Boletim

 Fale conosco
Série A
Domingo, 16 de abril de 2006, 21h18  Atualizada às 22h50
Edmundo lamenta atitude da torcida do Palmeiras
 
Reinaldo Marques/Terra
Edmundo ajuda na formação da barreira contra a Ponte
Edmundo ajuda na formação da barreira contra a Ponte
 Últimas de Série A
» São Paulo contrata meia Hugo, diz jornal
» Internautas põem cinco são-paulinos na seleção do Brasileiro
» Artilheiro Souza afirma que quer sair do Goiás
» Internautas elegem Renato, do Fla, o melhor do Brasileiro
Busca
Busque outras notícias no Terra:
Após a derrota para a Ponte Preta, por 3 a 2, o atacante Edmundo, do Palmeiras, comentou a situação de seus companheiros, que têm recebido duras críticas da torcida.

"A torcida tem o direito de se manifestar contra o time depois do jogo. Mas durante, tem que incentivar", disse ele.

Mesmo sem o lateral-esquerdo Lúcio e o volante Alceu, principais alvos da revolta das arquibancadas, a torcida vaiou a equipe.

"Eu nunca tive problemas com a torcida. Para mim, essa situação é inusitada. O Lúcio não está com condições psicológicas de jogar e isso é uma coisa muito triste, porque antes de ser um jogador de futebol, ele é um homem, um ser humano, um profissional como outro qualquer", defendeu o camisa 7.

Edmundo chamou a responsabilidade da derrota para o elenco, eximindo o técnico Emerson Leão de culpa.

"Quando a gente entra em campo quem mais ganha somos nós e quem mais perde somos nós. O torcedor não ganha nada concretamente com isso. O Leão não tem culpa de nada, ele arma o esquema e a gente tem que corresponder", finalizou.
 

Lancepress!