Boletim

 Fale conosco
Série A
Quinta, 13 de julho de 2006, 22h27  Atualizada às 09h39
Palmeiras bate o Vasco e quebra seqüência de derrotas
 
Agência Lance
Jogadores do Palmeiras comemoram no Parque Antarctica
Jogadores do Palmeiras comemoram no Parque Antarctica
 Últimas de Série A
» São Paulo contrata meia Hugo, diz jornal
» Internautas põem cinco são-paulinos na seleção do Brasileiro
» Artilheiro Souza afirma que quer sair do Goiás
» Internautas elegem Renato, do Fla, o melhor do Brasileiro
Busca
Busque outras notícias no Terra:
O Palmeiras conseguiu a segunda vitória no Brasileiro e quebrou uma seqüência de quatro derrotas ao bater o Vasco por 4 a 2, na noite desta quinta-feira, no Parque Antarctica.

Veja matéria em vídeo
Veja fotos do jogo
Confira a classificação
Veja os artilheiros
Veja o site do Brasileiro 2006

Edmundo comandou a vitória marcando dois gols. Daniel e Enílton fecharam o marcador. A partida também marcou o retorno do goleiro Marcos à meta palmeirense.

O esquema 3-6-1 implantado pelo técnico Tite se mostrou muito eficaz, especialmente na marcação da saída de bola, com isso, o time alviverde teve amplo domínio da partida.

O Vasco chegou aos gols em uma jogada de felicidade de Yves, que acertou um lindo chute de longa distância, e em outra infeliz, de Wendell, que marcou contra.

Com o resultado, o time segue na vice-lanterna, mas diminui a diferença para o arquirival para dois pontos (9 a 7) e pode ultrapassá-lo no clássico de domingo. O Vasco permanece com 13 pontos, na 14ª posição.

O Palmeiras iniciou a partida com uma blitz para cima da defesa do Vasco, não deixando a equipe carioca sair para o jogo. Com o meio-de-campo dominado, e centralizando a armação das jogadas em Juninho e Edmundo, passou o criar inúmeras oportunidades de gol.

Aos 11min, Paulo Baier sofreu falta pela direita, que ele mesmo cobrou na cabeça de Daniel, que abriu o marcador. Mantendo o domínio do jogo, o Alviverde sofreu um duro golpe aos 15min, quando Ives, na primeira descida do Vasco, acertou uma bomba de fora da área e empatou.

Porém, a igualdade só persistiu um minuto. Foi o tempo de o Palmeiras tomar novamente a frente do marcador, aproveitando a bobeira de Andrade, que perdeu a bola para Juninho ganhar a linha de fundo e cruzar para Edmundo completar.

No segundo ataque do Vasco no jogo, o segundo gol carioca. Aos 36min, Moraes fez boa jogada e abriu na direita para Ramon arrancar. No chute cruzado para a área, Wendel cortou para a própria meta e marcou contra. Mas a partida seguiu em ritmo alucinante até o fim do primeiro tempo.

Aos 46min, Edmundo mostrou oportunismo após a cobrança de lateral de Paulo Baier na área e colocou o Verdão novamente em vantagem.

No segundo tempo, a velocidade da partida diminui de ambos os lados. Porém, aos 17min, Juninho quebrou o protocolo e arrancou em uma bela jogada individual. Na hora da conclusão a bola espirrou na zaga e Enílton só teve o trabalho de empurrar para a rede.

O Vasco, já impotente na partida, ainda perdeu Fábio Braz, aos 29min, que fez falta dura em Juninho. A partir daí foi só o tempo correr para a equipe do Parque Antarctica comemorar a segunda vitória na competição.

O Palmeiras voltará a campo pelo Brasileiro no próximo domingo, quando terá pela frente o clássico contra o Corinthians, no Morumbi. Na mesma data, o Vasco também enfrentará seu maior rival: o Flamengo, no Maracanã.

Ficha Técnica
Palmeiras 4 x 2 Vasco
Equipes
Marcos
Daniel
Nen
Alceu
Paulo Baier
(Amaral)
Francis
Wendel
Juninho
(Marcinho)
Edmundo
(Rosembrick)
Michael
Enílton

Técnico:
Tite

Cássio
Wágner Diniz
Fábio Braz
Jorge Luiz
Diego
Andrade
(Abedi)
Ives
Ramon
(Ernani)
Morais
Valdiram
(Eder)
Edílson

Técnico:
Renato Gaúcho

Gols

12min - 1º tempo
Daniel
16min - 1º tempo
Edmundo
42min - 1º tempo
Edmundo
17min - 2º tempo
Enílton

15min - 1º tempo
Yves
36min - 1º tempo
Wendel (contra)
Cartões Amarelos
Michael
Andrade
Cartões Vermelhos

Fábio Braz
Local: Estádio Parque Antarctica, em São Paulo (SP)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (PR)
Público e renda: 10.029 pagantes e R$ 159.815,00

Com Lancepress


 

Redação Terra