0

São Paulo vence "nova Batalha dos Aflitos" e é vice-líder

30 set 2009
23h46
atualizado em 1/10/2009 às 00h54

Jogando no Recife, o São Paulo conseguiu uma vitória heroica em uma verdadeira Batalha dos Aflitos. A equipe venceu o Náutico por 2 a 1, em partida que o time tricolor teve dois jogadores expulsos. O resultado deixa a equipe paulista temporariamente na segunda colocação do Campeonato Brasileiro, ultrapassando o Goiás - que recebe o Sport no domingo. Já os pernambucanos podem entrar na zona de rebaixamento no final de semana, caso Santo André ou Botafogo vençam suas partidas.

» Veja fotos de Náutico x São Paulo
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela e os resultados
» Comente o resultado da partida

O Náutico começou a partida pressionando a saída de bola do São Paulo e deu trabalho à defesa visitante. Aos 6min, Patrick foi derrubado por Junior César na área e o juiz marcou pênalti. Na cobrança, Bruno Mineiro bateu no canto direito e Bosco fez ótima defesa. Seis minutos depois, porém, o atacante se redimiu. O jogador aproveitou sobra na área após cobrança de falta e marcou para o time da casa.

Os pernambucanos seguiram superiores e ficaram perto do segundo gol aos 21min, com Ailton, que foi desarmado por André Dias antes de chutar. No minuto seguinte, Borges chutou de fora da área para garantir a primeira finalização do São Paulo no jogo. A melhor chance do time paulista veio com Jorge Wagner, aos 28min, que deu um "chapéu" na marcação e bateu de primeira. O quase gol de placa foi à esquerda do gol de Gledson.

A situação do São Paulo se complicou ainda mais aos 32min, quando Junior César recebeu o segundo cartão amarelo por reclamação e foi expulso. O time tentou reagir, mas viu o Náutico levar perigo com chutes de fora da área.

O São Paulo voltou melhor no segundo tempo e passou a apostar na bola alçada na área e no cruzamento. Na defesa, Bosco aparecia bem em chutes de distância. Aos 15min, Hernanes cobrou falta na entrada da área e contou com desvio em Ailton para acertar no fundo das redes. O Náutico ficou perto do segundo gol aos 22min, quando Carlinhos Bala cruzou pela direita e Bruno Mineiro, na cara do gol, completou por cima do travessão.

O time paulista seguiu atacando, mas viu Borges desperdiçar boas chances ofensivas ao errar cabeçadas. Se a situação do São Paulo já era complicada, ficou ainda pior com a expulsão de Richarlyson aos 29min. Dois minutos depois, Carlinhos Bala levou muito perigo em chute cruzado. No minuto seguinte, Hugo girou sobre a marcação e chutou de perna direita para ver Gledson fazer grande defesa.

Mesmo com a inferioridade numérica, o São Paulo passou a controlar o jogo, enquanto o Náutico arriscava contra-ataques. A melhor chance da virada saiu com Hugo, aos 42min, que recebeu excelente passe de Jorge Wagner e chutou para fora. Um minuto depois, porém, o meia não errou. Oscar deu ótimo passe e Hugo marcou para dar a virada ao São Paulo.

Ficha Técnica

Gols
Náutico: Bruno Mineiro, aos 12min do 1º tempo.
São Paulo: Hernanes, aos 14min do 2º tempo, e Hugo, aos 43min.

Lance polêmico
Aos 12min do primeiro tempo, Carlinhos Bala caiu perto da bandeira de escanteio após proteger bola da marcação de Junior César e o juiz viu falta. Na sequência saiu o gol do Náutico.

Aos 32min, Junior César foi derrubado e pediu falta. O árbitro considerou que a reclamação foi exagerada e deu o segundo cartão amarelo ao lateral esquerdo, expulsando o jogador.

Pontos Fortes do Náutico
Equipe levou perigo em contra-ataques e chutes de fora da área

Marcação na saída de bola no início do primeiro tempo

Pontos Fracos do Náutico
Equipe foi sufocada pelo São Paulo, mesmo com a superioridade numérica

Defesa deixou muitos espaços nos instantes finais

Pontos Fortes do São Paulo
Poder de reação do time, que mesmo com nove jogadores soube atacar bem o Náutico e virar o jogo

Atuação de Bosco, que espalmou um pênalti e garantiu o resultado com ótimas defesas

Entrada de Oscar e Hugo no segundo tempo

Pontos Fracos do São Paulo
Equipe entrou muito desatenta em campo no primeiro tempo

Nervosismo dos jogadores rendeu excesso de cartões amarelos

Time perdeu muitas chances de marcar, especialmente com Borges

Personagem do jogo
Hernanes, que comandou o time e fez o primeiro gol

Destaque negativo
Junior César teve uma atuação para ser esquecida. O jogador cometeu um pênalti, fez a falta que originou o gol do Náutico e foi expulso ainda no primeiro tempo.

Esquema Tático Náutico
3-5-2
Gledson; Cláudio Luiz, Vagner (Elton) e Márcio; Patrick (Tuta), Ailton, Derley, Irênio (Mariano Torres) e Michel; Carlinhos Bala e Bruno Mineiro; Técnico: Geninho

Esquema Tático São Paulo
3-5-2
Bosco; Renato Silva (Hugo), André Dias e Miranda; Jean, Richarlyson, Hernanes, Jorge Wagner e Junior César; Marlos (Oscar) e Borges (Rodrigo); Técnico: Ricardo Gomes

Cartões Amarelos
Náutico: Cláudio Luiz, Vagner, Márcio, Derley, Carlinhos Bala e Bruno Mineiro
São Paulo: Renato Silva, Hugo, Miranda, Richarlyson, Jorge Wagner e Junior César

Cartões Vermelhos
Náutico: Cláudio Luiz e Michel
São Paulo: Junior César e Richarlyson

Árbitro
Franscisco Carlos Nascimento (AL)

Local
Estádio dos Aflitos (Recife-PE)




Hernanes comemora gol de empate do São Paulo
Hernanes comemora gol de empate do São Paulo
Foto: Antônio Carneiro / Futura Press
Fonte: Terra
publicidade