0

Vitória se "vinga" do Santos e faz 4 no Barradão

15 ago 2010
20h31
atualizado às 21h46

Vitória e Santos voltaram a se encontrar neste domingo no Barradão, onze dias depois da decisão da Copa do Brasil, conquistada pelos santistas mesmo com a derrota para os baianos. Num jogo com muitos gols, agora pela 14ª rodada do Brasileiro, o Vitória voltou a vencer, desta vez por 4 a 2, resultado que afastou a equipe da zona do rebaixamento.

Em relação aos jogadores que entraram em campo há duas semanas, Dorival teve que promover muitas mudanças. Robinho e André já deixaram o Santos, Wesley negocia a sua transferência e Neymar e Rafael, lesionados, desfalcaram o time alvinegro. Além disso, o lateral esquerdo Léo ainda está buscando a melhor forma física e nem viajou para Salvador.

No lado do anfitrião, a maior mudança foi no banco de reservas. Toninho Cecílio chegou para o lugar de Ricardo Silva, que voltou a ser auxiliar. Viáfara, lesionado justamente na partida contra os santistas, ficou de fora, sendo substituído por Lee.

Com o resultado, o Vitória chegou aos 17 pontos e agora é o 14º colocado, mas ainda continua perto da zona do rebaixamento. O Santos, com um jogo a menos, estacionou nos 18 pontos e permanece na 11ª posição.

O primeiro tempo foi um pouco truncado, com muita disputa, mas o Vitória fez valer o mando de campo e teve as melhores chances. Com muitos desfalques, o Santos não conseguiu apresentar o seu melhor futebol. A primeira chance dos baianos foi aos 7min, quando Schwenck cabeceou à esquerda de Felipe, assustando o goleiro.

Aos 20 o placar se movimentou no Barradão. O jovem Henrique, uma surpresa na escalação, apareceu bem no meio da área e, entre os zagueiros, aproveitou cruzamento pelo lado esquerdo e mandou no canto direito, sem chances para Felipe.

Aproveitando o bom momento, o time da casa ampliou cinco minutos depois. Wallace recebeu passe sozinho dentro da área, em condição legal, e chutou. Felipe fez a defesa parcial, mas o zagueiro aproveitou o rebote e fez o segundo do Vitória.

O gol mexeu com os santistas, que começaram a reagir. Aos 29min, Ganso arriscou de fora da área, o goleiro Lee espalmou e Marcel, após uma confusão na área, conseguiu aproveitar e chutar, diminuindo a desvantagem do Santos.

O jogo se encaminhava para o intervalo quando o Vitória conseguiu ampliar. Aos 47min, Henrique recebeu lançamento na esquerda, dentro da área, dominou e bateu rasteiro no canto direito de Felipe, fazendo o seu segundo na partida.

Em desvantagem, Dorival colocou o experiente Marquinhos em campo, para fazer companhia a Ganso, e o Santos foi para a pressão. Aos 9min, Zé Eduardo, pelo lado esquerdo, cruzou no segundo poste. A bola sobrou para Maranhão, vindo de trás. O lateral mandou um chute forte, de primeira, e carimbou o travessão.

Aos 22min, Madson, outro a entrar na segunda etapa, lançou para Zé Eduardo, dentro da área, pelo lado esquerdo. O atacante bateu cruzado de primeira, de perda esquerda, no ângulo do goleiro Lee.

Quando o Santos dava sinais de que ia pressionar ainda mais para chegar ao empate, Dracena, aos 25min, colocou a mão na bola dentro da área, fez pênalti e foi expulso. Schwenck bateu no canto direito, Felipe caiu no esquerdo, e o Vitória voltou a abrir dois gols de vantagem.

Depois do quarto gol, o time da casa procurou valorizar o toque de bola para fazer o tempo passar, explorando os espaços deixados pelos visitantes, que, mesmo com um homem a menos, foram ao ataque em busca dos gols.

Em um dos contra-ataques, aos 30min, Elkeson recebeu dentro da área, pelo lado esquerdo, e chutou forte. O goleiro Felipe fez boa defesa e mandou a bola para o escanteio. A situação do Vitória ficou ainda mais fácil aos 40min, quando o meia Marquinhos foi expulso por reclamação. Com dois jogadores a mais, os baianos apenas administraram a partida até o fim.

Na próxima rodada, o Vitória enfrenta o Cruzeiro no Estádio Ipatingão, no domingo, às 18h30 (de Brasília). O Santos, por sua vez, recebe no mesmo dia, na Vila Belmiro, o Atlético-MG, às 16h.

FICHA TÉCNICA

Vitória 4 x 2 Santos

Gols
Vitória:

Henrique, aos 20min e aos 47min, e Wallace, aos 25min do 1º tempo; Schwenck, aos 27min do 2º tempo.
Santos: Marcel, aos 29min do 1º tempo, e Zé Eduardo, aos 22min do 2º tempo.

Ponto Forte do Vitória
O Vitória marcou muito bem e não deu muitos espaços. Com os gols no começo, aproveitou muito bem os contra-ataques.

Ponto Forte do Santos
Contando com um time desentrosado, por causa dos desfalques, o time não se escondeu e procurou as jogadas. Apesar de infrutífero, teve forças para ir em busca do empate.

Ponto Fraco do Vitória
Centralizou muito as jogadas de ataque, usando pouco as laterais.

Ponto Fraco do Santos
Muitos passes errados, pouca criatividade no meio-campo e erro de marcação nas bolas aéreas.

Personagem do jogo
O jovem Henrique foi bem, principalmente no primeiro tempo, marcando dois gols.

Esquema Tático do Vitória
4-4-2
Lee; Eduardo, Anderson Martins, Wallace e Egídio; Vanderson, Ricardo Conceição, Ramon (Neto Coruja) e Elkeson; Henrique (Renato) e Schwenck (Júnior). Técnico: Toninho Cecílio.

Esquema Tático do Santos
4-4-2
Felipe; Pará, Edu Dracena, Durval e Maranhão; Arouca, Danilo (Breitner), Rodriguinho (Marquinhos) e Paulo Henrique Ganso; Zé Eduardo e Marcel (Madson). Técnico: Dorival Júnior.

Cartões amarelos
Vitória: Anderson Martins, Wallace e Ricardo Conceição
Santos: Arouca, Edu Dracena, Rodriguinho e Zé Eduardo

Cartões vermelhos
Santos:













Wallace voltou a marcar um gol contra o Santos - fez um na final da Copa do Brasil
Wallace voltou a marcar um gol contra o Santos - fez um na final da Copa do Brasil
Foto: Lúcio Távora / Ag. A Tarde / Futura Press

Edu Dracena e Marquinhos

Árbitro
Sandro Meira Ricci (DF)

Local
Estádio do Barradão, em Salvador (BA)



Fonte: Redação Terra

compartilhe

publicidade
publicidade