Boletim

 Fale conosco
Série A
Domingo, 16 de julho de 2006, 18h01 
Contra Goiás, Cruzeiro perde pênaltis e liderança
 
FOTOCOM.NET/Divulgação
Alecsandro perdeu o pênalti que poderia dar vitória ao Cruzeiro
Alecsandro perdeu o pênalti que poderia dar vitória ao Cruzeiro
 Últimas de Série A
» São Paulo contrata meia Hugo, diz jornal
» Internautas põem cinco são-paulinos na seleção do Brasileiro
» Artilheiro Souza afirma que quer sair do Goiás
» Internautas elegem Renato, do Fla, o melhor do Brasileiro
Busca
Busque outras notícias no Terra:
O Cruzeiro empatou por 0 a 0 com o Goiás, neste domingo, no Mineirão, e perdeu a liderança do Campeonato Brasileiro. A equipe teve um pênalti para bater no primeiro tempo, mas Alecsandro desperdiçou a cobrança duas vezes, uma vez que o juiz mandou voltar a primeira.

Atacante cruzeirense perde dois pênaltis
Confira fotos
Veja a classificação
Confira os artilheiros
Veja o site do Brasileiro 2006
Opine: comente a 12ª rodada do Brasileiro

Com o resultado, a equipe celeste chegou aos 25 pontos, um a menos que o São Paulo, novo líder. O Goiás, por sua vez, passou a somar 18 e se manteve na faixa de classificação à Copa Sul-Americana.

O Cruzeiro teve a chance de sair na frente aos 21min, quando Alecsandro dividiu com Harlei, e o juiz apitou pênalti. O próprio atacante bateu no meio e teve a cobrança defendida, mas o assistente ergueu a bandeira, assinalando que o goleiro tinha se adiantado. Na segunda chance, Alecsandro bateu no canto direito, e Harlei defendeu de novo.

O jogo permaneceu equilibrado até a etapa final, quando os dois técnicos buscaram alternativas para chegar ao gol da vitória. A melhor chance foi novamente de Alecsandro, que recebeu na cara do gol e desperdiçou. Pouco depois, ele foi substituído sob vaias por Carlinhos Bala.

As duas equipes voltam a campo no próximo final de semana, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. No sábado, o Cruzeiro visita o Paraná Clube, às 16h (de Brasília), no Pinheirão. Domingo é dia de Goiás x Palmeiras, às 18h10, no Serra Dourada.

O jogo

A partida começou equilibrada, e as duas equipes pareciam se estudar em campo. Aos poucos, a equipe goiana começou a dominar as ações no meio-campo, marcando bem e chegando com mais objetividade ao ataque.

A primeira chance mais clara foi do Goiás, aos 11min. Cléber chutou de fora da área, e Fábio, bem colocado, fez a defesa. O Cruzeiro respondeu e chegou com perigo ao gol de Harlei. Aos 21min, Alecsandro chutou de fora da área, e o goleiro colocou para escanteio.

A equipe celeste teve pênalti duvidoso marcado a seu favor aos 22min, quando Alecsandro invadiu a área e se chocou com o goleiro Harlei. O próprio atacante cobrou o pênalti, e o goleiro defendeu com o pé, mas o árbitro mandou voltar. Alecsandro repetiu a cobrança e, mais uma vez, viu o camisa um adversário defender.

Depois da oportunidade desperdiçada, a partida voltou a ficar equilibrada. As defesas levavam vantagem sobre os ataques, e poucas chances de gol foram criadas. O Goiás tentava a sorte nos contra-ataques, com Jadílson pela esquerda e Johnson pelo meio.

A equipe celeste parecia ter sentido o pênalti perdido e estava desorganizada em campo. A última chance do primeiro tempo saiu aos 45min, em uma bela cobrança de falta de Martinez. A bola saiu por muito pouco, à direita do gol do goleiro Harlei.

O segundo tempo começou sem muitas mudanças no modo de jogar das duas equipes. O Cruzeiro seguia tentando pressionar, mas o Goiás continuava forte na defesa. Aos 9min, Leandro Bomfim tentou um chute de longe, mas Harlei fez boa defesa.

Paulo César Gusmão tentou modificar a forma de jogar da equipe e colocou Francismar no lugar de Júlio César. O Cruzeiro passou a ter mais uma opção ofensiva e jogar com velocidade.

Apesar disso, furar o bloqueio defensivo do Goiás continuava difícil, e a alternativa da equipe celeste se resumia a chutes de média e longa distância. Aos 19min, Wagner tentou jogada individual, avançou pelo meio e chutou, mas pegou mal na bola.

Aos 39min, Carlinhos Bala teve grande oportunidade para fazer na entrada da área. Ele avançou, tentou o chute, mas a bola saiu por cima do gol. Aos 46min, mais uma chance perdida. Diego invadiu a área e teve espaço para chutar, mas pegou fraco e viu Harlei defender.

Ficha Técnica
Cruzeiro 0 x 0 Goiás
Equipes
Fábio
Jonathan
Edu Dracena
Eliezio
Júlio César
(Francismar)
Jonílson
Leandro Bomfim
(Diego)
Martinez
Wagner
Alecsandro
(Carlinhos Bala)
Gil

Técnico:
Paulo César Gusmão

Harlei
Rafael Dias
Fabiano
Leonardo
Cléber Gaúcho
(Luciano Almeida)
Cléber
Fábio Bahia
Johnson
Jadílson
(Leiriélton)
Welliton
(Hugo Leonardo)
Souza

Técnico:
Antônio Lopes

Gols

33min - 1° tempo
Alberto

14min - 2 ° tempo
Reinaldo Aleluia
Cartões Amarelos
  Fabiano
Cléber Gaúcho
Souza
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Paulo Henrique de Godoy Bezerra (SC)

 
Redação Terra