2 eventos ao vivo

São Paulo reage e empata com Inter no Beira-Rio

22 jul 2009
23h46
atualizado em 23/7/2009 às 02h15

O Internacional esteve com a vitória nas mãos, mas permitiu a reação do São Paulo e empatou em casa por 2 a 2. Os gaúchos começaram a partida com D'Alessandro e Taison no banco, o que permitiu a Alecsandro aparecer bem e marcar duas vezes no primeiro tempo. Os gols são-paulinos saíram do segundo tempo

» Veja fotos da partida
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela completa
» Comente o resultado do jogo

O time paulista começou bem a partida, apertando o Inter na saída de bola. A marcação da equipe visitante funcionava, então os gaúchos passaram a postar no chute de fora da área. Aos 18min, Guiñazu bateu de longe e Bosco espalmou bem. Aos 24min, Índio apareceu pela esquerda e o goleiro são-paulino saiu para fazer a defesa e levou uma joelhada do companheiro André Dias. O jogador sofreu uma fratura e deve ficar fora por pelo menos dois meses.

Bosco precisou ser substituído, mas, antes disso, viu Alecsando completar de cabeça falta cobrada por Kléber e abrir o placar em posição irregular aos 29min. Sete minutos depois, em jogada idêntica, o atacante do Inter desviou cobrança de Kléber para fazer o segundo gol - novamente em impedimento.

Nos minutos finais do primeiro tempo, a equipe gaúcha tocou bola no ataque e buscou o terceiro gol, enquanto o São Paulo assistia e a torcida cantava "olé". Porém, aos 46min Richarlyson invadiu a área e foi derrubado por Guiñazu. Washington cobrou mal o pênalti e Lauro defendeu.

O São Paulo voltou bem do intervalo e, aos 3min, Hernanes tabelou com Washington, invadiu a área e chutou na saída de Lauro. O gol animou o time visitante, que seguiu atacando. O Inter conseguiu equilibrar o jogo e passou a apostar no contra-ataque, enquanto os visitantes tocavam a bola. Aos 24min, Jean cortou sobre a marcação e chutou cruzado. A bola pegou efeito e entrou no ângulo.

O Inter apostou, então, na entrada de D'Alessandro. A partida começou a ficar truncada, com as equipes tentando passar pela marcação do meio de campo. Com a entrada de Taison nos minutos finais, os gaúchos passaram a atacar com ainda mais perigo. Aos 44min, Taison bateu cruzado e a bola passou à direita do gol de Denis.

O último lance de perigo foi aos 47min, com D'Alessandro, que bateu falta para a boa defesa de Denis. Com o apito final, os gritos de "olé" do final do primeiro tempo transformaram-se em vaias.

Ficha Técnica

Gols
Internacional: Alecsandro, aos 29min e aos 36min do 1º tempo.
São Paulo: Hernanes, aos 3min do 2º tempo, e Jean, aos 24min.

Lance bizarro
Aos 14min do 1º tempo, Dagoberto cobrou falta da intermediária, mas escorregou e mandou a bola no meio do gol para a fácil defesa de Lauro.

Lances polêmicos
Os dois gols de Alecsandro, que foram idênticos, foram feitos em jogadas de impedimento.

Richarlyson caiu após dividida com Guiñazu aos 47min do primeiro tempo e o juiz viu pênalti, que não houve. Para a sorte do Inter, Washington perdeu o pênalti.

Pontos Fortes do Internacional
Bola aérea

Presença de Alecsandro na área

Ponto Fraco do Internacional
Erros de finalização

Falta de criatividade no ataque

Pontos Fortes do São Paulo
Marcação na saída de bola

Poder de reação no segundo tempo

Pontos Fracos do São Paulo
Junior César foi mal na marcação e no apoio

Richarlyson falhou nos dois gols marcados por seu irmão Alecsandro

Washington apareceu pouco e perdeu pênalti

Personagem do jogo
Alecsandro, autor de dois gols

Esquema Tático Internacional
4-4-2
Lauro; Bolívar, Índio (Taison), Sorondo e Kléber; Sandro (D'Alessandro), Magrão, Guiñazu e Andrezinho (Giuliano); Alecsandro e Nilmar; Técnico: Tite

Esquema Tático São Paulo
3-5-2
São Paulo; Renato Silva, André Dias e Miranda; Jean, Richarlyson, Hernanes, Marlos (Jorge Wagner) e Junior César; Dagoberto (Borges) e Washington; Técnico: Ricardo Gomes

Cartões Amarelos
Internacional: Índio, Sorondo, Guiñazu e Alecsandro
São Paulo: Richarlyson e Júnior César

Árbitro
Rodrigo Nunes de Sá (RJ)


Fonte: Terra
publicidade