2 eventos ao vivo

Ponte perde três titulares para confronto direto de domingo

9 ago 2013
11h46
atualizado às 11h46
  • separator
  • 0
  • comentários

O empate arrancado nos minutos finais diante do Vasco, em pleno São Januário, teve sabor de vitória, mas a Ponte Preta já está focada para o confronto de domingo contra o Criciúma, adversário direto na luta pela permanência na elite do Campeonato Brasileiro. E o técnico Paulo César Carpegiani não poderá contar com três titulares.

<p>William marcou seu 23° gol e é o artilheiro do Brasil no ano</p>
William marcou seu 23° gol e é o artilheiro do Brasil no ano
Foto: Wagner Meier/Agif / Gazeta Press

Os principais desfalques estão no meio-campo, justamente o setor mais carente do elenco alvinegro. Baraka recebeu o terceiro cartão amarelo e cumpre suspensão automática, enquanto Fernando Bob torceu o tornozelo ainda no primeiro tempo da partida no Rio de Janeiro e fica afastado dos gramados por cerca de dez dias. Já o meia Ramírez foi convocado para defender a seleção peruana, assim como o lateral-direito Luís Advíncula, não relacionado para os últimos dois jogos.

Para substituir Baraka, o treinador deve optar por Magal, que entrou no decorrer do jogo contra o Vasco da Gama, no lugar de Fernando Bob, lesionado. Na função de segundo volante, Carpegiani tem poucas opções e a briga fica entre Paulo Roberto e Fernando. Assim como aconteceu diante do Fluminense, quando Ramírez estava suspenso, Giovanni será o escolhido para assumir a camisa 10.

As outras mudanças estão na defesa. O goleiro Roberto e o lateral-direito Régis seguem mantidos. Após cumprir suspensão automática, Ferron retorna no lugar de César, enquanto Diego Sacoman, que atuou improvisado na esquerda, volta para a zaga e Gustavo fica apenas como opção no banco de reservas. Uendel, que entrou bem na última quinta-feira, reassume a camisa 6 alvinegra.

"Vamos jogar em casa e temos que fazer prevalecer o mando e vencer. É esse espírito que todos temos que colocar na cabeça e entrar em campo. Aos poucos os jogadores vão assimilando que não somos nem mais nem menos do que ninguém. São onze contra onze e trabalhamos essa mentalidade todos os dias para eles sentirem os efeitos da vitória", destacou Carpegiani.

Na 15ª colocação, com 12 pontos, a Ponte Preta ainda tem um jogo para ser realizado, já que o duelo contra o Atlético-MG, válido pela oitava rodada, foi adiado e a nova data ainda não está definida pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Fonte: André Regi Esmeriz - Especial para o Terra André Regi Esmeriz - Especial para o Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade