PUBLICIDADE

Palmeiras perde pênalti no fim e Cruzeiro arranca empate em SP

4 set 2011 17h56
| atualizado às 18h54
Publicidade

Na estreia de seu novo treinador, Emerson Ávila, o Cruzeiro, mesmo saindo atrás no placar, conseguiu o empate diante do Palmeiras, por 1 a 1, neste domingo, no Estádio do Pacaembu, em partida válida pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Luan abriu o placar para a equipe alviverde, mas Montillo empatou para os mineiros.

No final da partida, a equipe da casa, que tembém atuou desfalcada do meia Valdívia que está com a seleção chilena, teve a chance de fazer o segundo gol, em cobrança de pênalti desperdiçada por Marcos Assunção.

Na sequência da competição, o Palmeiras, que segue na sexta posição, com 33 pontos, medirá forças com o Atlético-PR, na próxima quarta-feira, às 21h50, na Arena da Baixada. Simultaneamente, o Cruzeiro, que chegou à 28 pontos, terá o Fluminense pela frente, no Parque do Sabiá, em Uberlândia.

Com Kléber vetado após fazer um teste nos vestiários do Pacaembu, Felipão optou pela entrada do jovem Vinícius, para formar o ataque ao lado de Luan e Fernandão. Outra mudança em relação à equipe derrotada pelo Botafogo na última rodada foi a entrada do meia Patrik na vaga de Tinga. Já pelo lado celeste, o novo treinador Emerson Ávila optou por um esquema com três meias, Gilberto, Montillo e Roger, e apenas Anselmo Ramon na frente.

O jogo

Com mais posse de bola, o Palmeiras iniciou a partida comandando as ações. Porém, erros de passes e finalizações fizeram com que a equipe não ameaçasse a meta de Rafael. Luan foi o jogador mais acionado pelo clube alviverde, mas não conseguiu realizar boas jogadas. Do outro lado, os mineiros exerceram uma bela marcação, só que o meio de campo não se adaptou ao esquema proposto pelo novo treinador.

A primeira boa chegada da equipe alviverde foi com Márcio Araujo, que aos 5min, arrancou e bateu por cima da meta celeste. Mas a melhor chance de gol do primeiro tempo foi do Cruzeiro: aos 33min, Montillo fez bela jogada pela direita, cruzou e Anselmo Ramon se antecipou a Marcos, mas mandou para fora.

Na volta dos vestiários, o duelo seguiu da mesma maneira: com o Palmeiras tentando pressionar, porém sem efetividade, e o Cruzeiro se defendendo bem e saindo para os contra-ataques.

Luan, aos 10min, quase abriu o placar. Após cobrança de escanteio, o atacante pegou rebote e chutou rente à trave esquerda de Rafael. Três minutos depois, o goleiro cruzeirense impediu que Fernandão fosse às redes. Cicinho fez bela jogada pela direita e cruzou para o camisa 19, que cabeceou, com estilo, para boa defesa do arqueiro rival.

De tanto insistir, a equipe aliviverde conseguiu fazer seu primeiro tento. Aos 23min, Luan fez tabela com Fernandão e chutou para defesa de Rafael. No rebote, o camisa 11 marcou seu sétimo gol no Campeonato Brasileiro.

Com a vantagem no placar, os anfitriões diminuíram o ritmo de jogo e foram castigados com o gol de empate cruzeirense. Aos 40min, Montillo recebeu na entrada da área e bateu cruzado, sem chances para Marcos.

O Palmeiras ainda teve ótima oportunidade para sair vencedor. Aos 45min, João Vitor foi derrubado por Gilberto na área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Marcos Assunção chutou no meio, e com os pés, Rafael fez a defesa e coroou sua boa atuação na partida.

Ficha técnica

PALMEIRAS 1 x 1 CRUZEIRO

Gols
PALMEIRAS: Luan, aos 23min do segundo tempo

CRUZEIRO: Montillo, aos 40min do segundo tempo

PALMEIRAS: Marcos; Cicinho, Henrique, Maurício Ramos, Gabriel Silva; Marcio Araújo, Marcos Assunção; Vinicius (João Vitor), Patrik (Tinga) e Luan; Fernandão (Ricardo Bueno)
Treinador: Felipão

CRUZEIRO: Rafael; Marquinhos Paraná, Léo, Naldo e Gabriel Araújo (Sebá); Leandro Guerreiro, Charles, Gilberto, Roger (Keirrison) e Montillo; Anselmo Ramon (Bobô)
Treinador: Emerson Ávila

Cartões amarelos
PALMEIRAS: Maurício Ramos e Gabriel Silva
CRUZEIRO: Marquinhos Paraná, Gabriel Araújo, Leandro Guerreiro, Gilberto e Montillo

Árbitro
Leandro Pedro Vuaden (RS)

Local
Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)




Fonte: Terra
Publicidade