Boletim

 Fale conosco
Série A
Quarta, 31 de maio de 2006, 23h43  Atualizada às 01h01
Flamengo vira partida e afunda o Palmeiras
 
Agência Lance
Vinícius Pacheco comemora o primeiro gol na vitória de 2 a 1
Vinícius Pacheco comemora o primeiro gol na vitória de 2 a 1
 Últimas de Série A
» São Paulo contrata meia Hugo, diz jornal
» Internautas põem cinco são-paulinos na seleção do Brasileiro
» Artilheiro Souza afirma que quer sair do Goiás
» Internautas elegem Renato, do Fla, o melhor do Brasileiro
Busca
Busque outras notícias no Terra:
O Flamengo se reabilitou no Campeonato Brasileiro depois de ficar quatro rodadas sem vencer. Nessa noite, jogando no Maracanã, a equipe rubro-negra venceu o Palmeiras por 2 a 1, de virada, e afundou ainda mais a equipe paulista.

Veja fotos
Confira a classificação
Veja o site do Brasileiro 2006

Com esse resultado, o Flamengo se afasta da zona de perigo da tabela e soma 11 pontos na 10ª colocação. Já o Palmeiras conhece a sua sétima derrota no Campeonato Brasileiro e fica estacionado na penúltima colocação com quatro pontos ganhos.

O Flamengo começou o jogo melhor. Com uma forte marcação no meio-de-campo, o time dominava as ações da partida e mantinha a bola no campo do adversário. As melhores jogadas de ataque surgiam pelo lado esquerdo, onde o Rubro-Negro aproveitava as subidas de Juan e a movimentação de Walter.

Com três cabeças-de-área, o Palmeiras resistiu à pressão inicial e começou a explorar os contra-ataques. Márcio Careca, pela esquerda, era o mais acionado. E foi pelo seu lado que o time paulista criou a primeira jogada realmente perigosa da partida. Aos 13min, Edmundo fez boa jogada pelo setor e tocou para Enílton, que chutou para boa defesa de Diego. No rebote, Paulo Baier obrigou o goleiro rubro-negro a fazer fazer nova defesa.

O Palmeiras passou a sair mais para o ataque e equilibrou o jogo. O Alviverde teve nova oportunidade de gol com Francis, que chutou rente a trave de Diego. Mas, a partir dos 30min, Peralta acordou para o jogo e passou a dar trabalho à defesa adversária. O Flamengo passou a utilizar mais o lado direito do campo e o uruguaio obrigou Sérgio a fazer boa defesa num chute de fora da área.

As jogadas de maior perigo dos donos da casa surgiam em jogadas de bola parada, todas cobradas por Peralta. Com dribles rápidos, o apoiador passou a sofrer seguidas faltas e Márcio Careca levou o cartão amarelo ainda no primeiro tempo.

Precisando da vitória, o Palmeiras tentou surpreender o Flamengo no início do segundo tempo, mas faltava qualidade no último passe. O gol do time paulista surgiu somente após uma falha do adversário. Em cobrança de escanteio, o zagueiro Thiago Gomes fez o cabeceio e Jônatas, ao tentar cortar, empurrou a bola contra o próprio gol.

Em desvantagem no placar, o técnico Ney Franco tirou Diego Silva, que nada fazia, e Goeber, colocando Obina e Vinícius Pacheco, respectivamente. As mudanças logo surtiram efeito e aos 22min o time chegou ao empate. Válter cruzou da esquerda, Obina dominou dentro da área e rolou para trás. Vinícius Pacheco chutou de primeira para empatar o jogo.

Obina ainda teve participação decisiva no segundo gol do Flamengo. Peralta fez bom cruzamento e Thiago Gomes segurou o atacante dentro da área. O uruguaio bateu no canto esquerdo de Sérgio e colocou o rubro-negro em vantagem.

Cada time ainda teria uma chance clara de gol. O Palmeiras com Enílton, que, cara a cara com Diego, carimbou o travessão e o Flamengo com Vinícius Pacheco, que driblou o goleiro e chutou, mas Thiago Gomes salvou em cima da linha.

O Palmeiras tenta se recuperar no campeonato no próximo domingo, em Curitiba, contra o Atlético-PR. Já o Flamengo encara o Corinthians, em São Paulo.

Ficha Técnica
Flamengo 2 x 1 Palmeiras
Equipes
Diego
Marcelinho
Renato Silva
Ronaldo Angelim
(Rodrigo Arroz)
Juan
Jônatas
Goeber
(Vinícius)
Léo Medeiros
Walter Minhoca
Diego Silva
(Obina)
Peralta


Técnico:
Ney Franco

Sérgio
Paulo Baier
Leonardo Silva
Thiago Gomes
Márcio Careca
Alceu
Francis
(Roger Bernado)
Wendel
Michael
(Roger)
Edmundo
(Reinaldo)
Enílton


Técnico:
Tite

Gols

22min - 2º tempo
Vinícius
30min - 2º tempo
Peralta

13min - 2 º tempo
Thiago Gomes
Cartões Amarelos
Goeber
Peralta

Márcio Careca
Paulo Baier
   
Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Leonardo Gaciba (RS)
Público e Renda: 4.709/ R$ 58.765,00
Com informações do Lancepress
 
Redação Terra