Boletim

 Fale conosco
Série A
Domingo, 6 de agosto de 2006, 18h01  Atualizada às 07h54
Paraná vence o Vasco e assume vice-liderança
 
 Últimas de Série A
» São Paulo contrata meia Hugo, diz jornal
» Internautas põem cinco são-paulinos na seleção do Brasileiro
» Artilheiro Souza afirma que quer sair do Goiás
» Internautas elegem Renato, do Fla, o melhor do Brasileiro
Busca
Busque outras notícias no Terra:
O Paraná Clube assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro ao derrotar o Vasco por 2 a 1, neste domingo, no Pinheirão.

Veja matéria em vídeo
Veja fotos da rodada
Confira a classificação
Veja os artilheiros
Veja o site do Brasileiro 2006

Sandro, ainda no primeiro tempo, e Maicossuel, fizeram os gols paranistas. Madson descontou para os cruz-maltinos.

Com a vitória, o time tricolor paranaense soma 27 pontos, mesmo número do Santos, mas vence no saldo de gols, por 11 a 10.

O Vasco foi a campo com seis desfalques (Cássio, Fábio Braz, Morais e Ramon, suspensos, e Wágner Diniz e Edilson, machucados), o técnico Renato Gaúcho optou pelo esquema 3-6-1, com apenas Faioli no ataque, para suprir as baixas sofridas.

Com a derrota de 4 a 2 para o Palmeiras, na última rodada do Brasileiro, o Paraná apostou numa formação mais ofensiva em casa para se reabilitar com as voltas de Leonardo e Maicossuel.

No entanto, foram os visitantes que começaram melhor na partida. Faioli, único atacante escalado pelo técnico Renato Gaúcho, incomodou muito a defesa do Paraná, que tinha dificuldade em furar o bloqueio do esquema 3-6-1 do adversário.

O Vasco apostou nos contra-ataques. Aos 30min, Faioli recebeu lançamento e foi atropelado pelo zagueiro Émerson dentro da área: pênalti. Abedi, que treinou o fundamento durante toda a semana, deu duas paradinhas antes da cobrança e chutou para fora.

O goleiro Flávio bateu o tiro de meta e iniciou o contra-ataque do Paraná. Edinho, ex-Vasco, lança a bola para Leonardo, Roberto sai mal do gol e se choca contra o atacante do Paraná e com dois companheiros de equipe, Ygor e Coutinho, a bola sobra para Sandro, que só empurra para o gol escancarado: 1 a 0.

O time vascaíno sentiu o baque. A defesa formada por Roberto, Paulão, Éder e Jorge Luiz não demonstrou segurança e deu outros sustos antes do primeiro tempo terminar. Porém, o ataque criou boa chances, mas não soube aproveitá-las.

O peso dos desfalques do Vasco aumentou no segundo tempo. Renato Gáucho abandonou o esquema 3-6-1 e migrou para o 3-5-2 com a entrada de Mádson no lugar de Coutinho. Porém, foi inútil. A mudança não surtiu efeito e o Paraná continuou dominando. Não satisfeito, o treinador deixou de lado o 3-5-2 e passou para o 4-3-3, com a entrada de Fábio Júnior no lugar de Abedi.

Entretanto, foi o Paraná que marcou novamente, aos 23min. Maicossuel ficou no mano a mano com Jorge Luiz. Sem dificuldade, o apoiador deixou o marcador para trás e acertou um belo chute no ângulo de Roberto.

Renato Gaúcho partiu para o desespero. Colocou Luís Carlos no lugar do zagueiro Paulão e ficou com quatro atacantes - Faioli, Madson e Fábio Júnior foram os outros. E de tanto insistir, o Vasco conseguiu diminuir aos 40min do segundo tempo. Faioli rolou para Mádson, que chutou no canto esquerdo de Flávio.

Na próxima rodada do Brasileiro, o Paraná receberá o Santos no Estádio Pinheirão, às 18h10. Já o Vasco, enfrentará o Juventude, fora de casa, no Estádio Alfredo Jaconni, às 16h.

Ficha Técnica
Paraná 2 x 1 Vasco
Equipes
Flávio
Gustavo
Edmílson
Emerson
Ângelo
Batista
Serginho
(Felipe Alves)
Maicossuel
Edinho
Sandro
(Cristiano)
Leonardo
(Jefferson)

Técnico:
Caio Júnior

Roberto
Paulão
(Luís Carlos)
Éder
Jorge Luiz
Claudemir
Andrade
Ygor
Abedi
(Fábio Júnior)
Coutinho
(Madson)
Diego
Faioli

Técnico:
Renato Gaúcho

Gols

32min - 1º tempo
Sandro
23min - 2º tempo
Maicossuel

40min - 2º tempo
Madson
Cartões Amarelos
Flávio
Batista
Serginho
Paulão
Coutinho
Cartões Vermelhos

Andrade
Local: Estádio Pinheirão, em Curitiba (PR)
Árbitro: Rodrigo Martins Cintra (SP)
Público e renda: 7.404 pagantes e R$ 91.510,00

Com Lancepress
 

Redação Terra