Boletim

 Fale conosco
Série A
Sábado, 2 de setembro de 2006, 20h05  Atualizada às 10h23
Com dois de pênalti, Inter bate Fla de virada
 
Xpress/Divulgação
Iarley tenta lançamento na vitória do Internacional no Maracanã
Iarley tenta lançamento na vitória do Internacional no Maracanã
 Últimas de Série A
» São Paulo contrata meia Hugo, diz jornal
» Internautas põem cinco são-paulinos na seleção do Brasileiro
» Artilheiro Souza afirma que quer sair do Goiás
» Internautas elegem Renato, do Fla, o melhor do Brasileiro
Busca
Busque outras notícias no Terra:
O Flamengo saiu na frente, neste sábado, no Maracanã, mas o Internacional precisou de apenas três minutos para virar o jogo no segundo tempo. Com dois gols de pênalti de Fernandão, os campeões da Copa Libertadores levaram a melhor sobre os donos da casa por 2 a 1.

Veja reportagem em vídeo
Veja fotos da rodada
Comente a rodada
Veja a classificação
Confira os artilheiros
Veja o site do Brasileiro 2006

Com o resultado, o time colorado chegou aos 37 pontos e assumiu, pelo menos até o complemento da rodada, a vice-liderança do Campeonato Brasileiro. Já a equipe dirigida por Ney Franco estacionou nos 24 e vai terminar o final de semana na zona de rebaixamento.

O Flamengo começou melhor e abriu a contagem aos 40min, quando Obina tabelou com Renato Augusto e balançou a rede. Após o intervalo, no entanto, o time rubro-negro caiu de produção e cometeu dois pênaltis, aos 13min e 16min. Fernandão converteu as duas cobranças e deu a vitória aos visitantes.

As duas equipes voltam a campo, pela 23ª rodada do Nacional, no próximo final de semana. Enquanto o Flamengo busca a recuperação no clássico com o Botafogo, no Maracanã, o Internacional tenta conquistar mais três pontos em casa, diante do Atlético-PR.

O jogo

O Flamengo entrou em campo sem Diego, Leonardo Moura e Sávio, todos machucados. O Inter também não pôde contar com Rentería, Edinho e Perdigão, suspensos, além de Wellington Monteiro e Fabinho, machucados.

E com o seu ponto forte, a defesa, desfalcado, o Inter começou apelando para a violência. Léo Medeiros sofreu duas faltas próximas da área em três minutos. Renato desperdiçou as duas cobranças.

O jogo continuou truncado e a bola mal passava do meio-campo. A primeira chance real de gol aconteceu somente aos 19min. Juan levantou para dentro da área, Obina cabeceou sozinho e Clemer fez excelente defesa, salvando a equipe gaúcha.

Estreante da noite, o goleiro Bruno, que foi apresentado na última quinta-feira e não disputava uma partida há mais de um mês, foi exigido somente aos 31min. Maycon arriscou de longe e o substituto de Diego fez boa defesa, sem dar rebote.

O Flamengo era melhor, mas não conseguia finalizar. Aos 40min, no entanto, Obina tabelou com Renato Augusto e bateu forte. A bola desviou em Ediglê, enganou o goleiro Clemer e entrou no meio do gol do Inter.

O Internacional voltou mais atento para o segundo tempo e tinha mais facilidade para chegar ao campo de ataque. Tanto que Paulinho fez pênalti claro em Iarley, após Juan perder a bola. Fernandão, aos 11min, cobrou no canto direito do goleiro Bruno, que foi na bola mas não conseguiu impedir o gol de empate.

Apenas três minutos depois de sofrer o gol, Marcelinho empurrou Adriano dentro da área: outro pênalti claro a favor do Internacional. Fernandão bateu de novo no canto direito, mas, desta vez, Bruno caiu para o outro lado.

Para tentar mudar o panorama da partida, o técnico Ney Franco tirou Walter Minhoca, que saiu muito hostilizado pela torcida, e colocou o estreante Jajá. A mudança não surtiu efeito e novo reforço rubro-negro levou um cartão amarelo em seu primeiro lance com a bola nos pés.

Em vão, Ney Franco fez outra alteração. O atacante Fabiano Oliveira entrou no lugar de Juan. Tanto o técnico como o lateral-esquerdo foram hostilizados pelos torcedores rubro-negros, que também entoaram o grito de "time sem vergonha".

Ficha Técnica
Flamengo 1 x 2 Internacional
Equipes

Bruno
Marcelinho
Fernando
Renato Silva
Juan
(Fabiano Oliveira)
Paulinho
Léo Medeiros
(Júnior)
Renato Augusto
Renato
Walter Minhoca
(Jajá)
Obina

Técnico:
Ney Franco

Clemer
Fabiano Eller
Ediglê
(Michel)
Índio
Ceará
Álvaro
Maycon
Adriano
(Caio)
Rubens Cardoso
Iarley
(Luiz Adriano)
Fernandão

Técnico:
Abel Braga

Gols

40min - 1º tempo
Obina

13min - 2º tempo
Fernandão
16min - 2º tempo
Fernandão
Cartões Amarelos
Marcelinho
Juan
Jajá
Fernandão
Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (PR)
Público e renda: 13.599 pagantes e R$ 189.570,00

 
Redação Terra