Boletim

 Fale conosco
Série A
Domingo, 30 de julho de 2006, 18h23 
Gremistas botam fogo em banheiro no Beira-Rio
 
Neco Varella/Agência Estado
Fogo no estádio da Beira-Rio paralisou a partida por duas vezes
Fogo no estádio da Beira-Rio paralisou a partida por duas vezes
 Últimas de Série A
» São Paulo contrata meia Hugo, diz jornal
» Internautas põem cinco são-paulinos na seleção do Brasileiro
» Artilheiro Souza afirma que quer sair do Goiás
» Internautas elegem Renato, do Fla, o melhor do Brasileiro
Busca
Busque outras notícias no Terra:
Os ânimos do clássico Gre-Nal mexeram com os gremistas. Depois de se confrontarem por duas vezes com a polícia, os torcedores tricolores botaram fogo em banheiro químico nas arquibancadas, o que paralisou a partida por cinco minutos na primeira oportunidade. Com o aumento do incêndio a fumaça tomou volume suficiente para parar o jogo de novo, e os bombeiros precisaram de proteção policial para controlar o foco.

Opine: o Grêmio deve ser punido?
Inter e Grêmio só empatam
Veja imagens do jogo
Confira a classificação
Veja os artilheiros
Veja o site do Brasileiro 2006

Depois de apagado o fogo, jogou-se água também nos torcedores e a partida se reiniciou após cerca de 10 minutos de pausa.

Momentos antes da partida com o rival Internacional às 18h10 deste domingo, eles entraram em confronto com a polícia e chacoalharam as grades de separação de torcida do estádio Beira-Rio.

Novamente, antes do início da etapa final, os fanáticos voltaram a encarar as autoridades, quando desceram das arquibancabas e brigaram com os policiais.

No confronto antes da partida, as autoridades tiveram que fazer uma linha de contenção e lançaram algumas bombas de efeito moral para intimidar os torcedores do Grêmio, que pareciam ter se acalmado quando os times estavam em campo e o juiz iniciou o duelo entre as equipes.


 

Redação Terra