Boletim

 Fale conosco
Série A
Domingo, 23 de julho de 2006, 17h56  Atualizada às 09h36
Reservas batem Ponte e mantêm São Paulo na liderança
 
Agência Lance
Lenílson comemora o primeiro gol são-paulino na partida
Lenílson comemora o primeiro gol são-paulino na partida
 Últimas de Série A
» São Paulo contrata meia Hugo, diz jornal
» Internautas põem cinco são-paulinos na seleção do Brasileiro
» Artilheiro Souza afirma que quer sair do Goiás
» Internautas elegem Renato, do Fla, o melhor do Brasileiro
Busca
Busque outras notícias no Terra:
Os reservas do São Paulo foram neste domingo até Campinas enfrentar a Ponte Preta com a missão de manter a equipe na liderança do Campeonato Brasileiro. E foi o que eles fizeram com a vitória por 3 a 1 sobre a rival, de virada, em pleno Estádio Moisés Lucarelli.

Veja matéria em vídeo
Confira fotos
Confira a classificação
Veja os artilheiros
Veja o site do Brasileiro 2006

O técnico Muricy Ramalho decidiu poupar os titulares visando a partida da próxima quarta-feira, contra o Chivas, no México, pela semifinal da Copa Libertadores.

A vitória deixou o time tricolor na ponta isolada da competição nacional, somando agora 29 pontos, quatro a mais que o vice-líder Cruzeiro.

A única equipe que poderia ter encostado no São Paulo foi o Internacional, mas o empate sem gols com o Botafogo deixou a equipe também com 25 pontos, no terceiro lugar.

Já a Ponte segue estacionada nos 14 pontos e está bastante ameaçada pelo fantasma do rebaixamento. O time aparece na 15ª posição, apenas dois pontos acima da zona de perigo.

O primeiro tempo foi movimentado, com o São Paulo tomando a iniciativa da partida. No entanto, quem abriu o placar foi o time campineiro.

Aos 8min, Luís Mário foi lançado na área e acabou derrubado por Rogério Ceni. Dois minutos depois, Tuto cobrou o pênalti e o goleiro são-paulino defendeu. No entanto, o juiz mandou voltar a cobrança alegando que Ceni se adiantou.

Aos 11min, após o protesto dos jogadores do São Paulo, Tuto foi para a nova cobrança. Ele bateu rasteiro, no canto direito do goleiro e tirou o primeiro zero do marcador.

O gol não abalou a confiança do São Paulo, que manteve o toque de bola e conseguiu conquistar o empate ainda na etapa inicial.

Aos 41min, o lateral-direito Ilsinho fez o cruzamento da ponta direita e Lenílson, de dentro da área, acertou lindo chute de primeira. A bola entrou no ângulo direito do goleiro Jean, que nada pôde fazer.

No segundo tempo, o time tricolor manteve o domínio territorial e alcançou o gol da virada em uma jogada de bola parada.

Aos 7min, após cobrança de escanteio da direita, a zaga da Ponte não conseguiu afastar e o zagueiro Alex Silva completou para o gol.

A Ponte encontrava bastante dificuldade para penetrar na defesa são-paulina. Em compensação, os comandados de Muricy Ramalho levavam perigo nos contra-ataques.

E foi justamente em uma jogada dessa que saiu o terceiro gol visitante. Aos 27min, Lenílson recebeu a bola dentro da área e girou com estilo. A bola ainda explodiu na trave esquerda de Jean antes de morrer no fundo do gol.

Com a tranqüila vantagem, a equipe do Morumbi tirou um pouco o "pé do acelerador" e administrou a posse de bola.

A Ponte Preta, por sua vez, tentava, em vão, diminuir o marcador e entrar novamente na partida.

Na próxima rodada do Brasileiro, o São Paulo faz o clássico contra o Santos, no domingo, no Estádio do Morumbi.

Já a Ponte vai até o ABC paulista enfrentar o São Caetano, no sábado, no Anacleto Campanella.

Ficha Técnica
Ponte Preta 1 x 3 São Paulo
Equipes
Jean
Preto
Thiago Matias
Luís Carlos
(Mossoró)
Caio
(Pará)
Carlinhos
Emerson
(Dionízio)
Almir
Iran
Tuto
Luís Mário

Técnico:
Marco Aurélio

Rogério Ceni
Alex Silva
Alex
Edcarlos
Ilsinho
Ramalho
Richarlyson
Lenílson
Lúcio
Thiago
Alex Dias
(Lima)

Técnico:
Muricy Ramalho

Gols

11min - 1° tempo
Tuto

41min - 1° tempo
Lenílson
7min - 2° tempo
Alex Silva
27min - 2° tempo
Lenílson
Cartões Amarelos
Luís Carlos Edcarlos
Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Árbitro: Wagner Tardelli (RJ)

 
Redação Terra