Boletim

 Fale conosco
Série A
Terça, 6 de dezembro de 2005, 22h23  Atualizada às 22h35
Juíza proíbe CBF de proclamar Corinthians campeão
 
 Últimas de Série A
» Situação de Wágner Diniz preocupa CRB
» Liminha comandará Flamengo no início do Estadual
» Zagueiro Rodrigo desconhece oferta do Corinthians
» Palmeiras renova com goleiro Diego Cavalieri
Busca
Busque outras notícias no Terra:
A juíza Munira Hanna, da 1ª Vara Cível de Porto Alegre, expediu, na noite desta terça-feira, despacho determinando que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), cumpra a liminar que impede a proclamação do Corinthians como campeão brasileiro de 2005.

O despacho foi enviado ao diretor-técnico da CBF, Virgílio Elísio, e nela a juíza pede o cumprimento imediato da ordem, sob pena de prisão por desobediência. Observa ainda que a multa pelo não cumprimento terá o valor do prêmio ao campeão: R$ 4 milhões.

O autor da ação, o advogado gaúcho Leandro Konrad Konflanz, comemorou a decisão da juíza: "Com essa, acho que a CBF vai cumprir. A não ser que seus dirigentes sejam muito inconseqüentes".

Konflanz, autor da ação inicial, que pedia a anulação dos 11 jogos repetidos por ordem do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), conseguiu uma medida cautelar que impedia a proclamação do campeão na madrugada de domingo.

Mas, mesmo assim, na festa de segunda-feira, no Teatro João Caetano, no Rio de Janeiro, o troféu foi entregue ao Corinthians.

Konflanz afirmou também que pretende levar o caso até o fim. Só desistirá se for a pedido do Internacional.

"E assim mesmo se o clube me apresentar um argumento muito forte", completou.
 

Lancepress!