Boletim

 Fale conosco
Série A
Domingo, 6 de novembro de 2005, 20h05  Atualizada às 22h24
Flu afunda Figueirense e permanece em terceiro
 
Fotocom.net/Divulgação
Jogadores do Flu comemoram gol na vitória sobre o Figueirense
Jogadores do Flu comemoram gol na vitória sobre o Figueirense
Saiba mais
» Corinthians 7 x 1 Santos
» Flamengo 3 x 1 Botafogo
» Inter 2 x 1 Ponte Preta
» Fluminense 2 x 0 Figueirense
» Atlético-MG 1 x 2 Goiás
» Atlético-PR 4 x 0 Palmeiras
» Brasiliense 1 x 1 Coritiba
» São Caetano 1 x 2 Vasco
» Paraná 2 x 0 Paysandu
» São Paulo 3 x 1 Juventude
» Fortaleza 3 x 1 Cruzeiro
» Confira como foram, lance a lance, os jogos da 37ª rodada
Galeria de fotos
» Veja fotos
Sites relacionados
No terra
» Veja como ficaria a classificação caso os jogos não fossem anulados
Externo
» A classificação
» Os artilheiros
Fórum
» Comente o Campeonato Brasileiro
 Últimas de Série A
» Situação de Wágner Diniz preocupa CRB
» Liminha comandará Flamengo no início do Estadual
» Zagueiro Rodrigo desconhece oferta do Corinthians
» Palmeiras renova com goleiro Diego Cavalieri
Busca
Busque outras notícias no Terra:
O Fluminense derrotou o Figueirense por 2 a 0, neste domingo, em São Januário, e se manteve na terceira posição do Campeonato Brasileiro. A equipe tricolor soma 68 pontos, ao lado do Internacional, seis a menos que o líder Corinthians.

Veja fotos

Desfalcado do atacante Edmundo, suspenso, o time de Santa Catarina retornou à zona de rebaixamento, com 41 pontos.

Atuando fora de Volta Redonda, o time tricolor contou com o apoio de 18 mil pagantes. A diretoria do Fluminense já admite jogar as partidas finais no estádio do Vasco.

O Fluminense pressionou o Figueirense desde os primeiros minutos, mas deixava espaço para os contra-ataques. Aos 19min, Michel Bastos iniciou a melhor jogada do time catarinense no primeiro tempo. O lateral tocou na área para Adriano e Kléber teve que sair do gol corajosamente para evitar a conclusão do atacante.

No entanto, era o Fluminense que dominava a partida, mas o meio-de-campo do time tricolor errava muitos passes e o goleiro Edson Bastos não era exigido em quase nenhum momento.

O primeiro gol da vitória do Fluminense foi marcado aos 39min do primeiro tempo por Tuta. O goleiro Edson Bastos não segurou chute de Rodrigo Tiuí, e o atacante aproveitou o rebote para marcar.

Aos 3min, a bola passou raspando o travessão da meta dos cariocas e, aos 8min, Kléber saiu do gol corajosamente e evitou a conclusão. O bombardeio do Figueirense não se encerrou, mas quando a bola não saia, encontrava as mãos do goleiro Kléber.

O Fluminense, por sua vez, explorava os contra-ataque. Quem começou a levar perigo para Édson Bastos foi o jovem Alexandre. O atacante, que veio da divisões de base do clube, entrou no segundo tempo no lugar de Rodrigo Tiuí, bastante vaiado pela torcida.

Em sua primeira chance, aos 17min, Édson Bastos teve que fazer uma defesa em um remate de dentro da área. No minuto seguinte, Marquinhos Paraná quase marca contra em escanteio cobrado por Petkovic.

O Figueirense terminou a partida com dois jogadores a menos. No final do segundo tempo, Paulo Sérgio e Marquinhos Paraná receberam cartão vermelho.

Com a vantagem numérica, o time tricolor ampliou aos 41min. O novato Alexandre aproveitou passe na esquerda e acertou um belo chute no ângulo de Edson Bastos.

Após o gol, o lateral-esquerdo Juan foi expulso por reclamação e desfalcará o Fluminense na partida contra o Vasco, no dia 13, em São Januário.

No dia 12, o Figueirense joga em casa contra o Fortaleza.

Ficha Técnica
Fluminense 2 x 0 Figueirense
Equipes

Kleber
Gabriel Santos
Marcão
Igor
Gabriel
Arouca
P. Casagrande
(Radamés)
Petkovic
Juan
Tuta
(Adriano Magrão)
Tiuí
(Rodrigo Tiuí)

Técnico:

Abel Braga

Édson Bastos
Paulo Sérgio
Bebeto
Cléber
Vinícius
(Fernandes)
Moreira
Rodrigo Souto
Marquinhos Paraná
Michel Bastos
Adriano (Tiago Silvy)
Alessandro
Lei

Técnico:
Adilson Baptista

Gols

39min - 1º tempo
Tuta
41min - 2º tempo
Alexandre

 
Cartões Amarelos
Igor Moreira
Michel Bastos
Cartão vermelho
Juan Paulo Sérgio
Marcos Paraná
Local: Estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Antonio Hora Filho (SE)

 
Redação Terra