Boletim

 Fale conosco
Série A
Sábado, 20 de maio de 2006, 20h02  Atualizada às 22h49
São Paulo derrota o São Caetano no Morumbi
 
VIPCOMM/Divulgação
Alex Dias e Ricardo Oliveira festejam gol
Alex Dias e Ricardo Oliveira festejam gol
 Últimas de Série A
» São Paulo contrata meia Hugo, diz jornal
» Internautas põem cinco são-paulinos na seleção do Brasileiro
» Artilheiro Souza afirma que quer sair do Goiás
» Internautas elegem Renato, do Fla, o melhor do Brasileiro
Busca
Busque outras notícias no Terra:
O São Paulo ficou com a vitória ao bater o São Caetano por 1 a 0 neste sábado, no Morumbi, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. A partida também marcou a despedida do goleiro Rogério Ceni antes de se apresentar à Seleção Brasileira que disputa a Copa do Mundo, na Alemanha.

Veja reportagem em vídeo
Veja fotos da rodada
Confira a classificação
Veja o site do Brasileiro 2006

O clube tricolor desperdiçou inúmeras oportunidades no primeiro tempo, mas conseguiu tirar o zero do placar antes do intervalo, em uma jogada que furou a zaga do São Caetano, que chegou a reclamar de impedimento.

O gol só saiu aos 37min. Alex Dias recebeu bola levantada na área, apareceu por trás da defesa, em posição legal, tendo tempo de matar no peito e deslocar para o fundo das redes do goleiro Luiz.

No segundo tempo, o técnico Nelsinho trocou Marabá e colocou Preto na equipe do ABC paulista. E a mudança pareceu surtir efeito logo em seguida, quando o próprio Preto enfiou um bola para Marcelinho. Mas depois do cruzamento do atacante, Rogério Ceni saiu bem para o São Paulo.

Aos 9min, o árbitro Alicio Pena Júnior deixou de marcar um pênati para o time do Morumbi. Souza apareceu bem pelo lado direito da área, teve chance de bater para o gol, mas preferiu o corte. Triguinho cometeu o pênalti ao agarrar o jogador rival, só que o juiz mandou o jogo seguir.

Outro lance polêmico contra o São Paulo veio aos 21min. Josué foi derrubado pelo último homem do São Caetano, mas o árbitro apontou impedimento no lance anterior.

Faltando 15 minutos para o final, o goleiro Rogério não havia feito nenhuma grande defesa e o São Caetano continuou sem conseguir concluir bem suas jogadas. O técnico Muricy Ramalho pôde até fazer a vontade da torcida ao tirar Danilo e colocar Lenílson em seu lugar.

Logo em seguida, o meia Souza chegou a confidenciar a Muricy que o árbitro ameaçou expulsá-lo e que seria melhor o treinador optar por sua substituição. A partir daí, Ramalho entrou em aquecimento até a conclusão da troca.

Com o resultado, o São Paulo se recuperou da derrota do último domingo, quando perdeu para o Internacional por 3 a 1 no Beira-Rio, em Porto Alegre. Já o São Caetano vinha de derrota por 2 a 0 contra o Juventude.

A próxima partida do São Paulo no Campeonato Brasileiro está marcada para quarta-feira, no clássico com o Palmeiras, novamente no Morumbi, repetindo o confronto das oitavas-de-final da Copa Libertadores. O São Caetano, por sua vez, pega o Atlético-PR no Anacleto Campanella.

Com a vitória, o time de Muricy Ramalho chega aos 12 pontos e assume a terceira colocação da tabela. O São Caetano continua com seis.

O jogo

Explorando a velocidade dos seus atacantes e a rápida armação com Danilo e Júnior, que enganou a marcação atuando como um falso meia, o São Paulo chegou com perigo logo aos 5min, quando Lugano desviou cruzamento de Souza de cabeça. Luiz fez uma boa defesa espalmando para a linha de fundo.

O goleiro da equipe do ABC paulista voltaria a entrar em ação em outro cruzamento, agora de Ricardo Oliveira. Alex Dias, sem marcação e na pequena área, só não marcou porque Luiz defendeu no reflexo, à queima roupa.

O jogo estava tranqüilo para o São Paulo e a equipe descobriu que as bolas alçadas na área adversária eram a chave para o gol. Primeiro Lugano tentou, mas a bola ficou na trave, depois foi a vez de Alex Dias receber excelente lançamento de Mineiro para marcar.

Perdido em campo, o time de Nelsinho Baptista passou a tocar a bola no seu campo de defesa na esperança que o primeiro tempo acabasse o mais rápido possível. Pelo lado da equipe do Morumbi, ficou a sensação que a ida para os vestiários poderia acontecer com o placar mais dilatado.

Aos 6min do segundo tempo, Ricardo Oliveira recebeu passe na intermediária, passou por dois marcadores e soltou a bomba de fora da área; a bola explodiu no travessão.

Com o passar do tempo, a velocidade do time tricolor foi caindo e junto a sua pressão na defesa do São Caetano. A equipe de Muricy Ramalho então passou a tocar a bola no meio de campo em busca de uma abertura na zaga adversária.

Satisfeito com o resultado, o São Paulo recuou no final da partida e o São Caetano, sem poder de reação, mal chegou.

Ficha Técnica
São Paulo 1 x 0 São Caetano
Equipes

Rogério Ceni
Fabão
Lugano
André Dias
Souza
(Ramalho)
Mineiro
Josué
Danilo
(Lenílson)
Júnior
Alex Dias
Ricardo Oliveira


Técnico:
Muricy Ramalho

Luiz
Anderson Lima
Thiago
Luisão
Cláudio
Zé Luís
Rafael Muçamba
Marabá
(Preto)
Élton
(Leandro Lima)
Marcelinho
Wellington Amorim
(Fábio Luiz)

Técnico:
Nelsinho Baptista

Gols

37min - 1 ° tempo
Alex Dias

 
Cartões Amarelos
Fabão
Lugano
Ramalho
Josué
Souza
Gustavo
Triguinho
Wellington Amorim
Cartões Vermelhos
   
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Alício Pena Júnior (Fifa-MG)
Público e Renda: 12.602 pessoas e R$ 210.389,00
Com informações da Lancepress!


 

Redação Terra