Boletim

 Fale conosco
Série A
Quarta, 12 de julho de 2006, 23h42  Atualizada às 00h09
Figueirense bate o Santos na estréia de Waldemar Lemos
 
 Últimas de Série A
» São Paulo contrata meia Hugo, diz jornal
» Internautas põem cinco são-paulinos na seleção do Brasileiro
» Artilheiro Souza afirma que quer sair do Goiás
» Internautas elegem Renato, do Fla, o melhor do Brasileiro
Busca
Busque outras notícias no Terra:
O Figueirense venceu o Santos por 2 a 1 na estréia de Waldemar Lemos no comando da equipe, nesta quarta-feira, em Florianópolis.

Veja fotos da 11ª rodada
Confira a classificação
Veja os artilheiros
Veja o site do Brasileiro 2006

Soares e Cícero marcaram os gols da equipe catarinense, enquanto Rodrigo Tiuí anotou para o time paulista.

O resultado afasta o clube da Baixada, treinado por Vanderlei Luxemburgo, dos líderes da competição - Cruzeiro e Internacional - que somam 24 pontos. Já os catarinenses subiram da oitava para a sexta posição - pelo menos até os jogos desta quinta-feira, quando Goiás e Paraná Clube entram em campo.

Tanto Santos quanto Figueirense somam 18, mas os paulistas têm melhor saldo de gols (seis contra quatro).

Com a vitória, o time da casa também sustenta o tabu de não perder para o Santos em casa desde 1997.

No começo da partida, Rodrigo Tabata fez com que o torcedor santista achasse que desta vez o seu time venceria em Florianópolis. O meia deu dois bons chutes de fora da área, antes dos dez minutos da primeira etapa.

Mas quem abriu o placar foi o Figueirense. Aos 21min, Soares recebeu lançamento de Rodrigo Souto no meio da defesa do Santos e só tocou na saída de Fábio Costa.

O gol animou os catarinenses que foram para cima e desperdiçaram ótima oportunidade de ampliar o resultado. Schwenck bateu para fora, pênalti sofrido por Soares.

Aos 26min, logo após a penalidade desperdiçada pelo adversário, o técnico do Santos, Vanderlei Luxemburgo, resolveu mudar o esquema. Sacou o zagueiro Domingos, que falhou no lance do gol e fez o pênalti, e pôs o meia André, mudando o Peixe do 3-5-2 para o 4-4-2.

Mesmo pressionando, o Santos só empatou na segunda etapa. Aos 12min, Wellington Paulista cruzou da lateral direita e Rodrigo Tiuí, sozinho na área, marcou para o Santos.

A alegria santista durou pouco. Seis minutos depois, Flávio bateu escanteio, o zagueiro Manzur falhou e Cícero fez o segundo dos catarinenses.

O Santos continuou em cima, fez 25 jogadas de linha de fundo, mas não conseguiu nem ao menos o empate.

Aos 45min, Luiz Alberto cabeceou com perigo, mas o goleiro Andrey defendeu.

Na próxima rodada, o Santos jogará mais uma vez fora de casa, contra o São Caetano. Já o Figueirense pegará o São Paulo, sábado, no Morumbi.

Ficha Técnica
Figueirense 2 x 1 Santos
Equipes
Andrey
Flávio
Chicão
Tiago Prado
(Vinícius)
Fininho
(Samir)
Rodrigo Souto
(Luciano Sorriso)
Carlos Alberto
Marquinhos Paraná
Cícero
Schwenck
Soares

Técnico:
Waldemar Lemos

Fábio Costa
Manzur
Luiz Alberto
Domingos
(André)
Dênis
Wendel
(Fabinho)
Heleno
Rodrigo Tabata
Carlinhos
Wellington Paulista
(Renatinho)
Rodrigo Tiuí

Técnico:
Wanderley Luxemburgo

Gols

23min - 1º tempo
Soares
20min - 2º tempo
Cícero

14min - 2º tempo
Rodrigo Tiuí
Cartões Amarelos
Chicão
Tiago Prado
Vinícius
Carlinhos
Wellington Paulista
Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Árbitro: Djalma José Beltrami Teixeira (RJ)

 
Redação Terra