3 eventos ao vivo

Pelo alto, Fluminense bate São Paulo e se mantém na briga pela ponta

9 ago 2012
22h53
atualizado em 10/8/2012 às 09h06

Em partida com três gols de cabeça, o Fluminense venceu o São Paulo por 2 a 1 nesta quinta-feira. Com o triunfo, o time carioca, que foi a 32 pontos, continuou na briga pela liderança da Série A do Campeonato Brasileiro. Já a equipe paulista, que continuou com 25, desperdiçou a chance de entrar no G-4. O duelo foi realizado no Estádio São Januário.

O Fluminense foi mais eficaz em jogadas aéreas e levou a melhor nesta quinta-feira
O Fluminense foi mais eficaz em jogadas aéreas e levou a melhor nesta quinta-feira
Foto: Mauro Pimentel / Terra

» Veja como foi Fluminense x São Paulo

No próximo domingo, o São Paulo encarará outro rival tricolor: o Grêmio, no Morumbi. No mesmo dia, o Fluminense receberá o Palmeiras.

O jogo

Criticado pela torcida na rodada passada (quando o time tricolor derrotou o Sport por 1 a 0 no Morumbi), o atacante Willian José foi sacado nesta quarta-feira. O técnico Ney Franco optou por escalar Cìcero improvisado, ao lado do jovem Ademilson.

O São Paulo, com a marcação adiantada, conteve sem muitas dificuldades as investidas dos donos da casa e conseguiu rodar bem a bola. O esquema, no entanto, não produziu lances de perigo. Os recorrentes passes errados e as teimosas ligações diretas dos são-paulinos fizeram do goleiro Diego Cavalieri um mero espectador até os 28min.

Foi quando o eficiente Rogério Ceni bateu falta na entrada da área com perigo e assustou o arqueiro rival, que, dois minutos depois, espalmou para a linha de fundo chute cruzado do meia Jadson, que invadiu a área após erro na saída de bola do lateral Wallace.

Mesmo encolhido atuando como mandante, o Fluminense abriu o placar no Estádio São Januário. Aos 35min, Thiago Neves cobrou falta de longe e, antecipando-se ao goleiro Rogério, Leandro Euzébio desviou para as redes. Os paulistas, apesar da desvantagem, continuaram ofensivos e igualaram utilizando o mesmo artifício. Jadson ergueu a bola batendo falta e o "curinga" Cícero, sozinho, testou para marcar.

Após fazer um bom primeiro tempo, o São Paulo voltou do vestiário desatento. Ao contrário da equipe carioca, que tomou a dianteira do confronto novamente aos 4min. Jean cruzou na medida para Fred cabecear com classe. A bola viajou e morreu dentro da meta são-paulina.

Com o tento, o Fluminense cresceu, encurralou os adversários, mas não conseguiu anotar mais. O São Paulo, por sua vez, (que contou com a estreia do volante Paulo Assunção) até que tentou empatar - aos 42min, Jadson arrematou rasteiro e obrigou Cavalieri intervir providencialmente - contra-golpes, mas não obteve êxito.

Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade