Boletim

 Fale conosco
Série A
Quarta, 30 de agosto de 2006, 21h21 
Geninho mexe no time e Goiás bate o Flu de virada
 
FOTOCOM/Divulgação
O Goiás, de Romerito, pode respirar após bater o Fluminense
O Goiás, de Romerito, pode respirar após bater o Fluminense
 Últimas de Série A
» São Paulo contrata meia Hugo, diz jornal
» Internautas põem cinco são-paulinos na seleção do Brasileiro
» Artilheiro Souza afirma que quer sair do Goiás
» Internautas elegem Renato, do Fla, o melhor do Brasileiro
Busca
Busque outras notícias no Terra:
O Goiás venceu o Fluminense por 3 a 1, na noite desta quarta-feira, de virada, após o técnico Geninho fazer uma alteração no time e colocar o atacante Nonato, no intervalo, quebrou um jejum de 11 partidas sem vitória e saiu da zona do rebaixamento.

Veja fotos da rodada
Comente a rodada
Confira a classificação
Veja os artilheiros
Veja o site do Brasileiro 2006

O jogador entrou no lugar de Danilo Portugal e em apenas sete minutos fez os gols que evitaram uma derrota para a equipe comandada pelo ex-técnico esmeraldino, Antônio Lopes, em pleno Serra Dourada.

Juliano abriu o placar para o Flu aos 35min do primeiro tempo. Na etapa final, Nonato empatou logo aos 2min e fez um belo gol aos 7min, virando o marcador. Fabio Bahia ainda fechou o placar aos 40min.

Com o resultado, o Goiás subiu para a 14ª posição, com 24 pontos, e só termina a rodada de volta à zona de rebaixamento se Botafogo, Flamengo e Ponte Preta vencerem seus jogos.

O Flu continua em queda e é o nono colocado, com os mesmo 29 pontos com que iniciou a rodada.

A partida pode ter marcado a despedida do lateral-esquerdo Marcelo da equipe carioca. O jovem de 18 anos embarca para Londres, nesta quinta-feira, onde vai defender a Seleção Brasileira contra Argentina e País de Gales e, em seguida, pode ir para o CSKA Moscou, da Rússia.

O jogo começou com o Goiás ensaiando uma pressão para cima do Fluminense, que não conseguia chegar ao ataque. Mas a partida era truncada, com pouca criatividade e muita marcação no meio-de-campo.

O primeiro grande lance ocorreu somente aos 24min e começou com uma falta cometida por Romeu em cima de Jadílson. Na cobrança, o ex-vascaíno Róbson Luiz levantou a bola na área e Diego espalmou. No contra-ataque, Lenny arrancou em velocidade e chutou em cima de Harlei, que deu rebote, mas Tuta não conseguiu alcançar a bola.

O confronto estava equilibrado até que aos 35min o Fluminense abriu o placar com um gol saído dos pés de dois jogadores formados nas divisões de base do clube. Lenny deu passe na medida para Juliano, que ganhou de Fábio Bahia na corrida e tocou na saída de Harlei, no canto esquerdo do gol do Goiás. Foi o terceiro gol do apoiador de 20 anos com a camisa tricolor.

"O importante foi aproveitar a única oportunidade e fazer o gol", disse Juliano na saída para o intervalo.

No segundo tempo, o técnico Geninho tirou Danilo Portugal para entrada do atacante Nonato. E a mexida deu certo, já que a equipe alviverde chegou ao empate logo aos 2min com um gol do jogador que acabara de entrar. Vitor cruzou da direita, a bola passou por toda a defesa tricolor e Nonato cabeceou para o fundo da rede. O goleiro Diego nem se mexeu.

Nonato estava inspirado e virou o jogo para o Goiás aos 7min. A zaga do Fluminense saiu jogando mal, mais uma vez, Jadílson aproveitou o vacilo, cruzou e Nonato acertou belo chute de primeira.

Após fazer dois gols em cinco minutos, o Goiás passou a ter total domínio do jogo. Mas aos 12min, o Fluminense ficou pedindo pênalti em cima de Juninho - que entrou no lugar de Juliano -, não marcado pelo árbitro Cleber Welington Abade, em lance duvidoso.

Aos 26min, Antônio Lopes foi para o tudo ou nada ao tirar o volante Angelo e colocar o atacante Cláudio Pitbull. Mas quem perdeu um gol feito foi o Goiás. Johnson rolou para Vítor, que bateu em cima do goleiro Diego. Na sobra, Jadílson conseguiu chutar para fora com o gol vazio. Aos 35min, o lateral da equipe goiana se redimiu ao soltar uma bomba de fora da área, exigindo grande defesa do camisa 1 tricolor.

E a pressão do Goiás continuou até sair o terceiro gol, aos 42min. Fábio Bahia, que havia falhado no gol do Flu, chutou de fora da área e o goleiro Diego, que vinha bem, engoliu um tremendo frango.

No domingo, o Goiás recebe o Juventude, às 16h, enquanto o Fluminense encara o Vasco em clássico no Maracanã, às 18h10.

Ficha Técnica
Goiás 3 x 1 Fluminense
Equipes
Harlei
Rafael Dias
Leonardo
Aldo
Vítor
Danilo Portugal
(Nonato)
Fábio Bahia
Romerito
Jadílson
(Luciano Almeida)
Róbson Luiz
(Amaral)
Johnson

Técnico:
Geninho

Diego
Gabriel Santos
Marcão
Roger
Romeu
(Rissuti)
Ângelo
(Cláudio Pitbull)
Arouca
Juliano
(Juninho)
Marcelo
Lenny
Tuta

Técnico:
Antônio Lopes

Gols

2min - 2º tempo
Nonato
7min- 2º tempo
Nonato
40min- 2º tempo
Fabio Bahia

35min - 1º tempo
Juliano
Cartões Amarelos
Leonardo
Aldo
Vítor
Róbson Luiz
Marcão
Romeu
Juliano
Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Árbitro: Cleber Welington Abade (SP)
Público e renda: 5.640 pagantes e R$ 46.197,50

Com Lancepress
 

Redação Terra