Boletim

 Fale conosco
Série A
Quarta, 4 de outubro de 2006, 23h54  Atualizada às 09h00
Grêmio bate Palmeiras e não deixa São Paulo distanciar
 
Neco Varella/Agência Estado
Ramon comemora primeiro gol do Grêmio na partida
Ramon comemora primeiro gol do Grêmio na partida
 Últimas de Série A
» São Paulo contrata meia Hugo, diz jornal
» Internautas põem cinco são-paulinos na seleção do Brasileiro
» Artilheiro Souza afirma que quer sair do Goiás
» Internautas elegem Renato, do Fla, o melhor do Brasileiro
Busca
Busque outras notícias no Terra:
Mostrando a força que tem quando joga no Estádio Olímpico, o Grêmio passou pelo Palmeiras por 2 a 1. O resultado foi importante para a equipe tricolor, já que manteve a distância de cinco pontos (53 a 48) para o líder São Paulo.

Veja reportagem em vídeo
Confira fotos da rodada
Comente a rodada
Confira a classificação
Veja os artilheiros
Veja o site do Brasileiro 2006
Comente a rodada

Já o Palmeiras ficou novamente em situação complicada na tabela do Campeonato Brasileiro. Com a derrota, o time alviverde caiu para a 15ª colocação, com 33 pontos.

O jogo começa meio parado, com o time da casa desperdiçando as melhores oportunidades. Aos 7min, Hugo bateu falta por cima da barreira e Diego colocou para escanteio.

O time gremista chegou novamente aos 16min. Jeovânio se arriscou ao ataque e abriu para Tcheco. O meia recebeu em boas condições, mas o chute saiu muito alto.

Buscando mais o resultado, a equipe tricolor desperdiçou boa chance aos 21min. Hugo foi deslocado por Francis e o árbitro marcou falta perto da área palmeirense. Tcheco fez o levantamento na área, Evaldo dominou, e na virada, William não conseguiu o desvio para o gol.

De tanto pressionar, o vice-líder do campeonato acabou abrindo o placar aos 32min. Bruno cruzou no centro da área e Ramon apareceu por trás da defesa, fazendo de cabeça e pondo o Grêmio vantagem no marcador.

O gol do time gremista acordou o Palmeiras que chegou pela primeira vez com perigo ao gol adversário aos 37min. O meia Juninho bateu com perigo e acertou o travessão.

Após o intervalo, a equipe alviverde voltou mais animada e conseguiu o empate logo aos 4min. Paulo Baier trombou com Patrício e a bola sobrou para Roger, que acabou sendo derrubado pelo goleiro Marcelo dentro da área.

O juiz marcou pênalti. Na cobrança, o lateral Paulo Baier bateu firme no canto direito e empatou a partida para os palmeirenses.

O gol animou a equipe paulista, que chegou novamente com perigo aos 7min. Roger fez jogada pessoal e passou por três jogadores. Já dentro da área, o centroavante tentou acertar o ângulo e jogou para fora.

Porém, dois minutos depois, a equipe alviverde recebeu uma ducha de água fria. Em cobrança de falta, próxima a área, Tcheco bateu, a barreira abriu e a bola entrou no canto direito de Diego Cavalieri.

O gol animou o time gremista que partiu para cima e buscou aumentar a vantagem. Aos 13min, Rafinha achou bem o atacante Rômulo que bateu de virada. Diego caiu e fez boa defesa.

Seis minutos depois, Rômulo chegou novamente com perigo. O atacante dançou na frente de Alceu e deixou para Ramon bater forte. Diego fez excelente defesa.

Aos 21min, Rafinha bateu escanteio aberto. Ramon cabeceou bem e Diego salvou novamente o Palmeiras colocando a bola para escanteio.

O Palmeiras só chega com perigo novamente aos 34min. Neto Baiano bateu forte, mas mandou longe do gol de Marcelo. No minuto seguinte, o Grêmio respondeu.

Herrera recebeu cruzamento e errou no domínio. Na recuperação, atacante achou Hugo na área, que sozinho, bateu por cima da meta de Diego, desperdiçando grande chance.

O Palmeiras desperdiçou sua última oportunidade de empatar nos acréscimos. Marcinho invadiu a área e no chute acabou sendo travado pela defesa, que impediu o segundo gol palmeirense.

Na próxima rodada, o time gremista tem confronto direto pelas primeiras posições contra o Santos, na Vila Belmiro. Já o Palmeiras tenta a reabilitação na tabela contra o embalado Flamengo, no Parque Antártica.

Ficha Técnica
Grêmio 2 x 1 Palmeiras
Equipes

Marcelo Grohe
Patrício
Evaldo
William
Bruno Teles
Jeovânio
Sandro
Tcheco
(Rafinha)
Hugo
Ramon
(Rudney)
Rômulo
(Herrera)


Técnico:
Mano Menezes

Diego Cavalieri
Paulo Baier
Nen
Alceu
Michael
(Chiquinho)
Marcinho Guerreiro
Francis
(Neto Baiano)
Juninho
(Rosembrick)
Marcelo Costa
Roger Silva
Marcinho


Técnico:
Marcelo Vilar

Gols

32min - 1° tempo
Ramon
9min - 2° tempo
Tcheco

4min - 2º tempo
Paulo Baier
Cartões Amarelos
Bruno Teles
Marcelo Costa
Paulo Baier
Marcinho Guerreiro
Cartões Vermelhos
William
Neto Baiano
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Luis Antônio Silva Santos (RJ)

 
Redação Terra