1 evento ao vivo

Pupilo de Felipão brilha, Palmeiras massacra Avaí e assume 2º lugar

19 jun 2011
17h48
atualizado às 18h00

Conestado e vaiado pela torcida palmeirense, o atacante Luan sempre recebeu o alento de Luiz Felipe Scolari, que defendia ferrenhamente o jogador. Tratado com carinho e muito respeito pelo treinador, o jogador respondeu aos questionamentos com louvor neste domingo. Com dois gols do camisa 21, o Palmeiras massacrou o Avaí por 5 a 0, no Estádio do Canindé, e assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro. Kleber, também por duas vezes, e Lincoln fecharam o marcador da goleada do time alviverde diante dos catarinenses.

Beneficiado pela folga do Corinthians neste final de semana - o clube de Parque São Jorge teve o clássico contra o Santos, na Vila Belmiro, adiado para 10 de agosto, por conta da participação do time praiano na decisão da Copa Libertadores na próxima quarta-feira -, o Palmeiras assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro com a goleada deste domingo. O time comandado por Luiz Felipe Scolari chegou aos 11 pontos e ultrapassou o arquirrival na segunda colocação.

Em contrapartida ao time verde, o Avaí sofre para fugir das últimas colocações. Com a derrota na estreia, o técnico Alexandre Gallo viu a equipe se manter na última posição da tabela de classificação, com apenas um ponto somado. O time catarinense, em virtude do péssimo início de Série A, já trabalhará com dispensas nos próximos dias, com o objetivo de melhorar o calvário do clube na elite do futebol brasileiro.

Embalado pela goleada deste domingo, o Palmeiras volta a campo no próximo domingo, às 16h (de Brasília), quando terá pela frente o Ceará, no Estádio Presidente Vargas. Por outro lado, o Avaí, buscará a reabilitação diante do Fluminense, na Ressacada, também no domingo, às 16h.

O jogo

Durante a semana, Luiz Felipe Scolari ressaltou a importância da vitória para o Palmeiras terminar a quinta rodada na vice-liderança, e, momentos antes de iniciar o confronto, o técnico deu uma mostra aos torcedores da necessidade dos três pontos. Tratado como dúvida durante os treinamentos, o capitão Kleber acabou aprovado pelo departamento médico e escalado como titular para o compromisso diante do Avaí.

Além de Kleber, Felipão levou a campo o Palmeiras com mais três jogadores de características ofensivas, o que resultou em um domínio do clube alviverde durante a primeira parte da etapa inicial. Com Lincoln, Wellington Paulista e o titular absoluto Luan, como Scolari gosta de ressaltar, a equipe de Palestra Itália se impôs no campo de defesa do adversário. Entretanto, os constantes erros de passes perto da área catarinense impediam o time paulista de assustar o goleiro Aleks.

Sem volume de jogo ofensivo pela falta de criatividade, o Palmeiras novamente apelou para as bolas paradas, e com sucesso. Aos 18min, Marcos Assunção cobrou escanteio venenoso na primeira trave. Após pequena confusão, a bola chegou no poste oposto, na direção de Lincoln, que dividiu a bola com George Lucas e saiu para comemorar o primeiro gol palestrino no confronto deste domingo.

Primeiro, porque o Palmeiras cresceu na partida com a vantagem no marcador. O gol motivou a equipe, que passou a marcar no campo adversário. A postura agressiva assustou o Avaí, e aumentou a vantagem paulista. Aos 21min, Cicinho roubou a bola de Julinho perto da linha de fundo, carregou e cruzou na medida para Luan. Com categoria, o contestado atacante finalizou firme, no contrapé de Aleks, e marcou o segundo gol.

A vantagem tranquila resultou em uma quebra de ritmo palmeirense. Apesar da relativa queda ofensiva, o time da casa assustou novamente aos 24min, com Marcos Assunção. Em falta da intermediária, o meio-campista arriscou de longe e carimbou o travessão do Avaí.

Confortável em campo, o clube comandado por Luiz Felipe Scolari tentou administrar o resultado até o final da primeira etapa, e quase sofreu as consequências pela queda da agressividade. Aos 25, Pedro Ken arriscou da entrada da área e obrigou Marcos a executar uma linda defesa.

O susto acordou o time verde, que novamente chegou com perigo aos 32min. Lincoln recebeu dentro da área e arriscou colocado. A bola, contudo, não foi na direção pretendida pelo meia, que perdeu uma ótima oportunidade. A chance desperdiçada, contudo, não fez falta. Principalmente por causa de Luan, disparado o melhor jogador palestrino durante a primeira etapa.

Aos 41min, Luan arrancou pela ponta esquerda e fez uma linda jogada. O camisa 21 tentou o cruzamento para Kleber na segunda trave, mas a bola desviou no meio do caminho e entrou nas redes do Avaí. O ritmo intenso do final da primeira etapa, entretanto, não parou por aí. Aos 43min, Kleber acertou um lindo chute no ângulo esquerdo de Aleks e coroou a ótima primeira etapa palestrina com um golaço.

A enorme vantagem permitiu ao Palmeiras diminuir o ritmo no início da segunda etapa. Tranquilo dentro de campo, o time comandado por Luiz Felipe Scolari manteve a posse de bola e trabalhou com calma no campo do Avaí. Contudo, modificado, a equipe catarinense foi a primeira a assustar: aos 7min, o colombiano Estrada, que entrou no intervalo, arriscou da entrada da área e carimbou a trave de Marcos.

A chance avaiana acordou o Palmeiras, principalmente Luan, o maior destaque desta tarde de domingo no Canindé. Aos 10min, o camisa 21 arrancou pela esquerda, chegou perto da área e cruzou na medida para Wellington Paulista. Entretanto, o centroavante do time paulista perdeu o tempo da bola e perdeu a oportunidade de marcar o quinto tento.

Contudo, não demorou muito para a torcida comemorar novamente no Estádio do Canindé. Aos 25min, Lincoln foi lançado na área, mas acabou puxado por Acleisson e sofreu o pênalti. Os instantes antes da cobrança foram cercados de mistério: a torcida pediu e os jogadores chamaram o goleiro Marcos para bater a infração. Entretanto, Scolari vetou, e Kleber, com categoria, assinalou seu segundo no confronto e finalizou o massacre do Palmeiras sobre o Avaí.

FICHA TÉCNICA

Palmeiras 5 x 0 Avaí

Gols:

Palmeiras: Lincoln, aos 18min do primeiro tempo; Luan, aos 21min, e, aos 41min do primeiro tempo; Kleber, aos 43min do primeiro tempo, e, aos 26min do segundo tempo

Palmeiras
Marcos; Cicinho, Thiago Heleno, Leandro Amaro e Rivaldo; Márcio Araújo, Marcos Assunção, Lincoln (Patrik) e Luan; Wellington Paulista (Chico) e Kleber (Dinei).
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Avaí
Aleks; George Lucas (Estrada), Cássio, Bruno e Julinho (Romano); Marcinho Guerreiro, Acleisson, Marquinhos Gabriel e Pedro Ken; Robinho (Fabio Santos) e Willian.
Técnico: Alexandre Gallo

Cartões Amarelos
Palmeiras: Wellington Paulista e Luan
Avaí: Julinho, Bruno, Marcinho Guerreiro e Acleisson

Árbitro
Fabrício Neves Correa (RS)

Local
Estádio do Canindé, em São Paulo (SP)








Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade