Boletim

 Fale conosco
Brasileiro 2006
Segunda, 4 de dezembro de 2006, 21h59  Atualizada às 01h08
CBF elege Rogério Ceni como melhor jogador do Brasileiro
 
Agência Lance
Rogério Ceni  exibe troféu de melhor jogador do Brasileiro 2006
Rogério Ceni exibe troféu de melhor jogador do Brasileiro 2006
 Últimas de Brasileiro 2006
» Goleador da Série B está perto do Atlético-MG
» São Paulo contrata meia Hugo, diz jornal
» Internautas põem cinco são-paulinos na seleção do Brasileiro
» Série de gafes marca prêmio Craque do Brasileirão
Busca
Busque outras notícias no Terra:
O goleiro Rogério Ceni, do São Paulo, foi eleito pela CBF como o melhor jogador do Campeonato Brasileiro de 2006, em evento de premiação nesta segunda-feira, no Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

São Paulo domina seleção
Opine: você concorda com a seleção do Brasileiro 2006?
Artilheiro Souza recebe prêmio
Gaciba é o melhor árbitro

Autor de oito gols na competição, o goleiro dividiu o posto de artilheiro do time tricolor com Lenílson. Atingiu o recorde, reconhecido pelo Guinness, como o maior goleiro-artilheiro da história. com 68, superando os 62 do paraguaio José Luis Chilavert.

No Brasileiro, Ceni teve momentos memoráveis, como o empate por 2 a 2 com o Cruzeiro no Mineirão. Na ocasião, ele defendeu um pênalti quando o São Paulo perdia por 2 a 0 e ainda marcou os dois gols do empate.

"Para mim, como goleiro, uma posição que por mais destaque que você tenha, sempre tem aquele camisa 10 ou artilheiro que faz a diferença, eu acredito que os gols que eu marquei ajudaram para esta eleição", disse o goleiro.

"No Brasil ser premiado desta maneira merece muito valor. Vou guardar este troféu para a posteridade", completou.

Recordista de partidas pelo São Paulo, tendo superado a marca de 700 jogos pelo clube em outubro, Rogério Ceni foi coroado, tirando proveito de um campeonato sem grandes destaques com a bola nos pés.

Com 16 anos de São Paulo, há quase 10 como titular, Rogério Ceni aumentou a importância de sua significativa passagem na história do clube ao ser o grande destaque do tetracampeonato brasileiro conquistado pelo time com duas rodadas de antecedência.

Ele é o Ícone da geração que levou o clube ao tricampeonato da Copa Libertadores e do Mundial de Clubes, em 2005.

Rogério chegou ao São Paulo em 1990 vindo do Sinop, do Mato Grosso. Titular da equipe desde 1997, quando herdou a vaga de Zetti, o goleiro acompanhou grande parte da espera de 15 anos do São Paulo pelo tetracampeonato brasileiro, após as conquistas em 1977, 1986 e 1991.

Nesse período, Rogério também vestiu a camisa da seleção brasileira, tendo participado do pentacampeonato mundial de 2002 e da frustrada campanha na Alemanha, este ano.


 

Redação Terra