1 evento ao vivo

Torcida faz festa em início das obras de Arena do Grêmio

20 set 2010
18h11
atualizado em 21/9/2010 às 08h44
João Paulo Fontoura
Direto de Porto Alegre

O sonho gremista de construir seu novo estádio começa a ganhar contornos reais. Na tarde desta segunda-feira, a diretoria do clube gaúcho realizou o lançamento da pedra fundamental da Arena do Grêmio.

"É uma nova era que começa. Dói muito no peito deixar o Olímpico para trás. Quem construiu o Olímpico vai estar para sempre na história do Grêmio", declarou o presidente da equipe tricolor, Duda Kroeff.

"O empreendimento não é um marco para o Grêmio, mas sim para Porto Alegre", afirmou o prefeito da cidade, José Fortunati.

A festa foi realizada no bairro Humaitá, exatamente no terreno escolhido para hospedar o estádio em Porto Alegre. Cerca de aproximadamente dez mil pessoas estiveram presentes no lançamento, ainda segundo informações extra-oficiais.

Realizada às 17h30, a abertura simbólica da construção estava marcada para as 14h30. Com o atraso, reuniram-se jornalistas e personalidades presentes ao cerimonial - entre elas a governadora Yeda Crusius (PSDB).

Eles assistiram a uma cerimônia de início de trabalho das máquinas e ao gesto simbólico do ex-jogador Hugo de Leon, que desceu de um helicóptero com um pedaço da grama do Estádio Olímpico para colocá-lo no local onde será erguida a Arena do Grêmio.

Os torcedores chegaram em uma carreata que partiu do Estádio Olímpico, passando pelas principais ruas de Porto Alegre.

Seguindo o lema "até a pé nos iremos" do hino do clube, centenas de pessoas atravessaram a cidade literalmente a pé, ou em diversas outras formas de transporte, e chegaram no Humaitá por volta das 15h, onde encontraram uma multidão que já estava presente.

Em seu discurso durante o evento, Adalberto Preiss, presidente da Grêmio Empreendimentos ¿ uma das empresas envolvidas na obra, ao lado do grupo português OAS -, desbafou sobre a desconfiança quanto ao projeto: "agora não tem mais volta, a arena que falaram que era de papel, agora é de concreto", disse.

Eduardo Antonini, secretário do comitê organizador de Porto Alegre para a Copa de 2014, foi ainda mais longe: "a Arena vai ser um dos melhores estádios do mundo", prometeu, antes de participar da apresentação de uma maquete do estádio. Em seu final, a cerimônia ainda teve um grande foguetório.

Fonte: Especial para Terra
publicidade