Boletim

 Fale conosco
Série A
Quarta, 12 de julho de 2006, 23h46 
Cruzeiro afunda Corinthians e mantém liderança
 
Washington Alves/FOTOCOM.NET/Divulgação
Cobrando falta, Martinez fechou o placar para o Cruzeiro em cima do Corinthians
Cobrando falta, Martinez fechou o placar para o Cruzeiro em cima do Corinthians
 Últimas de Série A
» São Paulo contrata meia Hugo, diz jornal
» Internautas põem cinco são-paulinos na seleção do Brasileiro
» Artilheiro Souza afirma que quer sair do Goiás
» Internautas elegem Renato, do Fla, o melhor do Brasileiro
Busca
Busque outras notícias no Terra:
A vitória por 2 a 0 sobre o Corinthians na noite desta quarta-feira serviu para o Cruzeiro manter a liderança do Campeonato Brasileiro e afundar ainda mais o time paulista. Após o tropeço no Mineirão, a equipe alvinegra completou sua quinta partida sem triunfos.

Veja os gols cruzeirenses
Veja fotos da 11ª rodada
Confira a classificação
Veja os artilheiros
Veja o site do Brasileiro 2006

Com este resultado, o Cruzeiro chega aos 24 pontos ganhos e se mantém no topo da tabela de classificação. A equipe volta a campo contra o Goiás. O Corinthians permanece com apenas nove pontos, na 18ª colocação. O time busca a reabilitação no clássico diante do Palmeiras.

Depois de golear o Vasco por 4 a 2 no dia 21 de maio em São Januário, o Corinthians iniciou sua série de tropeços. Antes de cair diante do Cruzeiro, a equipe paulista fracassou contra Internacional, Santos, Goiás e Flamengo.

O Corinthians conseguiu manter o equilíbrio na partida contra os mineiros apenas durante o primeiro tempo. Com o jogo bastante disputado, o Cruzeiro saiu na frente em jogada de bola parada. Aos 39min, Martinez cobrou falta da esquerda e contou com falha de Sílvio Luiz para abrir o placar.

O time mineiro mandou no jogo e sufocou o adversário durante a etapa complementar. Logo aos 6min, o Cruzeiro aumentou a vantagem no marcador. Wágner recebeu de Gil pela direita, levou até o fundo e cruzou na medida para cabeçada certeira de Alecsandro.

O Jogo

O Cruzeiro começou a partida em cima e criou as melhores oportunidades no início do confronto. Sem Carlos Alberto, que sentiu um mal-estar antes do confronto, e com Roger apagado, as jogadas do Corinthians se resumiam às descidas de Nilmar. Enquanto isso, Wágner e Gil levavam perigo.

Os jogadores do Corinthians pediram um pênalti aos 31min do primeiro tempo. Após jogada de Gustavo Nery, a bola chegou a tocar na mão do volante Jonílson. O árbitro carioca Wagner Tardelli não deu bola para as reclamações e mandou o jogo seguir.

Mesmo com a pressão mineira e os contra-golpes corintianos proporcionados por Nilmar, o placar só foi inaugurado aos 39min da primeira etapa, através de uma jogada de bola parada. Martinez bateu direto, Silvio Luiz chegou atrasado e não conseguiu evitar a abertura do marcador.

O Cruzeiro ampliou logo no início da segunda etapa. Aos 6min, Wágner escapou livre pela direita e cruzou para cabeçada de Alecsandro. Em vantagem no marcador, o time da casa preferiu não correr riscos diante de um adversário apático.

Escutando gritos de "segunda divisão" da torcida mineira, Geninho resolveu mexer. Ele trocou o zagueiro André Leone pelo atacante Ramon e mandou o time para cima. No entanto, foi o Cruzeiro que balançou as redes. Gil marcou, mas o juiz anulou a jogada alegando impedimento.

Ficha Técnica
Cruzeiro 2 x 0 Corinthians
Equipes
Fábio
Jonathan
Edu Dracena
Thiago Heleno
(Eliézio)
Júlio César
Jonílson
Martinez
Leandro Bonfim
Wagner
(Francismar)
Alecsandro
(Carlinhos Bala)
Gil

Técnico:
Paulo César Gusmão

Sílvio Luiz
Wescley
Betão
André Leone
(Ramon)
Rosinei
Bruno Octávio
Renato
(Rubens Júnior)
Roger
Gustavo Nery
Nilmar
Rafael Moura
(Daniel)

Técnico:
Geninho

Gols

39min - 1° tempo
Martinez
6min - 2º tempo
Alecsandro

 
Cartões Amarelos
Thiago Heleno
Wágner
Wescley
André Leone
Renato
Gustavo Nery
Rosinei
Rafael Moura
Local: Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Wagner Tardelli (RJ)

 
Redação Terra