Boletim

 Fale conosco
Série A
Domingo, 3 de dezembro de 2006, 20h27  Atualizada às 22h10
Luxemburgo faz críticas ao presidente do Santos
 
 Últimas de Série A
» São Paulo contrata meia Hugo, diz jornal
» Internautas põem cinco são-paulinos na seleção do Brasileiro
» Artilheiro Souza afirma que quer sair do Goiás
» Internautas elegem Renato, do Fla, o melhor do Brasileiro
Busca
Busque outras notícias no Terra:
Após a vitória do Santos por 3 a 1 sobre o Santa Cruz, na despedida da equipe do Campeonato Brasileiro, o técnico Vanderlei Luxemburgo disparou contra algumas declarações feitas pelo presidente Marcelo Teixeira na imprensa santista, dizendo que o planejamento do treinador foi mal feito.

Veja como foi o jogo
Confira a classificação
Veja os artilheiros
Veja o site do Brasileiro 2006

De acordo com o treinador, se o clube não está satisfeito com o quarto lugar no torneio nacional é só pagar a recisão de contrato.

"Se o clube não ficou satisfeito com o meu planejamento, eu peço a rescisão do contrato. O trabalho foi muito bem feito e a resposta veio. O Santos tem uma base para o ano que vem que não tinha. O dia que eu achar que não devo ficar mais, peço a minha saída", avisou.

Luxemburgo acredita que cumpriu seu papel nesta temporada. Assim como havia traçado no início do ano, classificou a equipe para a Libertadores, principal objetivo do clube, e ainda acabou com uma fila de 21 anos no Paulistão.

"Terminamos atrás de São Paulo, Internacional e Grêmio, equipes que estão prontas há bastante tempo. Agora é um trabalho para manter a base", disse o treinador, que revelou que as negociações de renovação com Cléber Santana estão adiantadas.

Vanderlei Luxemburgo combateu durante boa parte da temporada as críticas que o time sofreu, apesar do título do Estadual e de estar entre as primeiras colocações do torneio nacional. O motivo de não ter chegado ao título brasileiro não incomodou o treinador.

"Nós perdemos jogadores importantes durante a competição, como Cléber Santana, Maldonado, Reinaldo e Dênis. Isso não é desculpa, não tenho que me desculpar de nada. Lesão não faz parte de planejamento", tentou explicar, de maneira confusa.

"O negócio é acrescentar em cima do que fizemos nesta temporada", disse. De acordo com o treinador, o grupo folgará a partir desta segunda e se reapresentará dia 26 de dezembro, para realizar alguns testes.
 

Redação Terra