PUBLICIDADE

Saiba por que o Barueri tem time com prazo de validade

11 ago 2009 - 17h51
Publicidade

Sexto colocado no Campeonato Brasileiro, o Barueri vive um desmanche a conta-gotas. Nesta terça-feira, se encerra o contrato do atacante Fernandinho, principal destaque na competição. Além disso, mais sete titulares têm vínculo acabando em menos de seis meses e alguns, como Thiago Humberto, negociam com outros clubes. Para piorar as coisas, Estevam Soares deixou o comando técnico e assumiu o Botafogo.

» Fernandinho não deve jogar mais, diz presidente
» Estevam Soares assume o Botafogo
» Em alta, Fernandinho mira clube de ponta e Seleção
» Receba os gols do seu time pelo celular

Neste momento, o goleiro Renê, o zagueiro André Luís, o lateral Marcos Pimentel, os volantes Éverton e Ralf, o meia Thiago Humberto e o atacante Val Baiano estão livres para assinar com outro clube para 2010. Xandão está emprestado pelo Fluminense, enquanto Márcio Careca tem contrato também até maio do ano que vem. A única exceção com longo vínculo é Leandro Castan. O desmanche é iminente.

"Nós montamos e remontamos times até hoje, sempre com qualidade. Fizemos isso em nove anos, sempre de acordo com nosso bolso. Nunca tivemos time medíocre, mas é claro que preocupa", admite o presidente Walter Sanchez em contato com o Terra. Ele, no entanto, nega ingenuidade por deixar jogadores livres para negociação. "Acho que vamos perder uns três, no máximo", prevê.

De acordo com Walter Sanchez, o contrato de Thiago Humberto era por cinco temporadas, mas nunca o clube conseguiu renovar. Em Porto Alegre, acredita-se que já esteja fechado para jogar no Inter em 2009. "Soubemos que foi oferecido R$ 1 milhão em luvas e mais R$ 70 mil mensais ao jogador. Não temos como cobrir. O Barueri é um time pequeno", diz o presidente, que acusa o clube colorado de tentar levar Kanu, hoje no exterior, para o Beira-Rio há dois anos.

André Costa, procurador de Renê e Ralf, diz que os jogadores têm sondagens de outros clubes do Brasil e do exterior, apesar de não serem confirmadas oficialmente. "Acho que o Estevam gosta muito dos dois e pode tentar levá-los para o Botafogo", especula.

Preocupação para o returno?

O atacante Fernandinho acredita que o Barueri tenha se descuidado em permitir contratos curtos, mas assegura a manutenção da forma no returno, apesar de jogadores eventualmente negociarem seus futuros paralelamente. "Temos pessoas muito boas no elenco, não pensam nisso. Essa preocupação está longe e não podemos levar isso para dentro de campo", diz.

Walter Sanchez concorda com Fernandinho, que já não tem mais vínculo com o Barueri. "O grupo se valorizou, mas pode se desvalorizar muito rápido. O empresário, o dirigente de futebol, analisa o presente, vive esse momento. Se for lá pra baixo, esquecem".

Veja a situação contratual dos titulares do Barueri:

René - goleiro - 32 anos
Contrato até 15/12/2009

Xandão - zagueiro - 21 anos
Emprestado pelo Fluminense

André Luís - zagueiro - 30 anos
Contrato até 31/12/2009

Leandro Castan - zagueiro - 22 anos
Contrato até 31/12/2011

Marcos Pimentel - lateral - 26 anos
Contrato até 30/12/2009

Márcio Careca - lateral - 31 anos
Contrato até 30/05/2010

Ralf - volante - 25 anos
Contrato até 13/12/2010

Éverton - volante - 25 anos
Contrato até 30/12/2009

Thiago Humberto - meia - 24 anos
Contrato até 01/01/2010

Fernandinho - atacante - 23 anos
Contrato se encerra nesta terça

Val Baiano - atacante - 28 anos
Contrato até 31/01/2010

Thiago Humberto já teria pré-contratado assinado com o Internacional para o ano que vem
Thiago Humberto já teria pré-contratado assinado com o Internacional para o ano que vem
Foto: Daniel Zappe/Vipcomm / Divulgação
Fonte: Terra
Publicidade