Boletim

 Fale conosco
Série A
Domingo, 10 de setembro de 2006, 20h02  Atualizada às 23h32
Santos empata com Fortaleza e perde chance de encostar no líder
 
 Últimas de Série A
» São Paulo contrata meia Hugo, diz jornal
» Internautas põem cinco são-paulinos na seleção do Brasileiro
» Artilheiro Souza afirma que quer sair do Goiás
» Internautas elegem Renato, do Fla, o melhor do Brasileiro
Busca
Busque outras notícias no Terra:
O Santos perdeu a chance de encostar no líder São Paulo, ao empatar com o Fortaleza por 1 a 1, no Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza (CE), neste domingo, pela 23ª rodada do Brasileiro.

Confira a classificação
Veja os artilheiros
Veja o site do Brasileiro 2006

Se vencesse, o time paulista ficaria a dois pontos do rival tricolor - que empatou sem gols com o Corinthians -, mas com o ponto solitário conquistado frente aos cearenses ficou a quatro distante do líder.

Os gols foram marcados por Dênis, para a equipe praiana, e Rinaldo, para os donos da casa.

O Santos segue sem vencer fora do Estado de São Paulo no Brasileiro e é a terceira vez que abre o placar longe de casa e toma o empate - já aconteceu contra Paraná e Santa Cruz. Por outro lado, o time praiano segue sem nunca ter sido derrotado para o rival nordestino.

O Fortaleza, como consolo por manter-se na zona de rebaixamento (penúltimo colocado, com 23 pontos), ostenta a marca de 23 jogos sem perder no estádio e, depois de 22 anos, volta a vazar a defesa do Santos. A última vez tinha sido em 30 de março de 1984.

O jogo

O primeiro tempo foi dominado pelo time tricolor, que teve pelo menos três oportunidades para marcar com Jorge Mutt. A melhor delas foi aos 22min, quando Lúcio, de costas para o gol, fez o papel de pivô para o colega que, cara a cara com Felipe, desperdiçou.

O Santos, que ia menos ao ataque, era mais eficiente. Albérico salvou os donos da casa em lances de Cléber Santana e Rodrigo Tiuí, mas não conseguiu evitar o gol de Dênis, aos 38min. O lateral-direito bateu de fora da área, no canto direito do goleiro.

No intervalo, Roberval Davino, técnico estreante, abriu mão do 3-6-1 e fez duas alterações. Elas surtiram efeito já aos 13min da etapa inicial, com Rinaldo. Lúcio tocou da esquerda para o atacante, que, no meio de Domingos e Luiz Alberto, conseguiu marcar.

Rinaldo incendiou a partida. Ele teve pelo menos mais duas oportunidades para marcar e ainda serviu Finazzi, que quase virou a partida.

O Santos voltará a campo na próxima quarta-feira, quando visitará o Cruzeiro, pela segunda partida da fase preliminar da Sul-Americana. Pelo Brasileiro, jogará contra a Ponte Preta no próximo domingo, em Campinas. No mesmo dia o Fortaleza receberá o Flamengo.

Ficha Técnica
Fortaleza 1 x 1 Santos
Equipes

Albérico
Alan
Dezinho
Wendel
Ramalho
Chicão
(André Cunha)
Mazinho Lima
Jorge Mutt
(Patrick)
Bruno Barros
(Rinaldo)
Lúcio
Finazzi


Técnico:
Roberval Davino

Felipe
Dênis
Manzur
(Domingos)
Luiz Alberto
Kléber
Maldonado
André Luiz
(R. Tabata )
Cléber Santana
André
Rodrigo Tiuí
(Leandro)
Wellington Paulista


Técnico:
V. Luxemburgo

Gols

13min - 2 ° tempo
Rinaldo

38min - 1° tempo
Dênis
Cartões Amarelos
Alan
Chicão
Finazzi

Dênis
Manzur
Domingos
Maldonado
R. Tabata
Cléber Santana

Cartões Vermelhos
Finazzi

Maldonado

Local: Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza (CE)
Árbitro: Lourival Dias Lima Filho (BA) Público e renda: 10.207 pagantes e R$ 113.607,00
Público e Renda: 10.207 pagantes e R$ 113.607,00
Com Lancepress
 
Redação Terra