Boletim

 Fale conosco
Série A
Sábado, 15 de julho de 2006, 20h06  Atualizada às 14h24
São Paulo vence no final e vira líder provisório
 
Agência Lance
Ricardo Oliveira vibra com o primeiro gol do São Paulo
Ricardo Oliveira vibra com o primeiro gol do São Paulo
 Últimas de Série A
» São Paulo contrata meia Hugo, diz jornal
» Internautas põem cinco são-paulinos na seleção do Brasileiro
» Artilheiro Souza afirma que quer sair do Goiás
» Internautas elegem Renato, do Fla, o melhor do Brasileiro
Busca
Busque outras notícias no Terra:
O São Paulo precisou dos acréscimos, mas venceu o Figueirense por 2 a 1, neste sábado, no Morumbi, e assumiu a liderança provisória do Campeonato Brasileiro. O empate persistiu até os 46min do segundo tempo, quando André Dias completou escanteio de Lúcio e deu a vitória aos donos da casa.

Veja matéria em vídeo
Veja fotos do jogo
Confira a classificação
Veja os artilheiros
Veja o site do Brasileiro 2006

Com o resultado, o time comandado por Muricy Ramalho chegou aos 26 pontos e passou a ocupar, ainda que provisoriamente, a primeira colocação da competição. Já os catarinenses estacionaram nos 18 e permaneceram, pelo menos até o complemento da 12ª rodada, em sétimo lugar.

O São Paulo começou muito bem e abriu o placar logo aos 3min, quando Lúcio abriu na esquerda, e Thiago cruzou na área. A bola encontrou a cabeça de Ricardo Oliveira, que finalizou forte e inaugurou o marcador.

O gol acordou o Figueirense, que passou a tomar iniciativa em busca do empate. O resultado dessa postura só apareceu aos 14min da etapa final, quando Tiago Prado subiu mais que a zaga tricolor após cruzamento da esquerda e cabeceou no canto direito de Rogério, que apenas observou.

A partir daí, o São Paulo partiu para cima. Muricy gastou suas três alterações com Leandro, Ilsinho e Alex Dias e foi premiado nos acréscimos. Aos 46min, Lúcio cobrou escanteio no segundo pau, e André Dias marcou o gol da vitória dos donos da casa.

O jogo

O São Paulo começou a partida em ritmo forte. Logo aos 3min, Lúcio rolou a bola para Thiago na esquerda, e o atacante passou pela marcação antes de cruzar com perfeição para Ricardo Oliveira cabecear para as redes.

Ao contrário do que se imaginava, no entanto, o Figueirense não se assustou com o gol tomado logo no início e equilibrou as ações. A equipe de Waldemar Lemos explorou a velocidade do seu ataque, principalmente com Soares, e criou boas chances para empatar.

Soares, inclusive, foi protagonista do lance mais polêmico da partida. Após receber excelente lançamento, ele ficou de cara para o gol, driblou Rogério Ceni e caiu dentro da área, alegando ter sido derrubado. O árbitro Heber Roberto Lopes deixou o lance seguir.

Na volta para o segundo tempo, as equipes voltaram com a mesma formação, mas a equipe catarinense foi mais objetiva e chegou ao empate aos 14min. Fininho cobrou escanteio na marca do pênalti, e Tiago Prado subiu mais que a zaga para cabecear. A bola foi no canto esquerdo de Ceni, que nem se moveu.

Quando parecia que o time tricolor teria o seu primeiro tropeço atuando em casa pelo Brasileiro, aos 46min, Lúcio cobrou escanteio da esquerda, e André Dias garantiu de cabeça a oitava vitória do São Paulo no Nacional.

Ficha Técnica
São Paulo 2 x 1 Figueirense
Equipes
Rogério Ceni
André Dias
Lugano
Edcarlos
Souza
(Leandro)
Mineiro
Josué
Danilo
(Ilsinho)
Lúcio
Thiago
(Alex Dias)
Ricardo Oliveira

Técnico:
Muricy Ramalho

Andrey
Flávio
Chicão
Tiago Prado
Fininho
Henrique
Carlos Alberto
Cícero
Marquinhos Paraná
Schwenck
Soares

Técnico:
Waldemar Lemos

Gols

3min - 1° tempo
Ricardo Oliveira
46min - 2º tempo
André Dias

14min - 2° tempo
Tiago Prado
Cartões Amarelos
André Dias Flávio
Chicão
Soares
Local: Estádio Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (PR)
Público e renda: 13.947 pagantes e renda não divulgada

 
Redação Terra