despedida" um tento de Ewerthon aos 48min.

O gol do Palmeiras faz com que o Flu abra quatro pontos de vantagem na liderança, facilitando o trabalho do Corinthians na briga pelo topo do Campeonato Brasileiro. O time alvinegro não atua neste meio de semana devido às comemorações do centenário do clube

As equipes foram prejudicadas pelas péssimas condições do gramado do Maracanã, que viu dois tempos distintos. O time carioca foi melhor na etapa inicial, enquanto os paulistas dominaram a partida após o intervalo.

Flu abre o placar

O Fluminense iniciou a partida com uma maior posse de bola, mas sem ameaçar o gol de Marcos. O goleiro precisou deixar a meta para socar bola após cruzamento de Conca aos 3min, e aliviou o perigo com tranquilidade. O Palmeiras trancou bem o meio de campo, sem deixar a equipe carioca trabalhar a bola.

Aos 13min, Fernando Henrique fez excelente defesa após cabeçada de Rivaldo, e ainda viu Valdivia chutar por cima do travessão na sequência. Dois minutos depois, Washington recebeu bola na área, mas se enrolou para finalizar e foi desarmado. Na sobra, Conca chutou, Emerson interceptou e completou para abrir o placar.

O Palmeiras tentou responder aos 17min, em chute de Valdivia, mas Fernando Henrique defendeu com firmeza. O Flu, porém, seguiu atacando, e, melhor na partida, ficou perto de ampliar aos 23min. Conca entrou pela esquerda e chutou para a boa defesa de Marcos. Deco chegou no rebote, mas errou a finalização.

A situação da equipe da casa se complicou quando Diogo sentiu lesão muscular e precisou ser substituído por Belletti. O ritmo dos ataques cariocas caiu, e aos 31min o Palmeiras estufou as redes. Kléber recebeu a bola após disputa e finalizou, mas a arbitragem viu impedimento.

O Flu passou a tocar a bola no meio de campo, buscando espaços na defesa palmeirense, e só voltou a ameaçar marcos nos instantes finais. Aos 45min, Émerson chutou da entrada da área, e a bola passou perigosamente rente à trave de Marcos.

Pressão alviverde

No segundo tempo, o Palmeiras voltou atacando mais, pressionando o Flu em seu campo de defesa. Tinga entrou no lugar de Pierre, melhorando a qualidade do passe no meio de campo. Aos 7min, Valdivia tentou chutar desequilibrado, e finalizou sem perigo ao gol de Fernando Henrique.

As marcações levavam a melhor sobre os ataques, e Felipão buscou acabar com o marasmo ofensivo apostando na entrada de Luan no lugar de Fabrício. Aos 16min, Marcos Assunção cobrou falta sofrida por Edinho e obrigou Fernando Henrique a fazer ótima defesa.

Três minutos depois, Kléber fez boa jogada pela esquerda e cruzou na entrada da área, para ver Valdivia chutar sem pontaria. A pressão palmeirense continuou, e Fernando Henrique salvou o Flu ao espalmar cobrança de falta traiçoeira de Marcos Assunção aos 22min.

A equipe carioca buscou cadenciar o jogo, mas abusava dos erros de passe e facilitava o trabalho do time paulista. Felipão lançou Ewerthon para buscar o empate, e o atacante ameaçou Fernando Henrique aos 33min em chute perigoso de fora da área. A partida virou um treino de ataque contra defesa, e marcação do time da casa levava a melhor.

O Fluminense teve excelente chance de ampliar aos 40min, em cabeçada de Leandro Euzébio, mas Marcos fez ótima defesa. O goleiro palmeirense agarrou novamente na sequência em chute de Conca, mas o árbitro já havia parado o lance por falta de ataque.

Buscando manter o resultado, Muricy Ramalho sacou Emerson e lançou André Luis, recuando a equipe. A situação do time da casa se complicou aos 46min, quando Leandro Euzébio fez falta dura em Kléber e foi expulso. Dois minutos depois, o Flu foi punido por sua omissão no ataque. Ewerthon aproveitou rebote de Edinho após bola alçada na área por Tinga e empatou a partida.

FICHA TÉCNICA

Fluminense 1 x 1 Palmeiras

Gols
Fluminense:

Emerson, aos 15min do 1º tempo
Palmeiras: Ewerthon, 48min do 2º tempo

Ponto Forte do Fluminense
Goleiro Fernando Henrique fez boas defesas e retardou o gol palmeirense.

Ponto Forte do Palmeiras
Equipe dominou a partida no segundo tempo, sendo premiada com o gol no final .

Pontos Fracos do Fluminense
Time carioca desistiu de jogar após o intervalo, recuando e vendo o Palmeiras controlar o jogo.Washington esteve em péssima noite, errando e desperdiçando os lances em que se envolveu.

Ponto Fraco do Palmeiras
Valdivia segue sem fazer uma boa atuação desde seu retorno ao Palmeiras. Nesta quarta-feira, pouco produziu.

Personagem do jogo
Luiz Felipe Scolari: o técnico pentacampeão com a Seleção mudou seu time para o segundo tempo, dominando o Flu. Ainda viu Ewerthon, aposta sua no final da partida, marcar o gol de empate.

Esquema Tático do Fluminense
4-4-2
Fernando Henrique; Thiaguinho, Gum, Leandro Euzébio e Julio Cesar; Diogo (Belletti), Fernando Bob, Deco e Darío Conca; Emerson (André Luís) e Washington. Técnico: Muricy Ramalho

Esquema Tático do Palmeiras
4-5-1
Marcos; Maurício Ramos, Danilo e Fabrício (Luan); Márcio Araújo, Pierre (Tinga), Edinho, Marcos Assunção, Valdívia (Ewerthon) e Rivaldo; Kleber. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Cartões amarelos
Fluminense: Leandro Euzébio, Emerson e Belletti
Palmeiras: Rivaldo, Márcio Araújo, Pierre e Edinho

Cartões vermelhos
Fluminense: Leandro Euzébio

Árbitro
Márcio Chagas da Silva (RS)

Local
Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Fonte: Redação Terra
Publicidade