Boletim

 Fale conosco
Série A
Domingo, 10 de setembro de 2006, 17h53  Atualizada às 23h29
Christian dá vitória ao Juventude sobre Cruzeiro
 
 Últimas de Série A
» São Paulo contrata meia Hugo, diz jornal
» Internautas põem cinco são-paulinos na seleção do Brasileiro
» Artilheiro Souza afirma que quer sair do Goiás
» Internautas elegem Renato, do Fla, o melhor do Brasileiro
Busca
Busque outras notícias no Terra:
O atacante Christian deu a vitória ao Juventude ao marcar os gols da vitória sobre o Cruzeiro por 2 a 0, neste domingo, no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS), pela 23ª rodada do Brasileiro.

Confira a classificação
Veja os artilheiros
Veja o site do Brasileiro 2006

A partida foi fraca tecnicamente e mostrou que o Cruzeiro terá que fazer muitas mudanças se quiser se recuperar no Campeonato Brasileiro. Os gols do jogo foram marcados pelo atacante Christian: o primeiro de pênalti e o segundo de cabeça.

O duelo

O jogo entre Juventude e Cruzeiro começou equilibrado, com muita disputa no meio-de-campo e poucas chances para as duas equipes. Os dois times mostravam bastante empenho e corriam bastante, mas, apesar disso, apresentavam desorganização nas jogadas ofensivas e ofereciam pouco perigo aos dois goleiros. Aos 14min, a partida começou a se decidir em favor do Juventude.

Léo Silva chegou atrasado e derrubou o zagueiro Igor na área do Cruzeiro. Pênalti marcado pelo árbitro da partida. O atacante Christian realizou a cobrança e fez o primeiro do jogo. Fábio ainda tentou alcançar a bola, mas não conseguiu.

Depois do gol, a equipe celeste tentou se organizar em campo, mas parecia sem forças para reagir. O time não conseguia criar chances para marcar e finalizava poucas vezes contra o gol de André.

Em um dos poucos bons ataques da equipe da Toca da Raposa, aos 32min, Giovanni tocou de calcanhar para Júlio César, que chegou à linha de fundo e cruzou. Élber recebeu na área, mas finalizou muito mal, fraco, para defesa tranqüila de André.

O jogo seguia morno e o Cruzeiro continuava criando pouco. Aos 36min, Élson arriscou de falta, mas bateu sem força, para outra defesa fácil de André. Aos 41min, mais um lance que retrata bem a incompetência do ataque celeste.

Júlio César tocou rasteiro para o meio, na entrada da área. Sandro arriscou o chute, mas pegou mal na bola, que saiu longe do gol.

O Juventude atacava pouco, mas, mesmo assim, chegou ao segundo gol. Aos 44min, depois de um ataque rápido Marcel chegou à linha de fundo e cruzou na área. Christian se antecipou aos zagueiros do Cruzeiro e cabeceou para o fundo da rede, mais uma vez.

O Cruzeiro começou o segundo tempo mais disposto e tentou pressionar o Juventude. O ímpeto inicial esbarrou na própria falta de organização ofensiva da equipe que não conseguia envolver a defesa da equipe de Caxias do Sul.

Aos 10min, Carlinhos Bala faz boa jogada pela esquerda, avançou com bons dribles e chutou à direita do gol de André. Este lance mostrou bem a dinâmica dos ataques do Cruzeiro na partida.

A equipe só conseguia chegar com perigo em lances isolados, realizados por meio de jogadas individuais de seus jogadores. Aos 16min foi a vez de Geovanni arriscar de longe, em mais uma jogada individual.

Com o passar do tempo, a postura do Juventude ficou mais clara. A equipe de Caxias do Sul jogava fechada na defesa, saindo nos contra-ataques para tentar surpreender a equipe celeste. Aos 28min, o Cruzeiro desperdiçou a sua melhor oportunidade na partida. Michel recebeu cruzamento e chutou, na cara do gol. André fez grande defesa.

No rebote, Michel tentou de novo e André fez mais uma grande defesa. Antes que o jogador pudesse tentar novamente o arqueiro saiu do gol e fez a defesa. Aos 32min, em um contra-ataque perigoso, Christian avançou pela direita e cruzou rasteiro para Marcel. Fábio saiu bem e Marcel perdeu gol incrível.

Ficha Técnica
Juventude 2 x 0 Cruzeiro
Equipes

André
Igor
Fábio
Rafael
Wellington
Renan
Walker
Marcel
(Marcelinho)
Marcio Azevedo
Ivo
(Fernando)
Christian
(João Paulo)


Técnico:
Ivo Wortmann

Fábio
Julio César
Luizão
Gladstone
Léo Silva
(Michel)
Élson
Sandro
Aldo
(Kerlon)
Carlinhos Bala
Geovanni
Élber
(Diego)


Técnico:
Oswaldo Oliveira

Gols

15min - 1° tempo
Christian
45min - 1° tempo
Christian

 
Cartões Amarelos
Renan
Ivo

Michel
Sandro

Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)
Árbitro: Paulo Henrique de Godoy
Com Lancepress
 
Redação Terra