Boletim

 Fale conosco
Série A
Domingo, 10 de setembro de 2006, 17h58 
Paraná supera Flu e seqüência negativa
 
FOTOCOM.NET/Divulgação
Meia Marcelo, do Flu, protege bola do rival
Meia Marcelo, do Flu, protege bola do rival
 Últimas de Série A
» São Paulo contrata meia Hugo, diz jornal
» Internautas põem cinco são-paulinos na seleção do Brasileiro
» Artilheiro Souza afirma que quer sair do Goiás
» Internautas elegem Renato, do Fla, o melhor do Brasileiro
Busca
Busque outras notícias no Terra:
O Paraná acabou com uma seqüência de derrotas de cinco jogos, uma pela Sul-Americana e quatro pelo Brasileiro, ao vencer o Fluminense por 1 a 0, neste domingo, no Estádio do Pinheirão, em Curitiba (PR).

Veja reportagem em vídeo
Veja fotos da rodada
Confira a classificação
Veja os artilheiros
Veja o site do Brasileiro 2006

O gol do time da casa veio logo aos 7min de jogo. Cristiano deu uma pancada de fora da área e acertou o canto direito do goleiro Diego.

O Fluminense completou a oitava partida sem vitória, a sétima no Brasileiro. Desde o dia 13 de agosto, quando venceu o Cruzeiro por 3 a 2, que o time carioca não comemora uma vitória.

A partida

O primeiro tempo foi fraco tecnicamente. Os dois times e o gramado proporcionaram um espetáculo sonolento. No começo, até deu para enganar que seria um jogo movimentado. Logo aos 5min, Marcelo tomou a bola de Neguette, entrou livre pela esquerda e tentou encobrir Flávio. A bola subiu demais e o Fluminense perdeu a chance de abrir o placar.

Uma das maiores verdades do futebol é a que diz que quem não faz, leva. Menos de um minuto depois de Marcelo perder o gol fácil, o time paranaense abriu o placar. Cristiano chutou de longe, cruzado, Diego pulou nela, mas não chegou: 1 a 0 Paraná.

O goleiro se redimiu da falha aos 10min. Em cobrança violenta de falta, Edmílson mandou um balaço e Diego espalmou para córner. Depois deste lance, nada de bom aconteceu até o fim do primeiro tempo.

Antes do intervalo, ainda deu tempo para Arouca se machucar. Ele tentou o chute e foi travado por Neguette. A violência do lance, sem intenção do zagueiro, fez com que Arouca sentisse o impacto no joelho. Sem condições de continuar, ele foi substituído por Juliano.

No intervalo, o técnico do Fluminense, Antônio Lopes, tirou o inoperante Lenny e colocou Evando. Já o treinador do Paraná, Caio Júnior, sacou Maicossuel e colocou Felipe Alves no time.

Evando começou a segunda etapa mostrando mais disposição do que Lenny. Porém, a eficiência foi a mesma do titular: nenhuma.

Pelo lado do Paraná, a vantagem fez com que o time se acomodasse e esperasse o tempo correr.

O Fluminense poderia empatar aos 27min. Juliano escorou cobrança de córner, na pequena área, livre, mas cabeceou para fora. Gol feito, que mudaria a história do jogo.

Como no primeiro tempo, a segunda etapa não teve grandes emoções. Roger ainda conseguiu ser expulso aos 47min, após cometer sua oitava falta na partida.

A crise que havia se instalado no Paraná, com briga entre torcedores e jogadores, deve ter uma trégua durante esta semana. Já nas Laranjeiras, sinal de alerta: sob o comando de Antônio Lopes o time ainda não venceu em cinco partidas (três derrotas e dois empates).

Na próxima rodada, o Fluminense pega o Figueirense, no Maracanã, no domingo. No sábado, o Paraná enfrentará o Corithians, no Pacaembu.

Ficha Técnica
Paraná 1 x 0 Fluminense
Equipes

Flávio
Neguete
Edmilson
João Paulo
Peter
Batista
Beto
Maicossuel
(Felipe Alves)
Eltinho
(Digão)
Cristiano
(Henrique)
Leonardo


Técnico:
Caio Júnior

Diego
Rissut
Ânderson
Thiago Silva
Roger
Marcão
Arouca
(Juliano)
Marcelo
Romeu
(Cláudio Pitbull)
Lenny
(Evando)
Osmar


Técnico:
Antônio Lopes

Gols

7min - 1° tempo
Cristiano

 
Cartões Amarelos
Edmilson
Eltinho
Henrique
Leonardo
Rissut
Ânderson
Roger
Juliano
Cartão Vermelho
  Roger
Local: Estádio do Pinheirão, em Curitiba (PR)
Árbitro: Sérgio da Silva Carvalho/DF
Renda e Público: R$ 76.040,00 Público: 20.279 pagantes
Com Lancepress
 
Redação Terra