Boletim

 Fale conosco
Série A
Domingo, 30 de julho de 2006, 17h53  Atualizada às 10h00
Santos goleia equipe reserva do líder São Paulo
 
Agência Lance
Fabiano vibra em seu primeiro gol. O atacante deixaria o campo machucado no 2° tempo
Fabiano vibra em seu primeiro gol. O atacante deixaria o campo machucado no 2° tempo
 Últimas de Série A
» São Paulo contrata meia Hugo, diz jornal
» Internautas põem cinco são-paulinos na seleção do Brasileiro
» Artilheiro Souza afirma que quer sair do Goiás
» Internautas elegem Renato, do Fla, o melhor do Brasileiro
Busca
Busque outras notícias no Terra:
O Santos não demonstrou nenhum respeito pela equipe do São Paulo, que atuava no Morumbi e tinha apenas Rogério Ceni como titular, e goleou a equipe tricolor por 4 a 0 , neste domingo, em partida válida pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Veja matéria em vídeo
Veja imagens do jogo
Confira a classificação
Veja os artilheiros
Veja o site do Brasileiro 2006

Com a vitória, a equipe da Vila chegou aos 24 pontos e agora ocupa a 5ª colocação na tabela do Nacional. Já o São Paulo, que sofreu apenas sua terceira derrota no torneio, permanece com 29 pontos, mas ainda lidera com folga.

Com a goleada sofrida, o clube tricolor também perdeu a sua invencibilidade no Brasileiro jogando em casa.

Até antes da partida, a equipe de Muricy Ramalho tinha 100% de aproveitamento - foram sete vitórias em sete jogos. A última derrota jogando no seu estádio foi no dia 5 de abril, quando perdeu para o Chivas (MEX), por 2 a 1, ainda na primeira fase da Libertadores.

Uma outra sensação que o São Paulo não tinha há muito tempo, era tomar quatro gols em uma partida. A última vez que isso aconteceu foi no Brasileiro de 2005, dia 20 de agosto, quando foi superado pelo Atlético-PR por 4 a 2, na Arena da Baixada.

Na próxima rodada, o Santos pega o Internacional, no domingo, na Vila Belmiro. Já o São Paulo tenta a recuperação contra o Botafogo, em Volta Redonda.

No entanto, antes de voltar suas atenções para o Brasileiro novamente, o time do Morumbi enfrenta o Chivas às 21h45, na quarta-feira, em jogo válido pela semifinal da Copa Libertadores.

O São Paulo, que venceu a primeira partida disputada no México por 1 a 0, precisa apenas de um empate para garantir sua vaga na decisão do torneio sul-americano.

O jogo

O São Paulo, mesmo com seu time reserva - contou apenas com Rogério Ceni de titular -, foi quem começou assustando a equipe do Santos. Em ataque rápido, aos 8min, Lenílson bateu da entrada da área com força e a bola acertou a trave de Fábio Costa.

Acuado em seu campo de defesa, o time santista tinha dificuldades para sair jogador.

Aos 18min, em lance curioso, o lateral Dênis sofreu falta fora do campo de campo, em um momento de indecisão, o árbitro Leonardo Gaciba não sabia de dava a infração ou ignorava. Com a ajuda do 4° árbitro, ele deu bola ao chão e mostrou o amarelo para o são-paulino.

Ainda melhor em campo, o São Paulo pressionava o time da Vila Belmiro e exigia boas defesas de Fábio Costa. No entanto, quem abriu o placar foi justamente a equipe alvinegra.

Aos 40min, em batida de falta rápida do zagueiro Manzur, Dênis recebeu na direita e cruzou no pé de Fabiano. O atacante deu um leve toque e colocou à esquerda de Rogério Ceni, que nada pôde fazer.

Apenas três minutos depois, o Santos ampliou o placar. Após lançamento na esquerda e falha de Alex Silva, o lateral Kléber avançou livre pela esquerda, invadiu a área, deixou Alex no chão e rolou para Fabiano, que chutou para o gol vazio e marcou seu segundo gol na partida.

No segundo tempo, disposto a buscar o empate, o São Paulo passou a pressionar ainda mais a equipe santista na defesa. Mesmo assim, em um lance quase casual, o time de Luxemburgo marcou o terceiro aos 9min.

Após ganhar disputa de bola no alto com Ilsinho, Wendel rolou para Rodrigo Tabata. O meia santista viu o lateral Dênis despontar na direita, em posição legal, e cruzou na medida. O ex-jogador do Ipatinga apenas tocou no canto direito de Ceni e marcou.

O terceiro gol acendeu ainda mais o time tricolor, que partiu para cima do Santos. Em uma seqüência de escanteios batidos pelo lateral Lúcio, o volante Maldonado salvou, em cima da linha, o goleiro Fábio Costa duas vezes.

Em seguida, o time da Vila Belmiro chegou ao quarto gol. Reinaldo avançou pela direita e cruzou para Rodrigo Tiuí. Livre dentro da área, o atacante errou o primeiro chute, mas se recuperou e marcou o seu na partida, fechando o placar.

Ficha Técnica
São Paulo 0 x 4 Santos
Equipes
Rogério Ceni
Alex Silva
Alex
Edcarlos
Ilsinho
Ramalho
Richarlyson
Lenílson
Lúcio
Alex Dias
Thiago
(Lima)



Técnico:
Muricy Ramalho

Fábio Costa
Manzur
Luiz Alberto
Ronaldo
Dênis
Maldonado
Wendel
Rodrigo Tabata
(Rodrigo Tiuí)
Kléber
(Heleno)
Reinaldo
Fabiano
(André)

Técnico:
V. Luxemburgo

Gols

 

40min - 1° tempo
Fabiano
43min - 1° tempo
Fabiano
9min - 2° tempo
Dênis
27min - 2° tempo
Rodrigo Tiuí
Cartões Amarelos
Richarlyson Kléber
Cartões Vermelhos
Alex  
Local:Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro:Leonardo Gaciba (RS)
Público e renda: 10.873 pagantes e R$ 188.166,00

 
Redação Terra