0

Santos se "vinga" e Corinthians perde 1º clássico no ano

31 mai 2009
17h54
atualizado às 20h41

Na reedição da final do Paulista deste ano, o Santos obteve a sua "vingança" contra o Corinthians na tarde deste domingo, contando mais uma vez com grande presença de público na Vila Belmiro. Desta vez pelo Campeonato Brasileiro, em jogo que movimentou a quarta rodada, o time da casa passou pelos reservas do time do Parque São Jorge por 3 a 1, impondo aos rivais a primeira derrota em clássicos disputados nesta temporada.

» Veja fotos de Santos x Corinthians
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela completa
» Comente a vitória do Santos

Focado na disputa da semifinal da Copa do Brasil, torneio em que brigará por vaga na decisão na próxima quarta-feira, contra o Vasco, o Corinthians sustentava uma invencibilidade de sete partidas contra os tradicionais rivais do Estado. Em confrontos no Paulista, o time obteve quatro vitórias, três empates e nenhuma derrota na campanha do título.

Dos principais times do Estado, apenas o Palmeiras não foi batido pelos corintianos nesta temporada, já que no único encontro entre as duas equipes, ficaram no empate por 1 a 1 em Presidente Prudente, jogo marcado pelo primeiro gol de Ronaldo em seu retorno aos gramados. Já santistas e são-paulinos caíram duas vezes cada em três partidas realizadas pelo Paulista.

Além de encerrar a boa fase do Corinthians em clássicos, o Santos já começa a brigar pelos primeiros lugares do Brasileiro com o triunfo deste domingo. Agora com oito pontos, a equipe da Baixada entra no grupo dos quatro primeiros colocados e vence a segunda partida consecutiva. Já o time comandado pelo técnico Mano Menezes estaciona nos quatro pontos e segue com campanha irregular, já que está dividido na disputa da reta final da Copa do Brasil.

Atuando contra uma equipe de caras praticamente desconhecidas, o Santos mostrou superioridade e contou com a tarde inspirada do jovem meia Paulo Henrique Lima, autor de dois gols no clássico. Outro que se deu bem no duelo foi Madson, que foi alvo de críticas por parte da torcida após receber de presente uma camisa de Ronaldo e ser chamado de "corintiano". O camisa dez teve outra atuação destacada pela equipe e foi o responsável por fechar o placar na Vila Belmiro.

O domínio do Santos foi transformado em gols a partir dos 17min da etapa inicial. Em jogada de velocidade pelo lado direito, Luizinho tabelou com Rodrigo Souto e foi ao fundo para cruzar para Paulo Henrique, que só teve o trabalho de empurrar de primeira. O goleiro Júlio César, substituto de Felipe, tentou evitar a abertura do placar, mas viu a bola ultrapassar a linha quando se esticou para fazer a defesa. Já aos 30min, o mesmo meia lançou Kléber Pereira e aproveitou rebote de um chute do centroavante para aumentar a vantagem dos mandantes.

Os reservas do Corinthians esboçaram uma reação na etapa final da partida e chegaram a descontar em jogada iniciada por Marcinho, que fez boa jogada e serviu Lulinha do lado direito do ataque. O jovem atacante bateu e viu Fábio Costa espalmar nos pés de Renato, que só tocou para as redes. Mas no fim, o baixinho Madson iniciou jogada, viu a bola passar por Kléber Pereira e Germano e patriu para a área para completar um chute cruzado e fechar o placar.

FICHA TÉCNICA

Santos 3 x 1 Corinthians

Gols
Santos: Paulo Henrique Lima, aos 17min e aos 30min do 1º tempo, e Madson, aos 44min do 2º tempo
Corinthians: Renato, aos 5min do 2º tempo

Polêmicas com arbitragem
- Lance do primeiro gol do Santos, em que Paulo Henrique bateu para o gol e Júlio César fez a defesa em dois tempos. No entanto, a bola já havia ultrapassado totalmente a linha e o tento foi confirmado;
- Expulsão de Lulinha no segundo tempo, quando o jovem atacante cometeu falta dura e recebeu o cartão vermelho direto, para reclamação dos corintianos

Pontos Fortes do Santos
- Criação das jogadas ofensivas, contando com tarde inspirada dos meias Paulo Henrique e Madson;
- Boa atuação dos volantes, que seguraram as principais investidas do Corinthians

Ponto Forte do Corinthians
- Atuação destacada do goleiro Júlio César, que evitou um placar mais elástico na Vila Belmiro e mostrou que pode substituir o titular Felipe em algumas partidas

Ponto Fraco do Santos
- Ineficiência das jogadas pelas laterais, principalmente com Luizinho e Léo, que pouco mostraram

Ponto Fraco do Corinthians
- Excesso de passes errados e pouca objetividade do ataque

Personagem do jogo
Paulo Henrique, do Santos

Esquema Tático do Santos
4-5-1
Fábio Costa; Luizinho (Pará), Fabão, Fabiano Eller e Léo (Germano); Roberto Brum, Rodrigo Souto, Paulo Henrique Lima, Madson e Molina (Neymar); Kléber Pereira; técnico: Vágner Mancini

Esquema Tático do Corinthians
4-4-2
Júlio César; Diogo, Jean, Renato e Wellington Saci (Bruno Bertucci); Jucilei (Marcinho), Moradei (Jadson), Boquita e Morais; Lulinha e Souza; técnico: Mano Menezes

Cartões Amarelos
Santos: Fabiano Eller
Corinthians: Souza, Jean, Boquita e Renato

Cartões Vermelhos
Corinthians: Lulinha

Árbitro
Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)

Público
10.666 pagantes

Renda
R$ 245.040,00

Local
Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)





Fonte: Terra
publicidade