Boletim

 Fale conosco
Série A
Domingo, 3 de dezembro de 2006, 17h57  Atualizada às 08h16
Cruzeiro encerra com virada para cima do Botafogo
 
Agência Lance
Cruzeiro comemora gol na vitória sobre o Botafogo
Cruzeiro comemora gol na vitória sobre o Botafogo
 Últimas de Série A
» São Paulo contrata meia Hugo, diz jornal
» Internautas põem cinco são-paulinos na seleção do Brasileiro
» Artilheiro Souza afirma que quer sair do Goiás
» Internautas elegem Renato, do Fla, o melhor do Brasileiro
Busca
Busque outras notícias no Terra:
O Cruzeiro se despediu do Brasileiro neste domingo, no Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG), com um presente modesto para sua torcida. Em uma campanha burocrática, que não brigou pelas primeiras colocações e apenas lhe garantiu vaga na Copa Sul-Americana, o time mineiro encerrou sua participação do Brasileiro 2006 com uma virada para cima do Botafogo e superou o rival por 3 a 1.

Oswaldo de Oliveira não é mais técnico do Cruzeiro
Veja reportagem em vídeo
Veja fotos da rodada
Oswaldo de Oliveira sai do Cruzeiro
Confira a classificação
Veja os artilheiros
Veja o site do Brasileiro 2006

O jogo no Mineirão poderia ser considerado um amistoso de luxo, mas não foi isso visto em campo. Com muita pegada e jogadas ríspidas, as duas equipes fizeram um bom jogo.

Com o triunfo, o Cruzeiro garantiu a vaga na Copa Sul-Americana de 2007, enquanto que o Botafogo não conseguiu o objetivo de terminar com a melhor campanha desde 1995.

No primeiro tempo, as duas equipes disputaram a partida com muita força, apesar do forte calor que fazia no Mineirão. Apesar de jogar fora de casa, quem tinha mais chances era o Botafogo.

Aos 16min, Joílson lançou Jefferson Feijão, que ficou sem ângulo e chutou para fora. Depois de bons lances de Feijão e Wando, Rafael Marques teve outra boa oportunidade, mas a confusão dentro da área fez com que ele pegasse mal na bola, aos 24min.

De tanto insistir, o time mineiro chegou ao gol. Aos 31min, Juca rolou e Juninho, de muito longe, acertou uma bomba. Fábio foi na bola, mas não conseguiu chegar e foi vaiado pela pequena torcida que foi ao jogo.

Mas nem deu tempo de a equipe carioca comemorar. No minuto seguinte, o Cruzeiro deu o troco na mesma moeda: Léo Silva acertou um belo chute de fora da área e Júlio César não conseguiu evitar o gol de empate.

A partir daí, os jogadores sentiram o calor e não conseguiram articular boas jogadas. O único lance de perigo foi outro chute de longe de Léo Silva, que Júlio César conseguiu espalmar, aos 41min.

A segunda etapa começou como iniciou a primeira: movimentada. Logo aos 3min, Francismar arrancou da intermediária com muita velocidade, driblou dois zagueiros e tocou na saída do goleiro, marcando um golaço.

Sentindo o gol, o Botafogo foi para a frente buscando o empate, mas deu espaços para o contra-ataque cruzeirense. Francismar quase teve outra chance aos 14min, mas Júlio César teve de sair da área para tirar a bola com os pés.

O Cruzeiro soube se defender bem e a partida ficou morna. Sentindo o forte calor, os jogadores abusaram da falta de criatividade e não conseguiram criar jogadas.

No finzinho do jogo, o Cruzeiro chegou ao terceiro gol, já com o Botafogo abatido. Ferreira, de cabeça, decretou o placar final da partida: 3 a 1 para a equipe da Toca da Raposa.

As duas equipes entram de férias e só retornam às atividades em janeiro de 2007. O Botafogo estréia no Carioca contra o Madureira, no Maracanã, no dia 24. Já o Cruzeiro enfrenta o Rio Branco, em Andradas, no dia 20, pela estréia no Mineiro.

Ficha Técnica
Cruzeiro 3 x 1 Botafogo
Equipes

Fábio
Gladstone
Teco
Eliézio
Michel
Léo Silva
Élson
Leandro Bomfim
(Jonathan)
Francismar
Geovanni
(Araújo)
Diego
(Ferreira)

Técnico:
Oswaldo de Oliveira

Julio César
Rafael Marques
(Thiago Xavier)
Juninho
Felipe Saad
Joilson
Ataliba
(Maicon)
Juca
Lucio Flavio
Bill
Wando
Jefferson Feijão
(William)

Técnico:
Cuca

Gols

32min - 1° tempo
Léo Silva
02min - 2 ° tempo
Francismar
44min - 2 ° tempo
Ferreira

30min - 1º tempo
Juninho
Cartões Amarelos

Gladstone
Francismar

Felipe Saad
Juca
Cartão vermelho
Michel
 
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Jamir Carlos Garcez (DF)
Com Lancepress
 
Redação Terra