1 evento ao vivo

Palmeiras se reabilita de vexame, vira e afunda Atlético-MG

29 ago 2010
17h56
atualizado às 21h13

Jogando no Ipatingão, o Palmeiras venceu o Atlético-MG, de virada, por 2 a 1, com gols de Marcos Assunção e Kleber, que retornou de contusão. Os mineiros, ainda na zona do rebaixamento, com 14 pontos, na 18ª posição, marcaram com Neto Berola.

Com o resultado, os comandados de Felipão chegam aos 23 pontos e estão agora no nono lugar. O time alviverde se recupera da derrota em casa, por 3 a 0, para o Atlético-GO no meio de semana.

Já os mineiros acumulam o terceiro jogo sem vitória e mostram dificuldade para reagir no campeonato.

Na próxima rodada, os dois times jogam fora de casa, na quarta-feira. Às 21h (horário de Brasília), o Atlético-MG encara o Goiás. Às 22h, o Palmeiras joga contra o líder Fluminense.

O jogo

O Atlético-MG teve chance para abrir o placar logo aos 3min, com Neto Berola, que acertou o travessão de Marcos. Mas o que se seguiu na primeira etapa foi um predomínio palmeirense, com Valdivia e Kleber infernizando a zaga adversária.

O time alviverde, no entanto, não conseguia marcar por deficiências na finalização. Aos 24min, após receber bom passe de Valdivia, Kleber driblou Fábio Costa, mas tocou fraco para o gol e Réver salvou em cima da linha.

Aos 42min, novamente o Palmeiras esteve próximo de abrir o placar, quando Fabrício, livre na segunda trave, não aproveitou escanteio cobrado por Marcos Assunção, pegando mal na bola. Mesmo com Fábio Costa já batido, o palmeirense não conseguiu marcar.

O mau aproveitamento paulista nas finalizações foi punido na volta do intervalo, quando Neto Berola aproveitou passe de Serginho e, em condição legal, abriu o placar para o time alvinegro.

Felipão promoveu duas alterações para tentar se recuperar no jogo: Valdivia e Fabrício deram lugar a Luan e Tinga.

Logo depois, com a participação de um dos novos atletas em campo, o Palmeiras chegou ao empate: Luan recebeu de Kleber e bateu cruzado da lateral de área. Fábio Costa não segurou e Marcos Assunção marcou, no rebote.

A virada veio aos 30min, novamente com importante colaboração de Marcos Assunção, que tabelou com Kleber e deixou o atacante, retornando de contusão, em boa condição para fazer o seu.

O Palmeiras ainda teve chance de ampliar aos 40min, com nova assistência de Marcos Assunção, que estava em tarde inspirada. O meia cruzou do lado esquerdo na segunda trave. Luan cabeceou firme e Fábio Costa evitou o terceiro gol.

FICHA TÉCNICA

Atlético-MG 1x2 Palmeiras

Gols
Atlético-MG:

Neto Berola, aos 7min do segundo tempo.
Palmeiras: Marcos Assunção, aos 21min; Kleber, aos 31min do segundo tempo

Ponto Forte do Atlético-MG
Destaques para Réver na defesa e Neto Berola, que entrou no ataque, no apagado time mineiro.

Ponto Forte do Palmeiras
Não se abalou com o gol tomado logo no começo do segundo tempo e dominou as ações para garantir a primeira vitória fora de casa.

Ponto Fraco do Palmeiras
Não conseguiu aproveitar as chances criadas no primeiro tempo.

Ponto Fraco do Atlético-MG
Abusou das faltas em cima de Valdívia e mostrou um futebol desorganizado.

Personagem do jogo
Marcos Assunção: apesar de Kleber e Valdivia serem mais comentados, Marcos Assunção vem fazendo a diferença no time e participado de todos os lances de gol.

Esquema Tático do Palmeiras
4-4-2
Marcos; Maurício Ramos, Danilo e Fabrício (Luan); Márcio Araújo, Edinho, Pierre, Marcos Assunção (Patrik) e Rivaldo; Valdívia (Tinga) e Kléber
Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Esquema Tático do Atlético-MG
4-4-2
Fábio Costa; Rafael Cruz, Werley, Réver e Eron; Rafael Jataí, Mendez (Serginho), Diego Souza (Fabiano) e Ricardinho; Tardelli e Neto Berolla (Ricardo Bueno)
Técnico: Wanderley Luxemburgo.

Cartões amarelos
Atlético-MG: Mendez e Réver
Palmeiras: Kleber

Árbitro
Marcelo de Lima Henrique (RJ)

LocalEstádio Epaminondas Brito, em Ipatinga (MG)




Fonte: Redação Terra
publicidade