1 evento ao vivo

Em busca de confiança, Mendieta pede para jogar com "exemplo" Valdivia

9 ago 2013
07h15
atualizado às 07h15
  • separator
  • 0
  • comentários

Há dois meses no Brasil, o paraguaio William Mendieta já começa a se acostumar com a realidade de um novo país. Aos poucos ganhando chances de jogo no Palmeiras, o camisa 8 ainda não é titular no esquema do técnico Gilson Kleina, já que disputa posição diretamente com Valdivia. Mas o meia diz que pode atuar ao lado do chileno, definido por ele como "exemplo" e um de seus melhores amigos fora de campo.

<p>Mendieta é visto por Kleina como reserva imediato de Valdivia</p>
Mendieta é visto por Kleina como reserva imediato de Valdivia
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

"Creio que podemos jogar juntos, posso cumprir uma outra função, marcar, não tem problema", disse Mendieta. "É a decisão do treinador. Se quiser colocar nós dois juntos, eu respeito a decisão dele. Eu gostaria de jogar com o Valdivia, que para mim é um exemplo".

Muito tímido e ainda apresentando algumas dificuldades com o português, Mendieta já deu sinais de qualidade dentro de campo. Mas ainda não repetiu as atuações da época em que defendia o Libertad, quando enfrentou o próprio Palmeiras e deu trabalho para a defesa alviverde. Para ele, é tudo uma questão de confiança.

"Pouco a pouco eu vou ganhando (confiança), e vou mostrar tudo o que vinha fazendo no time do Libertad. Isso vai de jogo a jogo, para pegar confiança", confia o paraguaio, que se apoia nos outros estrangeiros do time, como Valdivia e o uruguaio Eguren, para se ambientar melhor à vida em outro país.

"O Valdivia ajuda muito dentro e fora de campo. É um jogador com muita experiência, jogou aqui muitos anos, me ajudou muito para ficar em São Paulo, conhece a cidade. Estou muito feliz porque ele sempre fala comigo depois do jogo, pergunta como me senti. É muito importante para mim o Valdivia", elogiou.

Mendieta e Valdivia estiveram juntos em campo por poucos minutos, em apenas dois jogos da Série B: contra ABC e Guaratinguetá. Para a partida contra o Paraná, neste sábado, às 16h20, no Pacaembu, a tendência é que o paraguaio volte à reserva - já que o camisa 10 sairá jogando depois de ter sido poupado na vitória por 2 a 1 sobre o São Caetano, na última terça.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade