2 eventos ao vivo
Logo do Brasileiro Série B
Foto: terra

Brasileiro Série B

Em "batalha" de 155min, Ceará empata e impede festa do Guarani

14 nov 2009
20h22
atualizado às 23h41

Na tarde em que a energia elétrica do Estádio do Castelão caiu duas vezes e atrasou a definição de uma das "decisões" da Série B do Campeonato Brasileiro, o Ceará conseguiu um heroico empate por 2 a 2 com o Guarani no minutos finais da partida deste sábado, resultado que impede, por momento, o retorno dos adversários à elite do futebol nacional em 2010.

» Veja fotos da rodada da Série B
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela e os resultados
» Comente o empate no Castelão

Com a missão de vencer os donos da casa para assegurar a segunda vaga à primeira divisão, já que o Figueirense triunfou sobre o Bragantino minutos antes, o time de Campinas esteve em vantagem no placar em duas oportunidades, mas não conseguiu segurar a diferença na partida que teve duração de 155 minutos e chegou a irritar parte da torcida cearense, que deixou o estádio antes do apito final.

Desta forma, o Guarani chega aos 66 pontos (dez a menos que o campeão Vasco) e só tem a classificação ameaçada pelo rival de Florianópolis, que tem seis a menos e pode tirar a diferença nas duas rodadas restantes. Já o Ceará, que soma 64 com o empate em casa, permanece na terceira posição e pode confirmar a vaga no próximo sábado, por coincidência, em Campinas, no Moisés Lucarelli, contra a Ponte Preta. Já o time alviverde poderá fazer a festa em Pituaçu, no mesmo dia, contra o Bahia.

Além das interrupções, o jogo em Fortaleza teve dez minutos de atraso em relação à partida entre Figueirense e Bragantino, cujo resultado influenciaria diretamente na classificação para a primeira divisão. No entanto, os lances de maior emoção só ocorreram nos acréscimos da primeira etapa. Já com 46min jogados, Caique entrou na área e finalizou para defesa de Lopes. No entanto, Léo Mineiro aproveitou o rebote e empurrou para as redes. Já a resposta dos mandantes veio dois minutos depois, quando Anderson recebeu com liberdade dentro da área campineira e tocou na saída do goleiro Douglas.

Já na etapa final, que teve duração de 106 minutos, a falta de energia elétrica roubou a cena. Sem o horário brasileiro de verão, os refletores foram acionados, mas falharam com 19min de partida. Já aos 55min, a luz voltou ao Castelão e só permaneceu acesa por alguns segundos, aumentando a espera e angústia dos torcedores nas arquibancadas. A indefinição durou até os 71min, quando a luz voltou para alegria dos fãs. E apenas sete minutos depois, Ricardo Xavier foi ao fundo e cruzou rasteiro para Léo Mineiro marcar o segundo do Guarani.

Em contagem regressiva para iniciar a festa do acesso, a luz voltou a ser problema aos 86min e deixou o Castleão no escuro por oito longos minutos. Já sem o novo "apagão", desta vez foi o Ceará que voltou melhor e garantiu o empate aos 99min, em finalização de João Marcos da entrada da área.

FICHA TÉCNICA

Ceará 2 x 2 Guarani

Gols
Ceará: Anderson, aos 48min do 1º tempo, e Mota, aos 40min do 2º tempo
Guarani: Caíque, aos 46min do 1º tempo, e Léo Mineiro, aos 27min do 2º tempo

Polêmicas
Falta de energia em duas oportunidadesm que arrastaram a partida para mais de duas horas e trinta minutos de duração

Ponto Forte do Ceará
- Eficiência nas bolas paradas, principalmente com Vidal e Jorge Henrique

Ponto Forte do Guarani
- Velocidade e poder de definição nos contra-ataques

Ponto Fraco do Ceará
- Falta de atenção na marcação e insistência nas jogadas com Geraldo

Ponto Fraco do Guarani
- Dificuldade para marcar as jogadas aéreas do adversário

Personagem do jogo
Léo Mineiro, que fez os dois gols do Guarani

Esquema Tático do Ceará
4-4-2
Lopes; Boiadeiro, Fabrício, Erivélton e Fábio Vidal (Jorge Henrique); Michel, Heleno (Reinaldo), João Marcos e Geraldo; Preto (Sérgio Alves) e Mota; técnico: PC Gusmão

Esquema Tático do Guarani
4-4-2
Douglas; Maranhão, Dão, Bruno Aguiar e Eduardo; Cléber Goiano, Léo Mineiro, Luciano Santos e Caíque; Fabinho (Glauber) e Ricardo Xavier (Nei Paraíba); técnico: Vadão

Cartões Amarelos
Ceará: Preto e Anderson
Guarani: Dão, Cléber Goiano e Luciano Santos

Árbitro
Luis Antônio Silva (RJ)

Local
Estádio Castelão, em Fortaleza (CE)



Em Fortaleza, Guarani falha duas vezes e tem acesso adiado por mais uma rodada na Série B
Em Fortaleza, Guarani falha duas vezes e tem acesso adiado por mais uma rodada na Série B
Foto: LC Moreira / Futura Press
Fonte: Redação Terra
publicidade