Boletim

 Fale conosco
Série A
Domingo, 28 de maio de 2006, 20h01  Atualizada às 21h12
São Paulo vacila e cede empate ao Vasco
 
Agência Lance
Vascaínos comemoram o gol de Ygor no segundo tempo
Vascaínos comemoram o gol de Ygor no segundo tempo
 Últimas de Série A
» São Paulo contrata meia Hugo, diz jornal
» Internautas põem cinco são-paulinos na seleção do Brasileiro
» Artilheiro Souza afirma que quer sair do Goiás
» Internautas elegem Renato, do Fla, o melhor do Brasileiro
Busca
Busque outras notícias no Terra:
O Vasco saiu atrás no marcador, mas conseguiu arrancar um empate do São Paulo, neste domingo, em São Januário. Válida pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, a partida acabou em igualdade por 1 a 1.

Veja fotos do jogo
Veja a classificação

O gol dos paulistas foi marcado por Alex Dias, que preferiu não comemorar o tento marcado contra o ex-time. Na etapa final, Ygor aproveitou bobeira da zaga tricolor, que errou uma tentativa de linha de impedimento, e cabeceou para as redes.

Com o resultado, os donos da casa interromperam seqüência de três derrotas. O empate deixou a equipe com nove pontos, apenas um acima da zona de rebaixamento.

O São Paulo, por sua vez, passou a somar 16 pontos. Com isso, foi ultrapassado pelo Santos e caiu para a quinta colocação do Nacional.

Os visitantes começaram pressionando e não demoraram a abrir o placar. Aos 12min, Alex Dias recebeu pelo meio, passou por dois marcadores e tocou na saída de Cássio.

Depois de um primeiro tempo ruim, o Vasco voltou melhor do intervalo e conseguiu chegar ao empate. Aos 9min, Ernane cobrou falta da esquerda, e Ygor cabeceou para o fundo das redes, aproveitando vacilo da defesa adversária.

O gol deixou o jogo mais aberto, e as oportunidades passaram a aparecer com mais freqüência. Mesmo assim, o placar permaneceu apontando 1 a 1 até o término da partida.

O jogo

O São Paulo começou o jogo pressionando o Vasco. Com um bom toque de bola no meio, o time tricolor não saía do seu campo de ataque. Movimentando-se com velocidade, o trio formado por Danilo, Alex Dias e Ricardo Oliveira envolvia a confusa defesa vascaína.

Enquanto isso, os donos da casa encontravam dificuldades em furar a zaga são paulina, formada por três zagueiros e bem protegida pelo incansável Mineiro e por Ramalho.

Com a ausência de Ramon, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Morais ficou sobrecarregado na função de ligar o meio-campo ao ataque. O primeiro chute a gol do Vasco só aconteceu aos 10min, em contra-ataque puxado por Edílson, que Faioli chutou para fora.

Porém, o ataque paulista mostrou maior eficiência. Três minutos depois, Alex Dias, ex-ídolo dos vascaínos, abriu o placar quando sofria forte marcação da torcida cruzmaltina.

O atacante, que deixou São Januário no início do ano de forma conturbada, recebeu belo lançamento e, entre Diego e Jorge Luiz, dominou a bola e tocou na saída de Cássio. O jogador, em respeito à torcida do Vasco, não comemorou o gol.

O Vasco só equilibrou o jogo a partir dos 25min do primeiro tempo. O time apertou a marcação no meio e passou a chegar mais no ataque. Faioli, com boa movimentação, tentava organizar o ataque dos donos da casa.

Edilson ainda teve a chance de empatar o jogo antes do intervalo. Após falha do goleiro Bosco, que errou a bola ao sair da área, o atacante, desequilibrado, concluiu mal.

Para o segundo tempo, o técnico Renato Gaúcho colocou Ernane no lugar de Morais, que reclamava de dores no joelho direito antes da partida e estava sendo vaiado pela torcida. A mudança surtiu efeito, e o time passou a jogar no campo de ataque, ao contrário do que aconteceu na primeira etapa.

A pressão vascaína logo foi convertida em gol. Aos 9min, Ernane cobrou falta na área do São Paulo e Ygor, de cabeça, marcou seu primeiro gol neste Campeonato Brasileiro.

Edílson perdeu nova chance de gol em chute de dentro da área, que Bosco salvou em cima da linha após a bola desviar na zaga. O atacante deixou o campo aos 24min, quando sentiu dores no tornozelo direito após forte dividida com Lugano e deu lugar a Valdir Papel, que perdeu boa chance aos 30min.

Mesmo de forma desordenada, o Vasco seguia pressionando o São Paulo, mas dava espaços e permitia que o adversário explorasse os contra-ataques. Mesmo assim, o empate persistiu até o fim.

Ficha Técnica
Vasco 1 x 1 São Paulo
Equipes
Cássio
Wágner Diniz
Fábio Braz
Jorge Luiz
Diego
Ygor
Andrade
(Yves)
Abedi
Morais
(Ernane)
Edílson
(Valdir Papel)
Faioli

Técnico:
Renato Gaúcho

Bosco
Fabão
Lugano
André Dias
Souza
Mineiro
Ramalho
Danilo
(Leandro)
Richarlyson
Richarlyson
(Lúcio)
Alex Dias
Ricardo Oliveira

Técnico:
Muricy Ramalho

Gols

9min - 2 ° tempo
Ygor

12min - 1 ° tempo
Alex Dias
Cartões Amarelos
  Lugano
Local: Estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (PR)
Público e Renda: 3.301 pagantes e R$ 23.010,00

 
Redação Terra