Boletim

 Fale conosco
Série A
Sábado, 5 de agosto de 2006, 20h06 
Corinthians reencontra Pacaembu, vitória e deixa lanterna
 
Agência Lance
Rafael Moura comemora o gol da virada do Corinthians no Pacaembu
Rafael Moura comemora o gol da virada do Corinthians no Pacaembu
 Últimas de Série A
» São Paulo contrata meia Hugo, diz jornal
» Internautas põem cinco são-paulinos na seleção do Brasileiro
» Artilheiro Souza afirma que quer sair do Goiás
» Internautas elegem Renato, do Fla, o melhor do Brasileiro
Busca
Busque outras notícias no Terra:
Não foi uma apresentação de gala, mas o Corinthians demonstrou a vontade cobrada pela torcida, neste sábado, e interrompeu uma seqüência de oito jogos sem vitória no Campeonato Brasileiro. Em sua volta ao Pacaembu, quase três meses depois, bateu o Atlético-PR por 2 a 1, de virada.

Confusão antecede partida
Confira fotos da rodada
Veja a classificação
Confira os artilheiros
Veja o site do Brasileiro 2006

Com o resultado, o time comandado por Geninho chegou aos 13 pontos e deixou, pelo menos até domingo, a lanterna da competição para o Fortaleza. Os paranaenses, por sua vez, estacionaram nos 17 e falharam na tentativa de ganhar distância da zona de rebaixamento.

Depois de alguns protestos na porta do estádio e até pequenos conflitos com a polícia, a torcida alvinegra entrou no Pacaembu pela primeira vez desde o dia 4 de maio. Naquele dia, o time perdeu para o River Plate, pela Copa Libertadores, e a arena foi interditada por conta da confusão que foi instalada.

O grande público, no entanto, não gostou do que viu logo aos 3min, quando o zagueiro argentino Sebá falhou feio na meia-lua e perdeu a bola para Ferreira. O colombiano invadiu a área e bateu forte para abrir o placar.

Ao contrário do que vinha acontecendo nos últimos jogos, o Corinthians não se abateu com o gol sofrido. Empurrado pela torcida, seguiu no ataque e chegou à virada rapidamente.

Aos 8min, Coelho fez grande jogada pela direita e cruzou para Carlos Tevez, que cabeceou na risca da pequena área e empatou. Dois minutos depois, foi a vez de Carlos Alberto progredir pela direita e cruzar no segundo pau, onde Rafael Moura apareceu para completar de pé esquerdo.

Ainda que sem demonstrar grande entrosamento, o Corinthians foi superior durante a maior parte da partida. Na base da vontade, a equipe chegou a criar algumas oportunidades para ampliar a vantagem.

Já aos 27min da etapa final, a tarefa de manter o resultado foi facilitada pela expulsão de Jancarlos, que aplicou dura entrada em Tevez. A equipe do Parque São Jorge, no entanto, deu a seu torcedor aquela dose de sofrimento que tanto gosta.

O relógio já beirava os 50min, quando o Atlético-PR chegou em cobrança de escanteio da direita. A zaga não cortou a bola alçada, e a vitória foi garantida pelo volante Paulo Almeida, que salvou em cima da linha.

Na seqüência, o árbitro Luís Antônio Silva Santos apontou o centro do campo e deixou aliviada a Fiel torcida. "Ganhamos na raça e na pancada. Agora saiu a zica e ningum segura a gente", vibrou Marcelinho, que substituiu o contundido Carlos Alberto e levou a torcida ao delírio.

Ficha Técnica
Corinthians 2 x 1 Atlético-PR
Equipes
Marcelo
Betão
Sebá
André Leone
(Marcus Vinícius)
Coelho
Paulo Almeida
Marcelo Mattos
Carlos Alberto
(Marcelinho)
Rubens Júnior
Rafael Moura
Tevez
(Renato)

Técnico:
Geninho

Cléber
Danilo
João Leonardo
Alex
Jancarlos
Alan Bahia
Cristian
Ferreira
Ivan
(Fabrício)
Dagoberto
(Herrera)
Denis Marques

Técnico:
Oswaldo Alvarez

Gols

8min - 1° tempo
Tevez
10min - 1º tempo
Rafael Moura

3min - 1º tempo
Ferreira
Cartões Amarelos
Betão
Marcelinho
Marcelo Mattos
André Leone
Coelho
Alex
Danilo
Cartões Vermelhos
  Jancarlos
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Árbitro: Luis Antônio Silva Santos (RJ)
Público e renda: 32.905 pagantes e R$ 306.520,00

 
Redação Terra