Boletim

 Fale conosco
Série A
Sexta, 9 de dezembro de 2005, 13h06 
Torcedor do Inter retira ação, e Corinthians é campeão
 
 Últimas de Série A
» Situação de Wágner Diniz preocupa CRB
» Liminha comandará Flamengo no início do Estadual
» Zagueiro Rodrigo desconhece oferta do Corinthians
» Palmeiras renova com goleiro Diego Cavalieri
Busca
Busque outras notícias no Terra:
O torcedor do Internacional, Leandro Konrad Konflanz, retirou, na manhã desta sexta-feira, na Justiça Gaúcha, a ação que movia contra a decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) que mandou repetir os 11 jogos do Campeonato Brasileiro apitados pelo árbitro Edílson Pereira de Carvalho. Perto do meio-dia, o vice-presidente jurídico do clube gaúcho, Luís Antônio Lopes, enviou à CBF a cópia do documento.

Ameaças forçaram retirada de ação
Opine: você concorda coma decisão do torcedor do Inter?

Com isso, a CBF está livre para proclamar o Corinthians como o campeão brasileiro de 2005. Apesar de já ter entregado a taça ao clube paulista, a entidade que comanda o futebol nacional teria de pagar uma multa de R$ 4 milhões se mantivesse a oficialização do título alvinegro.

O Inter espera assim que não se confirme a pretensão do Fortaleza, que iria entrar nesta sexta-feira, no STJD, com um pedido de rebaixamento do clube gaúcho. O vice-presidente jurídico aguarda também que a CBF e o STJD se manifestem aceitando a desistência do torcedor. Isso é necessário porque já foram citados pela Justiça comum.

"A Conmebol logo deverá ser informada das novidades e, assim, confirmar a participação do Inter na Libertadores", disse o presidente do Clube dos 13, Fábio Koff, que na véspera ajudou a intermediar o acordo junto à CBF.

Histórico

Konrad atendeu, com a desistência, a um pedido do Inter, que tinha medo de ser sancionado por causa da ação na Justiça comum. Na última quinta-feira, a CBF encaminhou ao clube colorado uma carta em que a Confederação Sul-Americana ameaçava de desfiliação qualquer equipe que se valesse de decisões judiciais fora da esfera esportiva - mesmo que fossem impetradas por torcedores do clube.

Dessa forma, a participação do Inter na Copa Libertadores da América do próximo ano estaria ameaçada.

O pedido de Konrad está baseado no fato de que, sem a anulação dos 11 jogos, o Inter teria sido o campeão brasileiro. Na tabela do Brasileiro que considera o resultados dos primeiros confrontos, o time gaúcho terminou a competição com um ponto a mais do que o Corinthians.


 

Lancepress!